Artigo Anais VI CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

Visualizações: 224
CULTURA AFRO-BRASILEIRA E FOTOGRAFIA NA ESCOLA: RESULTADOS DA PRIMEIRA ETAPA DO PROJETO LUZ NEGRA

Palavra-chaves: FOTOGRAFIA, CULTURA AFRO-BRASILEIRA, EDUCOMUNICAÇÃO Comunicação Oral (CO) GT 06 - Educação e Relações Étnico-Raciais Publicado em 24 de outubro de 2019

Resumo

O PRESENTE ARTIGO RELATA COMO FOI O DESENVOLVIMENTO, APLICAÇÃO E OS RESULTADOS OBTIDOS PELO PROJETO DE EXTENSÃO “LUZ NEGRA”, NA ESCOLA MUNICIPAL DE ENSINO FUNDAMENTAL MANOEL DA COSTA CIRNE, SITUADA NO BAIRRO DO PEDREGAL, NA CIDADE DE CAMPINA GRANDE. DURANTE O SEGUNDO SEMESTRE DE 2018, O PROJETO FOI RESPONSÁVEL POR PROMOVER OFICINAS DE FOTOGRAFIA INTERLIGADAS À FOMENTAÇÃO DE DEBATES SOBRE TEMÁTICAS DE CUNHO ÉTNICO-RACIAL. A INICIATIVA PROPÔS UTILIZAR-SE DA LINGUAGEM FOTOGRÁFICA ENQUANTO FERRAMENTA DE PEDAGÓGICA, BASEANDO-SE EM PRINCÍPIOS EDUCOMUNICATIVOS, ONDE A FOTOGRAFIA TEM O POTENCIAL DE REPRESENTAÇÃO DAS DIVERSAS REALIDADES SOCIAIS E CONTRIBUI NA PERCEPÇÃO DOS DISCENTES EM RELAÇÃO AO PROCESSO DE CONSTRUÇÃO IDENTITÁRIA INDIVIDUAL E COLETIVA. O TEXTO APRESENTA O CONTEXTO DE REALIZAÇÃO DAS OFICINAS E OS PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS ADOTADOS. ALÉM DISSO, FORAM ANALISADOS OS DADOS ADQUIRIDOS POR MEIO DE FORMULÁRIOS, PREENCHIDOS PELOS ALUNOS NO DECORRER DAS OFICINAS. OS RESULTADOS RESSALTAM A NECESSIDADE DO DEBATE ÉTNICO-RACIAL DENTRO NA SALA DE AULA E ENFATIZAM O POTENCIAL DA FOTOGRAFIA ENQUANTO ELEMENTO FACILITADOR DO PROCESSO DE DESCONSTRUÇÃO DE ESTIGMAS SOCIAIS, AO INDICAR QUE AS OFICINAS DO PROJETO AMPLIARAM A AUTOPERCEPÇÃO DA NEGRITUDE ENTRE OS ESTUDANTES E O NÍVEL DE CONHECIMENTO SOBRE A CULTURA AFRO-BRASILEIRA, BEM COMO ESTIMULOU OS PARTICIPANTES A DEBATER A TEMÁTICA E OCUPAR UM ESPAÇO DE PROTAGONISMO E EXPRESSÃO.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.