Artigo Anais VI CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

Visualizações: 264
ANÁLISE DAS PRÁTICAS AVALIATIVAS DAS PROFESSORAS DO ENSINO FUNDAMENTAL I: UM ESTUDO DE CASO NUMA ESCOLA MUNICIPAL NO INTERIOR DA PARAÍBA

Palavra-chaves: ENSINO FUNDAMENTAL I, PRÁTICAS AVALIATIVAS, PAPEL DO PROFESSOR Comunicação Oral (CO) GT 02 - Didática, Currículo e Política Educacional Publicado em 24 de outubro de 2019

Resumo

A PRESENTE PESQUISA TEVE COMO OBJETIVO ANALISAR AS CONCEPÇÕES DE AVALIAÇÃO E AS PRÁTICAS DESENVOLVIDAS NO PROCESSO DE ENSINO-APRENDIZAGEM, PELAS PROFESSORAS DO ENSINO FUNDAMENTAL I. FOI UTILIZADO OS TIPOS DE PESQUISAS QUANTO AOS FINS E OS MEIOS, COMO: A EXPLORATÓRIA, A DESCRITIVA E A EXPLICATIVA, A BIBLIOGRÁFICA E O ESTUDO DE CASO. PARA A COLETA DE DADOS FIZEMOS USO DO TRABALHO DE CAMPO COM A APLICAÇÃO DE UM QUESTIONÁRIO. BUSCOU-SE DELINEAR O PRESENTE ESTUDO COM UMA TEMÁTICA CENTRADA NOS DOIS TIPOS DE AVALIAÇÃO, A CLASSIFICATÓRIA, CUJA EXPECTATIVA DE PROMOÇÃO PASSA A GIRAR EM TORNO DA NOTA E A MEDIADORA, QUE CONSIDERA OS ESTUDANTES SUJEITOS NO PROCESSO DE CONSTRUÇÃO DO CONHECIMENTO. CONSTATAMOS DURANTE A PESQUISA CONTRADIÇÕES ENTRE O SABER E O FAZER DAS PROFESSORAS, EMBORA TENHAM CONHECIMENTO DA IMPORTÂNCIA DA AVALIAÇÃO CONTINUA E MEDIADORA, NÃO A UTILIZAM COM FREQUÊNCIA, QUANDO INDAGADAS SOBRE OS MOTIVOS, ALEGARAM A FALTA DE TEMPO PARA TRABALHAR COM A MESMA E CUMPRIREM COM AS EXIGÊNCIAS DOS CONTEÚDOS E O RESPEITO AO CALENDÁRIO ESCOLAR, POR ISSO ACABAM UTILIZANDO A QUE EXIGE MENOS TEMPO E MAIS EFICÁCIA QUANTITATIVA, OU SEJA, CLASSIFICATÓRIA. A LDB E A BNCC EXIGEM QUE AS ESCOLAS DESENVOLVAM UMA AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA, PROCESSUAL E FORMATIVA, PORÉM, AS PRÁTICAS DAS PROFESSORAS PESQUISADAS NÃO SE DIFERENCIAM DAS PRÁTICAS DAS PROFESSORAS DA MAIORIA DAS ESCOLAS DO NOSSO PAÍS, QUE PERSISTEM NUMA AVALIAÇÃO TRADICIONAL, CONTEUDISTA, NA QUAL, O PAPEL DO PROFESSOR LIMITA-SE EM CONSTATAR SE O ALUNO ESTAR APTO, OU NÃO, A DAR SEQUÊNCIA AO SEU APRENDIZADO ESCOLAR.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.