Artigo Anais VI CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

Visualizações: 251
ACERVOS, FONTES, HISTÓRIAS E MEMÓRIAS: A RELEVÂNCIA DOS DOCUMENTOS HISTÓRICOS PARA A PESQUISA NO CAMPO DA EDUCAÇÃO (1911-1927)

Palavra-chaves: HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO, INSTITUIÇÕES ESCOLARES, ACERVOS DOCUMENTAIS, PRESERVAÇÃO Comunicação Oral (CO) GT 03 - História da Educação Publicado em 24 de outubro de 2019

Resumo

ESTA PESQUISA TEM POR OBJETIVO INVESTIGAR A RELEVÂNCIA DAS FONTES DOCUMENTAIS PARA A CONSTRUÇÃO DOS SABERES E PRÁTICAS QUE INTEGRAM O IDEÁRIO EDUCACIONAL DO RIO GRANDE DO NORTE, NA CIDADE DE ASSÚ, NAS PRIMEIRAS DÉCADAS DO SÉCULO XX, A FIM DE COMPREENDER QUESTÕES REFERENTES À ORGANIZAÇÃO E O FUNCIONAMENTO DAS PRIMEIRAS INSTITUIÇÕES DE ENSINO CRIADAS NO MUNICÍPIO. TRATA-SE DE UM ESTUDO FINAL VINCULADO AO NÚCLEO DE PESQUISA EM EDUCAÇÃO/NUPED, DA UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE POR MEIO DO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE INICIAÇÃO CIENTIFICA/PIBIC. NESSE PERÍODO MUITAS DAS AÇÕES POLÍTICAS OBJETIVAM REALIZAR TRANSFORMAÇÕES SOCIAIS A PARTIR DOS PRINCÍPIOS DE MODERNIDADE, CIVILIDADE E PATRIOTISMO. O RECORTE HISTÓRICO DESTA PESQUISA É JUSTIFICADO POR SE CONFIGURAR COMO UM PERÍODO RELEVANTE PARA A HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO DO MUNICÍPIO DE ASSÚ, POIS DEMARCA A CRIAÇÃO DE DOIS IMPORTANTES ESTABELECIMENTOS DE ENSINO DA CIDADE: O GRUPO ESCOLAR TENENTE CORONEL JOSÉ CORREIA (1911) E O EDUCANDÁRIO NOSSA SENHORA DAS VITÓRIAS (1927). NESSA ANALISE DEBRUÇAMOS COM UMA PESQUISA DE CARÁTER EXPLORATÓRIO, POR MEIO DE FONTES DOCUMENTAIS QUE NOS AUXILIAM NA INVESTIGAÇÃO E EM UMA ABORDAGEM QUALITATIVA. NAS INSTITUIÇÕES REFERIDAS LOCALIZAMOS AS FONTES QUE SUBSIDIAM A CONSTRUÇÃO DESTE ESTUDO, ANALISANDO-AS EM DIÁLOGO COM AS IDEIAS DE SAVIANI (2004), CERTEAU (2006), MOGARRO (2005) E LOPES E GALVÃO (2001), ACERCA DAS CONSIDERAÇÕES SOBRE FONTES PARA A HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO, A CONSTRUÇÃO DA MEMÓRIA EDUCATIVA, DESSAS PRÁTICAS E DA ATUAÇÃO NO CENÁRIO ATUAL, DENTRE ELAS, OS ESPAÇOS DE ENSINO E FORMAÇÃO DOS INDIVÍDUOS.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.