Artigo Anais VI CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

A REALIDADE DO ALUNO QUE SOFRE BULLYING CONSTANTE NA ESCOLA: ANÁLISE COM ALUNOS DO 2º E 3º ANOS DO FUNDAMENTAL

Palavra-chaves: BULLYING, INTERVENÇÃO, PROFESSORES Comunicação Oral (CO) GT 11 - Inclusão, Direitos Humanos e Interculturalidade Publicado em 24 de outubro de 2019

Resumo

ESTE ESTUDO TEVE COMO OBJETIVO AVERIGUAR O CONTEXTO EM QUE O ALUNO QUE SOFRE BULLYING ESTÁ INSERIDO; COMPREENDER SE O ALUNO CONSEGUE IDENTIFICAR QUE ESTÁ SOFRENDO BULLYING; E VERIFICAR A PERCEPÇÃO DOS ALUNOS QUE SOFREM BULLYING SOBRE AS INTERVENÇÕES DO MEIO ESCOLAR. DA MESMA FORMA, TER UMA MELHOR COMPREENSÃO SOBRE COMO OS MESMOS SE SENTEM AO SOFRER ESSAS AGRESSÕES. É IMPRESCINDÍVEL QUE RELATARMOS SOBRE ESSE TEMA POIS ESSA É UMA REALIDADE CONSTANTE NAS ESCOLAS. O TRABALHO FOI REALIZADO COMO UMA ENTREVISTA EM UMA ESCOLA PÚBLICA DA REDE MUNICIPAL DE ENSINO, SITUADA EM FORTALEZA – CE, COM SEIS ALUNOS DO 2º E 3º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL. A PESQUISA POSSUI ABORDAGEM QUALITATIVA DO TIPO ESTUDO DE CASO E EXPLORATÓRIA (PRODANOV E FREITAS, 2013). OS AUTORES QUE VERSAM A FUNDAMENTAÇÃO DESSA PESQUISA FORAM: FANTE (2005); HELLER (1972); VYGOTSKY (1988) E OUTROS. CONCLUI-SE QUE A MAIORIA DOS ALUNOS NÃO CONSEGUE FALAR COM NINGUÉM SOBRE OS CASOS OCORRIDOS E QUE O BULLYING AFETA A VONTADE DE IR À ESCOLA, ASSIM COMO INFLUENCIA DIRETAMENTE COM AS EMOÇÕES DOS ALUNOS. OS PROFESSORES QUE ATUAM DIRETAMENTE NESSES CASOS REALIZANDO INTERVENÇÕES, SÃO SUFICIENTES PARA SANAR GRANDE PARTE DESSAS SITUAÇÕES. ASSIM, SABE-SE QUE ESSA É UMA AÇÃO DE CONSCIENTIZAÇÃO CONTRA O BULLYING E QUE DEVE SER REALIZADA COM A ESCOLA COMO UM TODO E TAMBÉM AS FAMÍLIAS DOS ALUNOS.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.