Artigo Anais VI CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

Visualizações: 284
A LÍNGUA BRASILEIRA DE SINAIS NO CONTEXTO DO PROCESSO ENSINO-APRENDIZAGEM DE HISTÓRIA EM UMA ESCOLA DE SÃO LUÍS-MA: PERCEPÇÕES DE DOCENTES DE HISTÓRIA

Palavra-chaves: LIBRAS, LICENCIATURA EM HISTÓRIA, ENSINO-APRENDIZAGEM, INCLUSÃO Comunicação Oral (CO) GT 11 - Inclusão, Direitos Humanos e Interculturalidade Publicado em 24 de outubro de 2019

Resumo

O PRESENTE ESTUDO SE PROPÔS ABORDAR QUESTÕES TEÓRICAS PERTINENTES À HISTORICIDADE DA EDUCAÇÃO DE SURDOS NO BRASIL, ENFATIZANDO A RELEVÂNCIA DO NÃO OUVINTE COMO PESSOA DE DIREITO. DISCUTE-SE, TAMBÉM, A UTILIZAÇÃO DA LEI BRASILEIRA DE SINAIS (LIBRAS) NO ÂMBITO DA EDUCAÇÃO BÁSICA, DESTACANDO O PAPEL DO PROFESSOR E DO INTÉRPRETE DE LIBRAS NO CONTEXTO DA DISCIPLINA DE HISTÓRIA. NO CONTEXTO, INVESTIGARAM-SE AS PERCEPÇÕES DE PROFESSORES DA EDUCAÇÃO BÁSICA DESTACANDO O PAPEL DO PROFESSOR E DO INTÉRPRETE DA LIBRAS NO CONTEXTO DA DISCIPLINA DE HISTÓRIA EM UMA ESCOLA PÚBLICA ESTADUAL DE SÃO LUÍS/MA. DESENVOLVEU-SE UMA PESQUISA EXPLORATÓRIA, DESCRITIVA COM 2 PROFISSIONAIS PERTENCENTES À ÁREA DA EDUCAÇÃO, POSSUINDO EM MÉDIA 15 ANOS DE EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL EM ESCOLAS DA REDE ESTADUAL. OS DADOS FORAM COLETADOS POR MEIO DE ENTREVISTAS SEMIESTRUTURADAS. OS RESULTADOS SINALIZAM QUE PARA OS DOCENTES, O ALUNO SURDO TEM POTENCIAL PARA OBTER BOM RENDIMENTO NA DISCIPLINA DE HISTÓRIA, DESDE QUE HAJA O ACOMPANHAMENTO POR PARTE DO PROFISSIONAL INTÉRPRETE, PARA QUE O ALUNO NÃO FIQUE PREJUDICADO NAS TEMÁTICAS TRABALHADAS EM SALA DE AULA.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.