Artigo Anais IV CONAPESC

ANAIS de Evento

ISSN: 2525-6696

TRATAMENTO DE EFLUENTES GERADOS NA PRODUÇÃO DE MEMBRANAS POLIMÉRICAS POR PROCESSO FOTOCATALÍTICO

Palavra-chaves: ÁCIDO FÓRMICO, FOTOCATÁLISE HETEROGÊNEA, DIÓXIDO DE TITÂNIO, RADIAÇÃO UV. Pôster (PO) AT 06: Engenharias - abordagens sobre Ensino e pesquisa Publicado em 02 de setembro de 2019

Resumo

A ESCASSEZ DE ÁGUA É UM PROBLEMA ATUAL QUE AFETA VÁRIOS SETORES DA SOCIEDADE, DEVIDO A CRESCENTE POLUIÇÃO DAS FONTES DE ÁGUA, ISSO SE DEVE EM GRANDE PARTE AOS LANÇAMENTOS DE EFLUENTES NOS CORPOS HÍDRICOS, DESSA FORMA É NECESSÁRIO QUE HAJA ESTUDOS DE NOVAS TECNOLOGIAS DE TRATAMENTO DESSES EFLUENTES. O PROCESSO DE PRODUÇÃO DAS MEMBRANAS POLIMÉRICAS GERA UM EFLUENTE CONTAMINADO, COM ALTA CONCENTRAÇÃO DE ÁCIDO FÓRMICO. COMPOSTOS ORGÂNICOS COMO O ÁCIDO FÓRMICO, SÃO TÓXICOS MESMO DISPOSTOS EM PEQUENAS QUANTIDADES, EM VIRTUDE DISSO, TORNA-SE NECESSÁRIO A UTILIZAÇÃO DE MÉTODOS DE DESCONTAMINAÇÃO DE EFLUENTES DE DIFÍCIL DEGRADAÇÃO, SENDO UTILIZADO A FOTOCATÁLISE HETEROGÊNEA (TIO2/UV), QUE UTILIZA UM FOTOCATALISADOR, ONDE O MAIS UTILIZADO É O DIÓXIDO DE TITÂNIO (TIO2) QUE COMBINADO COM A RADIAÇÃO ULTRAVIOLETA (UV) PODE LEVAR A DEGRADAÇÃO DOS SAIS ORGÂNICOS PRESENTES. NOS EXPERIMENTOS FORAM UTILIZADOS UM VOLUME DE 1.000 ML DO EFLUENTE, COM CONCENTRAÇÃO INICIAIS DE 10 MG/L; 50 MG/L E 100 MG/L, QUE FOI TRATADO EM REGIME DE BATELADA NO REATOR FOTOCATALÍTICO, O MESMO FOI EXPOSTO JUNTAMENTE COM CARGAS VARIÁVEIS DE TIO2 DE 0,1%; 0,3% E 0,5%, À RADIAÇÃO UV ARTIFICIAL POR UM PERÍODO DE QUATRO 4 HORAS, QUE É O TEMPO MÉDIO NECESSÁRIO PARA A DEGRADAÇÃO DOS POLUENTES. DURANTE O PROCESSO, AMOSTRAS FORAM RETIRADAS A CADA 30 MINUTOS, PARA ACOMPANHAMENTO DA CINÉTICA DE DEGRADAÇÃO DO ÁCIDO FÓRMICO. OS RESULTADOS MOSTRARAM BOA ATIVIDADE DE DEGRADAÇÃO DO ÁCIDO, CHEGANDO A DEGRADAR CERCA DE 81,44%.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.