Artigo Anais IV CONAPESC

ANAIS de Evento

ISSN: 2525-6696

PERFIL EPIDEMIOLÓGICO NOTIFICADOS DOS CASOS DE DENGUE NO ESTADO DA PARAÍBA NO PERÍODO DE 2017 A 2019

Palavra-chaves: PERFIL EPIDEMIOLÓGICO, DENGUE, PARAÍBA Comunicação Oral (CO) AT 14: Ciência, Educação e Popularização
"2019-09-02 00:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1638
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 57102
    "edicao_id" => 110
    "trabalho_id" => 351
    "inscrito_id" => 2055
    "titulo" => "PERFIL EPIDEMIOLÓGICO NOTIFICADOS DOS CASOS DE DENGUE NO ESTADO DA PARAÍBA NO PERÍODO DE 2017 A 2019"
    "resumo" => "A DENGUE, TRANSMITIDA PELO MOSQUITO AEDES AEGYPTI, É UMA DAS PRINCIPAIS ARBOVIROSES QUE VEM MOBILIZANDO OS ÓRGÃOS DE SAÚDE PÚBLICA DO BRASIL. NO BRASIL, OS NÚMEROS DE CASOS DE DENGUE VÊM CRESCENDO DE FORMA PREOCUPANTE E, PORTANTO, OS INVESTIMENTOS GOVERNAMENTAIS TÊM SIDO CADA VEZ MAIORES OBJETIVANDO DIMINUIR AS EPIDEMIAS E ERRADICAR O VETOR. DIANTE DISTO, O OBJETIVO DESTE TRABALHO FOI REALIZAR UM PERFIL EPIDEMIOLÓGICO DOS PROVÁVEIS CASOS DE DENGUE NO ESTADO DA PARAÍBA, NOS PERÍODOS DE 2017 A 2019, ENVOLVENDO AS VARIÁVEIS SOCIODEMOGRÁFICAS: NÚMERO DE CASOS, SEXO E RAÇA/COR. A PESQUISA FOI FEITA A PARTIR DE BUSCAS REALIZADAS NO SISTEMA DE INFORMAÇÃO DE AGRAVOS DE NOTIFICAÇÃO (SINAN), BEM COMO EM BOLETINS EPIDEMIOLÓGICOS E PLATAFORMAS ACADÊMICAS. A PARTIR DESTE ESTUDO É POSSÍVEL OS ÓRGÃOS COMPETENTES DESENVOLVEREM MÉTODOS ANALÍTICOS QUE PERMITAM EFETUAR O PROGNÓSTICO E POSTERIOR PREVENÇÃO DA MANIFESTAÇÃO DE CASOS DA REFERIDA DOENÇA. FOI CONSTATADO QUE NO ANO DE 2018 TEVE UM AUMENTO DE QUASE 300% NO NÚMERO DE CASOS QUANDO COMPARADO AO ANO ANTERIOR (2017) E O ANO DE 2019 JÁ TEVE UM AUMENTO DE 20% DOS CASOS ATÉ A 16ª SEMANA, SE COMPARADO COM O MESMO PERÍODO EM 2018, ALERTANDO OS ÓRGÃOS PÚBLICOS. DIANTE DESTE QUADRO, FAZ-SE NECESSÁRIO REALIZAR AÇÕES DIRETAS E EFETIVAS, AFIM DE MOBILIZAR A SOCIEDADE PARA QUE VENHA TOMAR POSIÇÃO E CRIAR BARREIRAS QUE IMPEÇAM A DISSEMINAÇÃO DO VÍRUS E A ELIMINAÇÃO DO VETOR."
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO)"
    "area_tematica" => "AT 14: Ciência, Educação e Popularização"
    "palavra_chave" => "PERFIL EPIDEMIOLÓGICO, DENGUE, PARAÍBA"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV126_MD1_SA14_ID2055_01072019091340.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:53"
    "updated_at" => "2020-06-09 19:23:40"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "HERBERT IGOR RODRIGUES DE MEDEIROS"
    "autor_nome_curto" => "HERBERT IGOR"
    "autor_email" => "igorpls_15@hotmail.com"
    "autor_ies" => "UFCG"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-iv-conapesc"
    "edicao_nome" => "Anais IV CONAPESC"
    "edicao_evento" => "IV Congresso Nacional de Pesquisa e Ensino em Ciências"
    "edicao_ano" => 2019
    "edicao_pasta" => "anais/conapesc/2019"
    "edicao_logo" => "5e49fc4622961_16022020233654.png"
    "edicao_capa" => "5f1841846340e_22072020103916.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2019-09-02 00:00:00"
    "publicacao_id" => 28
    "publicacao_nome" => "Anais do Conapesc"
    "publicacao_codigo" => "2525-6696"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 57102
    "edicao_id" => 110
    "trabalho_id" => 351
    "inscrito_id" => 2055
    "titulo" => "PERFIL EPIDEMIOLÓGICO NOTIFICADOS DOS CASOS DE DENGUE NO ESTADO DA PARAÍBA NO PERÍODO DE 2017 A 2019"
    "resumo" => "A DENGUE, TRANSMITIDA PELO MOSQUITO AEDES AEGYPTI, É UMA DAS PRINCIPAIS ARBOVIROSES QUE VEM MOBILIZANDO OS ÓRGÃOS DE SAÚDE PÚBLICA DO BRASIL. NO BRASIL, OS NÚMEROS DE CASOS DE DENGUE VÊM CRESCENDO DE FORMA PREOCUPANTE E, PORTANTO, OS INVESTIMENTOS GOVERNAMENTAIS TÊM SIDO CADA VEZ MAIORES OBJETIVANDO DIMINUIR AS EPIDEMIAS E ERRADICAR O VETOR. DIANTE DISTO, O OBJETIVO DESTE TRABALHO FOI REALIZAR UM PERFIL EPIDEMIOLÓGICO DOS PROVÁVEIS CASOS DE DENGUE NO ESTADO DA PARAÍBA, NOS PERÍODOS DE 2017 A 2019, ENVOLVENDO AS VARIÁVEIS SOCIODEMOGRÁFICAS: NÚMERO DE CASOS, SEXO E RAÇA/COR. A PESQUISA FOI FEITA A PARTIR DE BUSCAS REALIZADAS NO SISTEMA DE INFORMAÇÃO DE AGRAVOS DE NOTIFICAÇÃO (SINAN), BEM COMO EM BOLETINS EPIDEMIOLÓGICOS E PLATAFORMAS ACADÊMICAS. A PARTIR DESTE ESTUDO É POSSÍVEL OS ÓRGÃOS COMPETENTES DESENVOLVEREM MÉTODOS ANALÍTICOS QUE PERMITAM EFETUAR O PROGNÓSTICO E POSTERIOR PREVENÇÃO DA MANIFESTAÇÃO DE CASOS DA REFERIDA DOENÇA. FOI CONSTATADO QUE NO ANO DE 2018 TEVE UM AUMENTO DE QUASE 300% NO NÚMERO DE CASOS QUANDO COMPARADO AO ANO ANTERIOR (2017) E O ANO DE 2019 JÁ TEVE UM AUMENTO DE 20% DOS CASOS ATÉ A 16ª SEMANA, SE COMPARADO COM O MESMO PERÍODO EM 2018, ALERTANDO OS ÓRGÃOS PÚBLICOS. DIANTE DESTE QUADRO, FAZ-SE NECESSÁRIO REALIZAR AÇÕES DIRETAS E EFETIVAS, AFIM DE MOBILIZAR A SOCIEDADE PARA QUE VENHA TOMAR POSIÇÃO E CRIAR BARREIRAS QUE IMPEÇAM A DISSEMINAÇÃO DO VÍRUS E A ELIMINAÇÃO DO VETOR."
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO)"
    "area_tematica" => "AT 14: Ciência, Educação e Popularização"
    "palavra_chave" => "PERFIL EPIDEMIOLÓGICO, DENGUE, PARAÍBA"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV126_MD1_SA14_ID2055_01072019091340.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:53"
    "updated_at" => "2020-06-09 19:23:40"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "HERBERT IGOR RODRIGUES DE MEDEIROS"
    "autor_nome_curto" => "HERBERT IGOR"
    "autor_email" => "igorpls_15@hotmail.com"
    "autor_ies" => "UFCG"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-iv-conapesc"
    "edicao_nome" => "Anais IV CONAPESC"
    "edicao_evento" => "IV Congresso Nacional de Pesquisa e Ensino em Ciências"
    "edicao_ano" => 2019
    "edicao_pasta" => "anais/conapesc/2019"
    "edicao_logo" => "5e49fc4622961_16022020233654.png"
    "edicao_capa" => "5f1841846340e_22072020103916.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2019-09-02 00:00:00"
    "publicacao_id" => 28
    "publicacao_nome" => "Anais do Conapesc"
    "publicacao_codigo" => "2525-6696"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 02 de setembro de 2019

Resumo

A DENGUE, TRANSMITIDA PELO MOSQUITO AEDES AEGYPTI, É UMA DAS PRINCIPAIS ARBOVIROSES QUE VEM MOBILIZANDO OS ÓRGÃOS DE SAÚDE PÚBLICA DO BRASIL. NO BRASIL, OS NÚMEROS DE CASOS DE DENGUE VÊM CRESCENDO DE FORMA PREOCUPANTE E, PORTANTO, OS INVESTIMENTOS GOVERNAMENTAIS TÊM SIDO CADA VEZ MAIORES OBJETIVANDO DIMINUIR AS EPIDEMIAS E ERRADICAR O VETOR. DIANTE DISTO, O OBJETIVO DESTE TRABALHO FOI REALIZAR UM PERFIL EPIDEMIOLÓGICO DOS PROVÁVEIS CASOS DE DENGUE NO ESTADO DA PARAÍBA, NOS PERÍODOS DE 2017 A 2019, ENVOLVENDO AS VARIÁVEIS SOCIODEMOGRÁFICAS: NÚMERO DE CASOS, SEXO E RAÇA/COR. A PESQUISA FOI FEITA A PARTIR DE BUSCAS REALIZADAS NO SISTEMA DE INFORMAÇÃO DE AGRAVOS DE NOTIFICAÇÃO (SINAN), BEM COMO EM BOLETINS EPIDEMIOLÓGICOS E PLATAFORMAS ACADÊMICAS. A PARTIR DESTE ESTUDO É POSSÍVEL OS ÓRGÃOS COMPETENTES DESENVOLVEREM MÉTODOS ANALÍTICOS QUE PERMITAM EFETUAR O PROGNÓSTICO E POSTERIOR PREVENÇÃO DA MANIFESTAÇÃO DE CASOS DA REFERIDA DOENÇA. FOI CONSTATADO QUE NO ANO DE 2018 TEVE UM AUMENTO DE QUASE 300% NO NÚMERO DE CASOS QUANDO COMPARADO AO ANO ANTERIOR (2017) E O ANO DE 2019 JÁ TEVE UM AUMENTO DE 20% DOS CASOS ATÉ A 16ª SEMANA, SE COMPARADO COM O MESMO PERÍODO EM 2018, ALERTANDO OS ÓRGÃOS PÚBLICOS. DIANTE DESTE QUADRO, FAZ-SE NECESSÁRIO REALIZAR AÇÕES DIRETAS E EFETIVAS, AFIM DE MOBILIZAR A SOCIEDADE PARA QUE VENHA TOMAR POSIÇÃO E CRIAR BARREIRAS QUE IMPEÇAM A DISSEMINAÇÃO DO VÍRUS E A ELIMINAÇÃO DO VETOR.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.