Artigo Anais CONACIS

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-0186

ORIENTAÇÃO SEXUAL PARA ADOLESCENTES DO BAIRRO DE MÃE LUIZA, NATAL/RN: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA

Palavra-chaves: ENFERMAGEM, ADOLESCENTE, EDUCAÇÃO SEXUAL Relato de Experiência(RE) Enfermagem
"2014-04-09 00:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1638
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 5513
    "edicao_id" => 17
    "trabalho_id" => 595
    "inscrito_id" => 367
    "titulo" => "ORIENTAÇÃO SEXUAL PARA ADOLESCENTES DO BAIRRO DE MÃE LUIZA, NATAL/RN: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA"
    "resumo" => "Introdução: A sexualidade é algo que se aprende e se constrói a partir de experiências cotidianas, influenciada por fatores biológicos, sociais, culturais e dessa forma o ato sexual não é a única forma de expressão, mas apenas uma delas. Diante do seu despertar, faz-se necessária ações de Educação em Saúde para orientar os adolescentes sobre os riscos de se adquirir Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST) e HIV/AIDS, além da gravidez precoce. Objetivo: Relatar a experiência de graduandos do curso de enfermagem em uma oficina sobre sexualidade para adolescente.   Metodologia: Relato de experiência vivenciado por alunos do curso de Graduação em Enfermagem da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), em uma oficina sobre sexualidade a qual faz parte de um projeto de extensão universitária, voltado para o público de adolescente de 11 a 19 anos, em uma ONG, localizada no bairro de Mãe Luiza, em Natal/ RN Resultados: Os jovens, divididos em dois grupos, foram estimulados a construir cartazes, nos quais eles representaram o que pensavam sobre “sexualidade”. Neles havia imagens de camisinhas, mulheres e homens seminus, casais abraçados ou se beijando, além de palavras como “camisinha”, “AIDS”, “amor”, “sexo”. Isso Percebemos através dessa atividade a associação, por parte dos adolescentes, da ideia de sexualidade ao ato sexual, a saúde sexual e a doenças sexualmente transmissíveis. Conclusão: A associação da sexualidade aos termos apresentados é bem comum, entretanto é necessário trabalhar a sexualidade além do ato sexual, ou do uso da camisinha, para que o adolescente possa exercê-la de forma mais natural possível, conhecendo-se e a seu corpo e sabendo, de fato, qual o significado deste tema em seu desenvolvimento, seja ele social, biológico ou cultural, o que é possível em atividades como a que foi realizada. Já em relação aos estudantes, esse tipo de atividade os aproxima da realidade, já que há contato direto com a população que frequenta os serviços de saúde e, além disso, oportuniza colocar em prática aquilo aprendido na academia. Além disso, o presente relato através dessa vivência exposta traz a discussão da temática para a enfermagem, uma vez que o ensino também é uma das habilidades do profissional enfermeiro.Palavras-chave: Enfermagem; Adolescente; Educação Sexual."
    "modalidade" => "Relato de Experiência(RE)"
    "area_tematica" => "Enfermagem"
    "palavra_chave" => "ENFERMAGEM, ADOLESCENTE, EDUCAÇÃO SEXUAL"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "Modalidade_3datahora_23_03_2014_11_27_14_idinscrito_367_80cfc33260e536f6b7d24983b282e344.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:52:51"
    "updated_at" => "2020-06-09 19:08:39"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "RARIANE RODRIGUES DOS SANTOS"
    "autor_nome_curto" => "RARIANE"
    "autor_email" => "rarianesantos.rw@gmail.co"
    "autor_ies" => "UFRN"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-conacis"
    "edicao_nome" => "Anais CONACIS"
    "edicao_evento" => "Congresso Nacional Ciências da Saúde"
    "edicao_ano" => 2014
    "edicao_pasta" => "anais/conacis/2014"
    "edicao_logo" => "5e48b0ffd111d_16022020000327.png"
    "edicao_capa" => "5f183ea35f5aa_22072020102659.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2014-04-09 00:00:00"
    "publicacao_id" => 15
    "publicacao_nome" => "Revista CONACIS"
    "publicacao_codigo" => "2358-0186"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 5513
    "edicao_id" => 17
    "trabalho_id" => 595
    "inscrito_id" => 367
    "titulo" => "ORIENTAÇÃO SEXUAL PARA ADOLESCENTES DO BAIRRO DE MÃE LUIZA, NATAL/RN: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA"
    "resumo" => "Introdução: A sexualidade é algo que se aprende e se constrói a partir de experiências cotidianas, influenciada por fatores biológicos, sociais, culturais e dessa forma o ato sexual não é a única forma de expressão, mas apenas uma delas. Diante do seu despertar, faz-se necessária ações de Educação em Saúde para orientar os adolescentes sobre os riscos de se adquirir Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST) e HIV/AIDS, além da gravidez precoce. Objetivo: Relatar a experiência de graduandos do curso de enfermagem em uma oficina sobre sexualidade para adolescente.   Metodologia: Relato de experiência vivenciado por alunos do curso de Graduação em Enfermagem da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), em uma oficina sobre sexualidade a qual faz parte de um projeto de extensão universitária, voltado para o público de adolescente de 11 a 19 anos, em uma ONG, localizada no bairro de Mãe Luiza, em Natal/ RN Resultados: Os jovens, divididos em dois grupos, foram estimulados a construir cartazes, nos quais eles representaram o que pensavam sobre “sexualidade”. Neles havia imagens de camisinhas, mulheres e homens seminus, casais abraçados ou se beijando, além de palavras como “camisinha”, “AIDS”, “amor”, “sexo”. Isso Percebemos através dessa atividade a associação, por parte dos adolescentes, da ideia de sexualidade ao ato sexual, a saúde sexual e a doenças sexualmente transmissíveis. Conclusão: A associação da sexualidade aos termos apresentados é bem comum, entretanto é necessário trabalhar a sexualidade além do ato sexual, ou do uso da camisinha, para que o adolescente possa exercê-la de forma mais natural possível, conhecendo-se e a seu corpo e sabendo, de fato, qual o significado deste tema em seu desenvolvimento, seja ele social, biológico ou cultural, o que é possível em atividades como a que foi realizada. Já em relação aos estudantes, esse tipo de atividade os aproxima da realidade, já que há contato direto com a população que frequenta os serviços de saúde e, além disso, oportuniza colocar em prática aquilo aprendido na academia. Além disso, o presente relato através dessa vivência exposta traz a discussão da temática para a enfermagem, uma vez que o ensino também é uma das habilidades do profissional enfermeiro.Palavras-chave: Enfermagem; Adolescente; Educação Sexual."
    "modalidade" => "Relato de Experiência(RE)"
    "area_tematica" => "Enfermagem"
    "palavra_chave" => "ENFERMAGEM, ADOLESCENTE, EDUCAÇÃO SEXUAL"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "Modalidade_3datahora_23_03_2014_11_27_14_idinscrito_367_80cfc33260e536f6b7d24983b282e344.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:52:51"
    "updated_at" => "2020-06-09 19:08:39"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "RARIANE RODRIGUES DOS SANTOS"
    "autor_nome_curto" => "RARIANE"
    "autor_email" => "rarianesantos.rw@gmail.co"
    "autor_ies" => "UFRN"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-conacis"
    "edicao_nome" => "Anais CONACIS"
    "edicao_evento" => "Congresso Nacional Ciências da Saúde"
    "edicao_ano" => 2014
    "edicao_pasta" => "anais/conacis/2014"
    "edicao_logo" => "5e48b0ffd111d_16022020000327.png"
    "edicao_capa" => "5f183ea35f5aa_22072020102659.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2014-04-09 00:00:00"
    "publicacao_id" => 15
    "publicacao_nome" => "Revista CONACIS"
    "publicacao_codigo" => "2358-0186"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 09 de abril de 2014

Resumo

Introdução: A sexualidade é algo que se aprende e se constrói a partir de experiências cotidianas, influenciada por fatores biológicos, sociais, culturais e dessa forma o ato sexual não é a única forma de expressão, mas apenas uma delas. Diante do seu despertar, faz-se necessária ações de Educação em Saúde para orientar os adolescentes sobre os riscos de se adquirir Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST) e HIV/AIDS, além da gravidez precoce. Objetivo: Relatar a experiência de graduandos do curso de enfermagem em uma oficina sobre sexualidade para adolescente. Metodologia: Relato de experiência vivenciado por alunos do curso de Graduação em Enfermagem da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), em uma oficina sobre sexualidade a qual faz parte de um projeto de extensão universitária, voltado para o público de adolescente de 11 a 19 anos, em uma ONG, localizada no bairro de Mãe Luiza, em Natal/ RN Resultados: Os jovens, divididos em dois grupos, foram estimulados a construir cartazes, nos quais eles representaram o que pensavam sobre “sexualidade”. Neles havia imagens de camisinhas, mulheres e homens seminus, casais abraçados ou se beijando, além de palavras como “camisinha”, “AIDS”, “amor”, “sexo”. Isso Percebemos através dessa atividade a associação, por parte dos adolescentes, da ideia de sexualidade ao ato sexual, a saúde sexual e a doenças sexualmente transmissíveis. Conclusão: A associação da sexualidade aos termos apresentados é bem comum, entretanto é necessário trabalhar a sexualidade além do ato sexual, ou do uso da camisinha, para que o adolescente possa exercê-la de forma mais natural possível, conhecendo-se e a seu corpo e sabendo, de fato, qual o significado deste tema em seu desenvolvimento, seja ele social, biológico ou cultural, o que é possível em atividades como a que foi realizada. Já em relação aos estudantes, esse tipo de atividade os aproxima da realidade, já que há contato direto com a população que frequenta os serviços de saúde e, além disso, oportuniza colocar em prática aquilo aprendido na academia. Além disso, o presente relato através dessa vivência exposta traz a discussão da temática para a enfermagem, uma vez que o ensino também é uma das habilidades do profissional enfermeiro.Palavras-chave: Enfermagem; Adolescente; Educação Sexual.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.