Artigo Anais VI CIEH

ANAIS de Evento

ISSN: 2318-0854

SE NÃO EU, QUEM CUIDARÁ DOS MEUS PÉS? A NEUROPATIA, A PREMISSA DO AUTOCUIDADO E A ENFERMAGEM.

Palavra-chaves: IDOSO, ENFERMAGEM, PÉ DIABÉTICO Comunicação Oral (CO) AT 03: Práticas Clínicas e Terapêuticas direcionadas à Pessoa Idosa
"2019-06-26 00:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1639
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 54200
    "edicao_id" => 109
    "trabalho_id" => 219
    "inscrito_id" => 472
    "titulo" => "SE NÃO EU, QUEM CUIDARÁ DOS MEUS PÉS? A NEUROPATIA, A PREMISSA DO AUTOCUIDADO E A ENFERMAGEM."
    "resumo" => "DENTRE AS DOENÇAS CRÔNICAS HUMANAS A DIABETES MELLITUS TEM SE CONFIGURADO HÁ MUITOS ANOS COMO UM PROBLEMA DE SAÚDE PÚBLICA, POIS A INCIDÊNCIA DESSA DOENÇA AUMENTA GRADATIVAMENTE, GERANDO GASTOS ONEROSOS COM O TRATAMENTO, ALÉM DOS ALTOS ÍNDICES DE MORBIMORTALIDADE. AS COMPLICAÇÕES DA DIABETES MELLITUS PODEM SER CLASSIFICADAS EM MICROVASCULARES (DOENÇA ARTERIAL CORONARIANA, DOENÇA VASCULAR CEREBRAL E PERIFÉRICA) E MACROVASCULARES (RETINOPATIA, NEFROPATIA E NEUROPATIA); DENTRE ESTAS A MAIS COMUM É A NEUROPATIA PERIFÉRICA, COMUMENTE CARACTERIZADA PELO PÉ DIABÉTICO. O ESTUDO OBJETIVOU DENOTAR O QUE AS RECENTES PESQUISAS CIENTÍFICAS DESTACAM SOBRE AUTOCUIDADO COM O PÉ DIABÉTICO E SOBRE A ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM COMO AGENTE OTIMIZADOR DA REALIDADE ASSISTENCIAL ESPECIALIZADA. TRATA-SE DE UMA REVISÃO INTEGRATIVA DA LITERATURA REALIZADA NAS BASES DE DADOS MEDLINE, LILACS, BDENF, IBECS, BINACIS E CVSP, A PARTIR DE BUSCA CONTROLADA COM OS DESCRITORES EM CIÊNCIAS DA SAÚDE: “IDOSO”, “ENFERMAGEM”, “PÉ DIABÉTICO”, TOTALIZANDO UMA AMOSTRA DE 14 ARTIGOS, A PARTIR DA TRIAGEM DE 26 DESTES. PARA DEFINIÇÃO DA AMOSTRA, FOI UTILIZADO PROTOCOLO ADAPTADO DE INSTRUMENTO VALIDADO PARA O QUAL HOUVE APLICAÇÃO DAS SEGUINTES VARIÁVEIS: IDENTIFICAÇÃO DO ARTIGO, PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS, INTERVENÇÕES E RESULTADOS. DISPUSERAM-SE OS DADOS DE FORMA DESCRITIVA, PARA MELHOR COMPREENSÃO E POSSIBILIDADE DE APLICAÇÃO DA PRESENTE REVISÃO. DENOTOU-SE QUE AS MULHERES REALIZAM O AUTOCUIDADO COM MAIOR FREQUÊNCIA E DE MANEIRA MAIS CORRETA QUE OS HOMENS. APESAR DE GRANDE PARTE DOS PESQUISADOS REALIZAREM AS TÉCNICAS DE AUTOCUIDADO, AINDA HÁ MUITO QUE SE APRIMORAR."
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO)"
    "area_tematica" => "AT 03: Práticas Clínicas e Terapêuticas direcionadas à Pessoa Idosa"
    "palavra_chave" => "IDOSO, ENFERMAGEM, PÉ DIABÉTICO"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV125_MD1_SA3_ID472_23052019172846.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:52"
    "updated_at" => "2020-06-09 18:53:30"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "JOYCE KELLY ARAÚJO DA SILVA"
    "autor_nome_curto" => "JOYCE KELLY"
    "autor_email" => "joyce_kelly97@live.com"
    "autor_ies" => "UFCG"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-vi-cieh"
    "edicao_nome" => "Anais VI CIEH"
    "edicao_evento" => "VI Congresso Internacional de Envelhecimento Humano"
    "edicao_ano" => 2019
    "edicao_pasta" => "anais/cieh/2019"
    "edicao_logo" => "5e49e780eec9b_16022020220816.png"
    "edicao_capa" => "5ee370c6dba9e_12062020091046.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2019-06-26 00:00:00"
    "publicacao_id" => 10
    "publicacao_nome" => "Anais do Congresso Internacional de Envelhecimento Humano (CIEH)"
    "publicacao_codigo" => "2318-0854"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 54200
    "edicao_id" => 109
    "trabalho_id" => 219
    "inscrito_id" => 472
    "titulo" => "SE NÃO EU, QUEM CUIDARÁ DOS MEUS PÉS? A NEUROPATIA, A PREMISSA DO AUTOCUIDADO E A ENFERMAGEM."
    "resumo" => "DENTRE AS DOENÇAS CRÔNICAS HUMANAS A DIABETES MELLITUS TEM SE CONFIGURADO HÁ MUITOS ANOS COMO UM PROBLEMA DE SAÚDE PÚBLICA, POIS A INCIDÊNCIA DESSA DOENÇA AUMENTA GRADATIVAMENTE, GERANDO GASTOS ONEROSOS COM O TRATAMENTO, ALÉM DOS ALTOS ÍNDICES DE MORBIMORTALIDADE. AS COMPLICAÇÕES DA DIABETES MELLITUS PODEM SER CLASSIFICADAS EM MICROVASCULARES (DOENÇA ARTERIAL CORONARIANA, DOENÇA VASCULAR CEREBRAL E PERIFÉRICA) E MACROVASCULARES (RETINOPATIA, NEFROPATIA E NEUROPATIA); DENTRE ESTAS A MAIS COMUM É A NEUROPATIA PERIFÉRICA, COMUMENTE CARACTERIZADA PELO PÉ DIABÉTICO. O ESTUDO OBJETIVOU DENOTAR O QUE AS RECENTES PESQUISAS CIENTÍFICAS DESTACAM SOBRE AUTOCUIDADO COM O PÉ DIABÉTICO E SOBRE A ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM COMO AGENTE OTIMIZADOR DA REALIDADE ASSISTENCIAL ESPECIALIZADA. TRATA-SE DE UMA REVISÃO INTEGRATIVA DA LITERATURA REALIZADA NAS BASES DE DADOS MEDLINE, LILACS, BDENF, IBECS, BINACIS E CVSP, A PARTIR DE BUSCA CONTROLADA COM OS DESCRITORES EM CIÊNCIAS DA SAÚDE: “IDOSO”, “ENFERMAGEM”, “PÉ DIABÉTICO”, TOTALIZANDO UMA AMOSTRA DE 14 ARTIGOS, A PARTIR DA TRIAGEM DE 26 DESTES. PARA DEFINIÇÃO DA AMOSTRA, FOI UTILIZADO PROTOCOLO ADAPTADO DE INSTRUMENTO VALIDADO PARA O QUAL HOUVE APLICAÇÃO DAS SEGUINTES VARIÁVEIS: IDENTIFICAÇÃO DO ARTIGO, PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS, INTERVENÇÕES E RESULTADOS. DISPUSERAM-SE OS DADOS DE FORMA DESCRITIVA, PARA MELHOR COMPREENSÃO E POSSIBILIDADE DE APLICAÇÃO DA PRESENTE REVISÃO. DENOTOU-SE QUE AS MULHERES REALIZAM O AUTOCUIDADO COM MAIOR FREQUÊNCIA E DE MANEIRA MAIS CORRETA QUE OS HOMENS. APESAR DE GRANDE PARTE DOS PESQUISADOS REALIZAREM AS TÉCNICAS DE AUTOCUIDADO, AINDA HÁ MUITO QUE SE APRIMORAR."
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO)"
    "area_tematica" => "AT 03: Práticas Clínicas e Terapêuticas direcionadas à Pessoa Idosa"
    "palavra_chave" => "IDOSO, ENFERMAGEM, PÉ DIABÉTICO"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV125_MD1_SA3_ID472_23052019172846.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:52"
    "updated_at" => "2020-06-09 18:53:30"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "JOYCE KELLY ARAÚJO DA SILVA"
    "autor_nome_curto" => "JOYCE KELLY"
    "autor_email" => "joyce_kelly97@live.com"
    "autor_ies" => "UFCG"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-vi-cieh"
    "edicao_nome" => "Anais VI CIEH"
    "edicao_evento" => "VI Congresso Internacional de Envelhecimento Humano"
    "edicao_ano" => 2019
    "edicao_pasta" => "anais/cieh/2019"
    "edicao_logo" => "5e49e780eec9b_16022020220816.png"
    "edicao_capa" => "5ee370c6dba9e_12062020091046.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2019-06-26 00:00:00"
    "publicacao_id" => 10
    "publicacao_nome" => "Anais do Congresso Internacional de Envelhecimento Humano (CIEH)"
    "publicacao_codigo" => "2318-0854"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 26 de junho de 2019

Resumo

DENTRE AS DOENÇAS CRÔNICAS HUMANAS A DIABETES MELLITUS TEM SE CONFIGURADO HÁ MUITOS ANOS COMO UM PROBLEMA DE SAÚDE PÚBLICA, POIS A INCIDÊNCIA DESSA DOENÇA AUMENTA GRADATIVAMENTE, GERANDO GASTOS ONEROSOS COM O TRATAMENTO, ALÉM DOS ALTOS ÍNDICES DE MORBIMORTALIDADE. AS COMPLICAÇÕES DA DIABETES MELLITUS PODEM SER CLASSIFICADAS EM MICROVASCULARES (DOENÇA ARTERIAL CORONARIANA, DOENÇA VASCULAR CEREBRAL E PERIFÉRICA) E MACROVASCULARES (RETINOPATIA, NEFROPATIA E NEUROPATIA); DENTRE ESTAS A MAIS COMUM É A NEUROPATIA PERIFÉRICA, COMUMENTE CARACTERIZADA PELO PÉ DIABÉTICO. O ESTUDO OBJETIVOU DENOTAR O QUE AS RECENTES PESQUISAS CIENTÍFICAS DESTACAM SOBRE AUTOCUIDADO COM O PÉ DIABÉTICO E SOBRE A ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM COMO AGENTE OTIMIZADOR DA REALIDADE ASSISTENCIAL ESPECIALIZADA. TRATA-SE DE UMA REVISÃO INTEGRATIVA DA LITERATURA REALIZADA NAS BASES DE DADOS MEDLINE, LILACS, BDENF, IBECS, BINACIS E CVSP, A PARTIR DE BUSCA CONTROLADA COM OS DESCRITORES EM CIÊNCIAS DA SAÚDE: “IDOSO”, “ENFERMAGEM”, “PÉ DIABÉTICO”, TOTALIZANDO UMA AMOSTRA DE 14 ARTIGOS, A PARTIR DA TRIAGEM DE 26 DESTES. PARA DEFINIÇÃO DA AMOSTRA, FOI UTILIZADO PROTOCOLO ADAPTADO DE INSTRUMENTO VALIDADO PARA O QUAL HOUVE APLICAÇÃO DAS SEGUINTES VARIÁVEIS: IDENTIFICAÇÃO DO ARTIGO, PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS, INTERVENÇÕES E RESULTADOS. DISPUSERAM-SE OS DADOS DE FORMA DESCRITIVA, PARA MELHOR COMPREENSÃO E POSSIBILIDADE DE APLICAÇÃO DA PRESENTE REVISÃO. DENOTOU-SE QUE AS MULHERES REALIZAM O AUTOCUIDADO COM MAIOR FREQUÊNCIA E DE MANEIRA MAIS CORRETA QUE OS HOMENS. APESAR DE GRANDE PARTE DOS PESQUISADOS REALIZAREM AS TÉCNICAS DE AUTOCUIDADO, AINDA HÁ MUITO QUE SE APRIMORAR.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.