Artigo Anais VI CIEH

ANAIS de Evento

ISSN: 2318-0854

PERFIL EPIDEMIOLÓGICO DA TUBERCULOSE EM IDOSOS NA PARAÍBA ENTRE OS ANOS DE 2015 A 2018

Palavra-chaves: TUBERCULOSE, IDOSOS, SAÚDE PÚBLICA Comunicação Oral (CO) AT 03: Práticas Clínicas e Terapêuticas direcionadas à Pessoa Idosa Publicado em 26 de junho de 2019

Resumo

INTRODUÇÃO: NO BRASIL, PESSOAS IDOSAS REPRESENTAM 10% DE CASOS NOTIFICADOS DE TUBERCULOSE. OBJETIVO: CARACTERIZAR O PERFIL DA TUBERCULOSE NA PARAÍBA. METODOLOGIA: ESTUDO EPIDEMIOLÓGICO, DESCRITIVO, DE COLETA RETROSPECTIVA, POR MEIO DO DATASUS REFERENTES A TUBERCULOSE NO ESTADO DA PARAÍBA ENTRE OS ANOS DE 2014E 2018. A COLETA DE DADOS FOI ATRAVÉS DO TABNET E AS VARIÁVEIS: SEXO, ESCOLARIDADE, RAÇA, TIPO DE ENTRADA, FORMA, CULTURA DE ESCARRO, 1A E 2A BACILOSCOPIA BEM COMO, 2º E 6º MÊS DE TRATAMENTO E SITUAÇÃO NO ENCERRAMENTO. FOI UTILIZADO O MICROSOFT EXCEL 2010 E LITERATURA PARA ANÁLISE. RESULTADOS: NESTE PERÍODO ANALISADO 908 IDOSOS FORAM DIAGNOSTICADOS COM TUBERCULOSE O QUE CORRESPONDE A 13,95% DO TOTAL DE CASOS NOTIFICADOS, DESTES HOUVE UM PREDOMÍNIO EM IDOSOS DO SEXO MASCULINO (64,87%), DE RAÇA PARDA (64,89%), COM ENSINO FUNDAMENTAL INCOMPLETO DA 1ª A 4ª SÉRIE (20,37%), OS CASOS NOVOS FORMARAM O PRINCIPAL TIPO DE ENTRADA (84,36%), A FORMA PULMONAR PREVALECEU ENTRE OS IDOSOS (87,78%), O RESULTADO POSITIVO FOI ENCONTRADO EM 51,65% NA PRIMEIRA BACILOSCOPIA DE ESCARRO, A SITUAÇÃO DE ENCERRAMENTO DOS CASOS HOUVE PREDOMINÂNCIA DA CURA EM 45,04%. CONCLUSÃO: OS RESULTADOS EVIDENCIAM A IMPORTÂNCIA DE CONSIDERAR OS IDOSOS VULNERÁVEIS À TUBERCULOSE COM PREDOMINÂNCIA DA FORMA PULMONAR, O QUE NOS REMETE A IMPORTÂNCIA DE AÇÕES E BUSCA ATIVA DOS SINTOMÁTICOS RESPIRATÓRIOS, VISANDO IMPEDIR A DISSEMINAÇÃO DA DOENÇA.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.