Artigo Anais VI CIEH

ANAIS de Evento

ISSN: 2318-0854

PREVALÊNCIA DE DOENÇAS CRÔNICAS EM MULHERES IDOSAS RESIDENTES NO INTERIOR DO RIO GRANDE DO NORTE

Palavra-chaves: SAÚDE DO IDOSO, PREVALÊNCIA, MORBIDADE, ENVELHECIMENTO Pôster (PO) AT 03: Práticas Clínicas e Terapêuticas direcionadas à Pessoa Idosa Publicado em 26 de junho de 2019

Resumo

INTRODUÇÃO: O ENVELHECIMENTO POPULACIONAL É UMA REALIDADE MUNDIAL E NO BRASIL ESSE PROCESSO OCORRE DE FORMAR ACELERADA. COM O INCREMENTO DO NÚMERO DE IDOSOS, HÁ UMA FORTE TENDÊNCIA AS CONDIÇÕES ADVERSAS À SAÚDE SE TORNEM CADA VEZ MAIS PREVALENTES, O QUE POR SUA VEZ INFLUENCIAM DIRETAMENTE NA QUALIDADE DE VIDA DESSA POPULAÇÃO, DEMANDANDO AINDA ALTOS CUSTOS AO SISTEMA DE SAÚDE. AS MULHERES ATINGEM IDADES MAIS AVANÇADAS DO QUE OS HOMENS, E CONVIVEM MAIS TEMPO COM DOENÇAS CRÔNICAS, FAVORECENDO O SURGIMENTO DE INCAPACIDADES. OBJETIVO: O PRESENTE ESTUDO ANALISOU A PREVALÊNCIA DE DOENÇAS CRÔNICAS EM UMA AMOSTRA DE MULHERES IDOSAS RESIDENTES NO INTERIOR NO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE. MÉTODOS: FOI EMPREENDIDO UM ESTUDO OBSERVACIONAL TRANSVERSAL DE CARÁTER DESCRITIVO COM MULHERES COM IDADE ENTRE 41 E 80 ANOS, DOMICILIADAS NO MUNICÍPIO DE SANTA CRUZ/RN. AS PARTICIPANTES FORAM AVALIADAS POR MEIO DE QUESTIONÁRIO ESTRUTURADO, NO PERÍODO DE ABRIL A AGOSTO DE 2016. RESULTADOS: 109 MULHERES IDOSAS COM MÉDIA DE IDADE 69,9 ANOS (±6,2) FORAM AVALIADAS. COM RELAÇÃO A PREVALÊNCIA DE DOENÇAS CRÔNICAS, UMA PORCENTAGEM EXPRESSIVA APRESENTOU HIPERTENSÃO ARTERIAL SISTÊMICA (66,1%), 33% DIABETES TIPO 2 E 15,6% RELATOU TER ALGUMA PATOLOGIA CARDÍACA. APROXIMADAMENTE 30% RELATOU TER DEPRESSÃO, 22,9% LABIRINTITE, 35,8% OSTEOPOROSE E 27,5% ARTRITE OU ARTROSE. CONCLUSÃO: OBSERVOU-SE UMA ALTA PREVALÊNCIA DE DOENÇAS CRÔNICAS EM MULHERES IDOSAS RESIDENTES NO INTERIOR DO RIO GRANDE DO NORTE, ENTRE AS QUAIS DESTACA-SE A ALTA PREVALÊNCIA HIPERTENSÃO ARTERIAL SISTÊMICA, DIABETES TIPO 2 E DEPRESSÃO.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.