Artigo Anais VI CIEH

ANAIS de Evento

ISSN: 2318-0854

AVALIAÇÃO DA ANSIEDADE NO PÓS-OPERATÓRIO DE IDOSOS SUBMETIDOS À CIRURGIA ELETIVA

Palavra-chaves: ANSIEDADE, IDOSO, CIRURGIA, PERFIL DE SAÚDE, PERFIL DE SAÚDE Pôster (PO) AT 02: Doenças Biopsicossociais no Processo de Envelhecimento
"2019-06-26 00:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1639
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 53290
    "edicao_id" => 109
    "trabalho_id" => 375
    "inscrito_id" => 2510
    "titulo" => "AVALIAÇÃO DA ANSIEDADE NO PÓS-OPERATÓRIO DE IDOSOS SUBMETIDOS À CIRURGIA ELETIVA"
    "resumo" => "A ANSIEDADE É UM SENTIMENTO COMUM ENTRE A MAIORIA DOS PACIENTES QUE IRÃO SE SUBMETER A ALGUM PROCEDIMENTO CIRÚRGICO E MERECE A DEVIDA ATENÇÃO DA EQUIPE DE SAÚDE, POIS ELA PODE INFLUENCIAR DE FORMA NEGATIVA NA RESPOSTA DO PACIENTE AO TRATAMENTO E CAUSAR EFEITOS INDESEJÁVEIS NO PERÍODO PÓS-CIRÚRGICO. ESTE ESTUDO TEM COMO OBJETIVO DESCREVER O NÍVEL DE ANSIEDADE EM IDOSOS SUBMETIDOS A PROCEDIMENTOS CIRÚRGICOS EM UM HOSPITAL PÚBLICO DE UMA CAPITAL DO NORDESTE. TRATA-SE DE ESTUDO COM ABORDAGEM DESCRITIVA, EXPLORATÓRIA E TRANSVERSAL REALIZADO COM PACIENTES CIRURGIADOS ATENDIDOS EM UM HOSPITAL PÚBLICO LOCALIZADO EM CAPITAL DO NORDESTE BRASILEIRO. FOI POSSÍVEL VERIFICAR QUE A ANSIEDADE ESTÁ MUITO PRESENTE NO PÓS-OPERATÓRIO DE IDOSOS SUBMETIDOS A CIRURGIAS ELETIVAS. A ANSIEDADE BAIXA E MÉDIA ACOMETEM AMBOS OS SEXOS, SENDO MAIS PRESENTE EM MULHERES, COM A MÉDIA DE IDADE ENTRE 60 A 80 ANOS, A MAIORIA SÃO DONAS DE CASA, QUE SOBREVIVEM COM MENOS DE UM SALÁRIO MÍNIMO MENSAL; MAIS DA METADE DESSES IDOSOS APRESENTARAM COMORBIDADES, COMO A HIPERTENSÃO ARTERIAL, A CIRURGIA COM MAIOR NÍVEL DE ANSIEDADE FOI A COLECISTECTOMIA, E O TIPO DE ANESTESIA FOI A GERAL. A EQUIPE MULTIPROFISSIONAL DEVE ESTAR ALERTA PARA IDENTIFICAR OS NÍVEIS DE ANSIEDADE NOS PACIENTES NO PÓS-OPERATÓRIO, UMA VEZ QUE ELES INFLUENCIAM NO PROCESSO DE RECUPERAÇÃO E AUTOCUIDADO APÓS A ALTA.  ALGUMAS ESTRATÉGIAS QUE OS PROFISSIONAIS PODEM UTILIZAR PARA TENTAR REDUZIR O NÍVEL DE ANSIEDADE DOS PACIENTES: ORIENTAÇÕES SOBRE AUTOCUIDADO ORAIS E ESCRITAS E A PSICOPROFILAXIA CIRÚRGICA."
    "modalidade" => "Pôster (PO)"
    "area_tematica" => "AT 02: Doenças Biopsicossociais no Processo de Envelhecimento"
    "palavra_chave" => "ANSIEDADE, IDOSO, CIRURGIA, PERFIL DE SAÚDE, PERFIL DE SAÚDE"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV125_MD4_SA2_ID2510_26052019165015.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:51"
    "updated_at" => "2020-06-09 18:53:28"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "VANESSA CARLA DO NASCIMENTO GOMES BRITO"
    "autor_nome_curto" => "VANESSA BRITO "
    "autor_email" => "vanessacarlabrito@gmail.c"
    "autor_ies" => "UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA - UFPB"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-vi-cieh"
    "edicao_nome" => "Anais VI CIEH"
    "edicao_evento" => "VI Congresso Internacional de Envelhecimento Humano"
    "edicao_ano" => 2019
    "edicao_pasta" => "anais/cieh/2019"
    "edicao_logo" => "5e49e780eec9b_16022020220816.png"
    "edicao_capa" => "5ee370c6dba9e_12062020091046.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2019-06-26 00:00:00"
    "publicacao_id" => 10
    "publicacao_nome" => "Anais do Congresso Internacional de Envelhecimento Humano (CIEH)"
    "publicacao_codigo" => "2318-0854"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 53290
    "edicao_id" => 109
    "trabalho_id" => 375
    "inscrito_id" => 2510
    "titulo" => "AVALIAÇÃO DA ANSIEDADE NO PÓS-OPERATÓRIO DE IDOSOS SUBMETIDOS À CIRURGIA ELETIVA"
    "resumo" => "A ANSIEDADE É UM SENTIMENTO COMUM ENTRE A MAIORIA DOS PACIENTES QUE IRÃO SE SUBMETER A ALGUM PROCEDIMENTO CIRÚRGICO E MERECE A DEVIDA ATENÇÃO DA EQUIPE DE SAÚDE, POIS ELA PODE INFLUENCIAR DE FORMA NEGATIVA NA RESPOSTA DO PACIENTE AO TRATAMENTO E CAUSAR EFEITOS INDESEJÁVEIS NO PERÍODO PÓS-CIRÚRGICO. ESTE ESTUDO TEM COMO OBJETIVO DESCREVER O NÍVEL DE ANSIEDADE EM IDOSOS SUBMETIDOS A PROCEDIMENTOS CIRÚRGICOS EM UM HOSPITAL PÚBLICO DE UMA CAPITAL DO NORDESTE. TRATA-SE DE ESTUDO COM ABORDAGEM DESCRITIVA, EXPLORATÓRIA E TRANSVERSAL REALIZADO COM PACIENTES CIRURGIADOS ATENDIDOS EM UM HOSPITAL PÚBLICO LOCALIZADO EM CAPITAL DO NORDESTE BRASILEIRO. FOI POSSÍVEL VERIFICAR QUE A ANSIEDADE ESTÁ MUITO PRESENTE NO PÓS-OPERATÓRIO DE IDOSOS SUBMETIDOS A CIRURGIAS ELETIVAS. A ANSIEDADE BAIXA E MÉDIA ACOMETEM AMBOS OS SEXOS, SENDO MAIS PRESENTE EM MULHERES, COM A MÉDIA DE IDADE ENTRE 60 A 80 ANOS, A MAIORIA SÃO DONAS DE CASA, QUE SOBREVIVEM COM MENOS DE UM SALÁRIO MÍNIMO MENSAL; MAIS DA METADE DESSES IDOSOS APRESENTARAM COMORBIDADES, COMO A HIPERTENSÃO ARTERIAL, A CIRURGIA COM MAIOR NÍVEL DE ANSIEDADE FOI A COLECISTECTOMIA, E O TIPO DE ANESTESIA FOI A GERAL. A EQUIPE MULTIPROFISSIONAL DEVE ESTAR ALERTA PARA IDENTIFICAR OS NÍVEIS DE ANSIEDADE NOS PACIENTES NO PÓS-OPERATÓRIO, UMA VEZ QUE ELES INFLUENCIAM NO PROCESSO DE RECUPERAÇÃO E AUTOCUIDADO APÓS A ALTA.  ALGUMAS ESTRATÉGIAS QUE OS PROFISSIONAIS PODEM UTILIZAR PARA TENTAR REDUZIR O NÍVEL DE ANSIEDADE DOS PACIENTES: ORIENTAÇÕES SOBRE AUTOCUIDADO ORAIS E ESCRITAS E A PSICOPROFILAXIA CIRÚRGICA."
    "modalidade" => "Pôster (PO)"
    "area_tematica" => "AT 02: Doenças Biopsicossociais no Processo de Envelhecimento"
    "palavra_chave" => "ANSIEDADE, IDOSO, CIRURGIA, PERFIL DE SAÚDE, PERFIL DE SAÚDE"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV125_MD4_SA2_ID2510_26052019165015.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:51"
    "updated_at" => "2020-06-09 18:53:28"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "VANESSA CARLA DO NASCIMENTO GOMES BRITO"
    "autor_nome_curto" => "VANESSA BRITO "
    "autor_email" => "vanessacarlabrito@gmail.c"
    "autor_ies" => "UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA - UFPB"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-vi-cieh"
    "edicao_nome" => "Anais VI CIEH"
    "edicao_evento" => "VI Congresso Internacional de Envelhecimento Humano"
    "edicao_ano" => 2019
    "edicao_pasta" => "anais/cieh/2019"
    "edicao_logo" => "5e49e780eec9b_16022020220816.png"
    "edicao_capa" => "5ee370c6dba9e_12062020091046.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2019-06-26 00:00:00"
    "publicacao_id" => 10
    "publicacao_nome" => "Anais do Congresso Internacional de Envelhecimento Humano (CIEH)"
    "publicacao_codigo" => "2318-0854"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 26 de junho de 2019

Resumo

A ANSIEDADE É UM SENTIMENTO COMUM ENTRE A MAIORIA DOS PACIENTES QUE IRÃO SE SUBMETER A ALGUM PROCEDIMENTO CIRÚRGICO E MERECE A DEVIDA ATENÇÃO DA EQUIPE DE SAÚDE, POIS ELA PODE INFLUENCIAR DE FORMA NEGATIVA NA RESPOSTA DO PACIENTE AO TRATAMENTO E CAUSAR EFEITOS INDESEJÁVEIS NO PERÍODO PÓS-CIRÚRGICO. ESTE ESTUDO TEM COMO OBJETIVO DESCREVER O NÍVEL DE ANSIEDADE EM IDOSOS SUBMETIDOS A PROCEDIMENTOS CIRÚRGICOS EM UM HOSPITAL PÚBLICO DE UMA CAPITAL DO NORDESTE. TRATA-SE DE ESTUDO COM ABORDAGEM DESCRITIVA, EXPLORATÓRIA E TRANSVERSAL REALIZADO COM PACIENTES CIRURGIADOS ATENDIDOS EM UM HOSPITAL PÚBLICO LOCALIZADO EM CAPITAL DO NORDESTE BRASILEIRO. FOI POSSÍVEL VERIFICAR QUE A ANSIEDADE ESTÁ MUITO PRESENTE NO PÓS-OPERATÓRIO DE IDOSOS SUBMETIDOS A CIRURGIAS ELETIVAS. A ANSIEDADE BAIXA E MÉDIA ACOMETEM AMBOS OS SEXOS, SENDO MAIS PRESENTE EM MULHERES, COM A MÉDIA DE IDADE ENTRE 60 A 80 ANOS, A MAIORIA SÃO DONAS DE CASA, QUE SOBREVIVEM COM MENOS DE UM SALÁRIO MÍNIMO MENSAL; MAIS DA METADE DESSES IDOSOS APRESENTARAM COMORBIDADES, COMO A HIPERTENSÃO ARTERIAL, A CIRURGIA COM MAIOR NÍVEL DE ANSIEDADE FOI A COLECISTECTOMIA, E O TIPO DE ANESTESIA FOI A GERAL. A EQUIPE MULTIPROFISSIONAL DEVE ESTAR ALERTA PARA IDENTIFICAR OS NÍVEIS DE ANSIEDADE NOS PACIENTES NO PÓS-OPERATÓRIO, UMA VEZ QUE ELES INFLUENCIAM NO PROCESSO DE RECUPERAÇÃO E AUTOCUIDADO APÓS A ALTA. ALGUMAS ESTRATÉGIAS QUE OS PROFISSIONAIS PODEM UTILIZAR PARA TENTAR REDUZIR O NÍVEL DE ANSIEDADE DOS PACIENTES: ORIENTAÇÕES SOBRE AUTOCUIDADO ORAIS E ESCRITAS E A PSICOPROFILAXIA CIRÚRGICA.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.