Artigo Anais CONACIS

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-0186

Visualizações: 248
AÇÃO DE PROMOÇÃO DA SAÚDE NO HOSPITAL DOS PESCADORES – NATAL/RN: INICIATIVA DE PREVENÇÃO DE DOENÇAS PARA O CARNAVAL.

Palavra-chaves: PROMOÇÃO DA SAÚDE, AÇÃO EDUCATIVA, INFECÇÕES SEXUALMENTE TRANSMISSÍVEIS Relato de Experiência(RE) Saúde Coletiva

Resumo

O carnaval é tempo de alegria e diversão, contudo é bom ficar atento para a prevenção contra as Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs), em especial o HIV/AIDS e hepatites. Pensando nisso, o núcleo de epidemiologia do Hospital dos Pescadores (HOSPESC), juntamente com estagiarias do curso de Gestão em Sistemas e Serviços de Saúde da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, promoveu no dia 28 de fevereiro de 2014, uma ação educativa e de promoção da saúde para o período do carnaval. As atividades foram realizadas em todos os setores do HOSPESC, tanto da urgência e emergência, quanto o da clínica médica, das 8:00h ás 17:00h. A iniciativa foi direcionada a profissionais, pacientes e acompanhantes os quais se encontravam no hospital. A ação tinha por objetivo atentar para a importância da prevenção contra o HIV, outras DSTs e Hepatites, além de estimular o uso de métodos preventivos, identificar e divulgar as Unidades Básicas de Saúde que realizariam testes rápidos de doenças sexualmente transmissíveis durante o carnaval. Ocorreu para tal ação, confecção de cartazes e murais educativos, os quais foram fixados nas paredes do hospital; distribuição de preservativos (masculinos e femininos) e sachês de gel lubrificantes, anexados à informativos sobre a importância do uso da camisinha; e palestras educativas na recepção do hospital. Além do aprendizado e desenvolvimento profissional, a ação proporcionou às futuras gestoras acompanhar o trabalho e o cuidado do Ministério da Saúde, juntamente com a secretaria municipal e o HOSPESC em divulgar e distribuir meios de prevenção, para que a população diminua cada dia mais os índices de ISTs na sociedade. Também chamou a atenção o fato de uma ação educativa, de promoção da saúde, ser realizada dentro de um ambiente historicamente conhecido como curativista e medicalizante, rompendo, dessa maneira, com a falsa cultura existente de que só se promove saúde na atenção básica.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.