Artigo Anais CONACIS

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-0186

Visualizações: 207
ABORDAGEM FISIOTERAPEUTICA NO TRAUMA RAQUIMEDULAR

Palavra-chaves: FISIOTERAPIA, TRAUMA RAQUIMEDULAR, ABORDAGEM Pôster (PO) Fisioterapia

Resumo

INTRODUÇÃO: A lesão medular afeta aproximadamente de 900 a 1000 indivíduos por milhão, na população geral, devido a fatores como: acidentes com veículos motorizados, quedas, acidentes de trabalho ou esportivos (principalmente aquáticos), e outros decorrentes de ferimento por armas de fogo ou armas brancas. A medula espinhal pode ser lesada por traumatismo, corpos estranhos ou por determinados processos relacionados a uma vascularização deficiente, levando à uma isquemia, hipóxia causando danos aos axônios. É essencial para a reabilitação do paciente lesado raquimedular a intervenção fisioterapêutica precoce que deve iniciar-se na chegada ao hospital, seja no pronto atendimento, na enfermaria ou na unidade de terapia intensiva (UTI). A fisioterapia evita ou ameniza efeitos deletérios da imobilidade por meio da cinesioterapia, sendo a mobilização precoce, os exercícios terapêuticos e o treinamento funcional, os métodos mais utilizados. OBJETIVOS: A presente pesquisa tem por objetivo apresentar a visão da fisioterapia motora no tratamento da dor no tratamento raquimedular. METODOLOGIA: Trata-se de uma pesquisa qualitativa do tipo exploratória, realizada a partir de uma revisão integrativa da literatura nas principais bases de dados, a saber: Biblioteca Virtual em Saúde, Scientific Electronic Library Online (SciELO). Os critérios considerados foram artigos publicados em português, exclusão de textos coincidentes, que não disponibilizassem o conteúdo completo e que não fizessem referência direta ao tema. Foram analisados 15 artigos entre os anos de 2002 a 2012 nos quais foram extraídas todas as informações referentes aos benefícios da fisioterapia em pacientes acometidos por lesão medular traumática, realizando uma análise qualitativa dos artigos selecionados, confrontando-os de modo a extrair as convergências e divergências do tema abordado. Discussão e Resultados: Segundo os artigos analisados observou-se que os principais objetivos da fisioterapia em pacientes com lesão medular traumática são evitar as complicações da lesão, promover independência em termos de alimentação e ingestão de líquidos, restabelecerem o controle da bexiga e intestino, proporcionar maior mobilidade em sentar e sair da cadeira de rodas além de promover o retorno às atividades laborais e se possível, dependendo do nível da lesão, o retorno da marcha. Considerações Finais: Diante do trabalho realizado é possível concluir que a fisioterapia tem um papel fundamental no tratamento de lesados medulares traumáticos aumentando a força muscular dos membros afetados proporcionando uma maior independência funcional para as atividades diárias desses pacientes, além de melhorar a incontinência urinária e fecal. Ela pode atuar também em pacientes com trauma raquimedular que estejam em leitos de hospitais através da fisioterapia respiratória, promovendo uma melhor qualidade de vida.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.