Artigo Anais CONACIS

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-0186

Visualizações: 212
PERCEPÇÃO DE PUÉRPERAS QUANTO A IMPORTÂNCIA DO ALEITAMENTO MATERNO EM MATERNIDADE.

Palavra-chaves: ENFERMAGEM, PUERPÉRIO, ALEITAMENTO MATERNO Pôster (PO) Enfermagem Publicado em 09 de abril de 2014

Resumo

Introdução: O ato de amamentar é uma prática milenar desempenhada pelas gerações que nos antecedem e que ao longo da história da humanidade, ocorrem às desmistificações e os incentivos a promoção do aleitamento materno exclusivo. Porém, apesar do aumento das taxas de aleitamento materno, no Brasil, existe uma forte tendência ao desmame precoce, e o número de crianças amamentadas, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS) ainda é inferior ao recomendado. Método: estudo descritivo transversal, exploratório com abordagem quantitativa dos dados. Objetivo: verificar a percepção das puérperas quanto à importância do aleitamento materno em uma maternidade na cidade do Recife. A amostra não probabilística por conveniência de 40 puérperas, definida por critérios de acessibilidade, as quais foram submetidas a um questionário composto por 29 itens, após a aprovação do projeto de pesquisa pelo Comitê de Ética do Hospital Agamenon Magalhães CAEE: 0027.0.236.000.11. Os dados foram organizados, dispostos no programa Excel e submetidos à análise estatística elementar, considerando números absolutos e valores percentuais. Resultados: foram observados que 65% das puérperas eram casadas, 57,5% encontravam-se na faixa etária de 23-26 anos de idade, caracterizando 50% da amostra compostas por primigestas. Quanto à percepção sobre a importância do leite materno foi encontrado um percentual de 97,5% das que afirmaram possuir, dentre esse percentual 49% descreveu que tal importância está relacionada aos benefícios que o leite materno oferece a saúde da criança. Conclusão: esses resultados mostram-se extremamente relevantes para conhecermos as percepções e os paradigmas culturais e sociais das puerperais. Os mesmos atuam como fatores comprometedores da amamentação ainda no período de conscientização realizada nas consultas de pré-natal, posteriormente na maternidade e no pós parto. Esse momento se caracteriza como um divisor de águas para a adesão ao aleitamento exclusivo, possibilitando a identificação dos principais aspectos que interferem na prática do aleitamento materno e, assim, possibilitar os profissionais de saúde a desenvolver novas estratégias na construção de ações de educação em saúde e em seguida implementá-las na assistência de enfermagem que está associada aos valores e as diversas dimensões que compõem essa vivência. Descritores: Enfermagem. Puerpério. Aleitamento Materno.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.