Artigo Anais V CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

ACESSIBILIDADE COMO PORTA PARA UM NOVO OLHAR: A EXPERIÊNCIA DO BOLSISTA TRADUTOR/INTÉRPRETE DA LÍNGUA DE SINAIS

Palavra-chaves: INTÉRPRETE E TRADUTOR, LIBRAS, EDUCAÇÃO, UNIVERSIDADE, UNIVERSIDADE Comunicação Oral (CO) GT 11. Inclusão, Direitos Humanos e Interculturalidade
"2018-10-17 00:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1639
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 46223
    "edicao_id" => 101
    "trabalho_id" => 1940
    "inscrito_id" => 5767
    "titulo" => "ACESSIBILIDADE COMO PORTA PARA UM NOVO OLHAR: A EXPERIÊNCIA DO BOLSISTA TRADUTOR/INTÉRPRETE DA LÍNGUA DE SINAIS"
    "resumo" => "O presente trabalho tem como enfoque evidenciar o trabalho que supri a necessidade de profissionais intérpretes tradutores da língua brasileira de sinais na universidade, serviço este prestado através de uma bolsa de apoio acadêmico que assegura o pleno desenvolvimento realizado pelo estudante em questão. A pesquisa teve como objetivo evidenciar as atividades que esses bolsistas realizem junto aos professores surdos e o técnico de interpretação. Como metodologia, buscamos em Gil (2007), Minayo (2007) e Trivinõs (1987), um caráter de cunho qualitativo advindo de leitura em referências bibliográficas que nos serviu como aporte teórico para a elaboração deste trabalho. Ospina (1990) nos traz como a universidade se constrói a partir da década de 90 e como ainda hoje esse molde se tornou tão atual em suas atividades de pesquisa e extensão. E por fim e de grande ressalva, A lei do tradutor e Intérprete de Libras (2010), a Lei de Libras (2002), o Decreto desta lei (2005), a LDB (1996) e a Lei Brasileira de Inclusão (2015), que nos assegura o pleno direito assegurado por lei de aspectos importantes para a sociedade, como o direito à educação e garantia de acessibilidade aos mais diversos níveis de conhecimento, trabalho e convívio social. A pesquisa relata de forma sucinta um trabalho desenvolvido pela experiência de ainda graduandos, exercendo acessibilidade a que mais precisa e com isso construindo uma universidade plural, justa e inclusiva."
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO)"
    "area_tematica" => "GT 11. Inclusão, Direitos Humanos e Interculturalidade"
    "palavra_chave" => "INTÉRPRETE E TRADUTOR, LIBRAS, EDUCAÇÃO, UNIVERSIDADE, UNIVERSIDADE"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV117_MD1_SA11_ID5767_09092018125844.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:30"
    "updated_at" => "2020-06-10 11:33:53"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "JULYANE BRUNNA FERREIRA MACIEL"
    "autor_nome_curto" => "JULYANE MACIEL"
    "autor_email" => "julyane.maciel2@gmail.com"
    "autor_ies" => null
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-v-conedu"
    "edicao_nome" => "Anais V CONEDU"
    "edicao_evento" => "V Congresso Nacional de Educação"
    "edicao_ano" => 2018
    "edicao_pasta" => "anais/conedu/2018"
    "edicao_logo" => "5e4a040030b34_17022020000952.jpg"
    "edicao_capa" => "5e4a040030246_17022020000952.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2018-10-17 00:00:00"
    "publicacao_id" => 19
    "publicacao_nome" => "Anais CONEDU"
    "publicacao_codigo" => "2358-8829"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 46223
    "edicao_id" => 101
    "trabalho_id" => 1940
    "inscrito_id" => 5767
    "titulo" => "ACESSIBILIDADE COMO PORTA PARA UM NOVO OLHAR: A EXPERIÊNCIA DO BOLSISTA TRADUTOR/INTÉRPRETE DA LÍNGUA DE SINAIS"
    "resumo" => "O presente trabalho tem como enfoque evidenciar o trabalho que supri a necessidade de profissionais intérpretes tradutores da língua brasileira de sinais na universidade, serviço este prestado através de uma bolsa de apoio acadêmico que assegura o pleno desenvolvimento realizado pelo estudante em questão. A pesquisa teve como objetivo evidenciar as atividades que esses bolsistas realizem junto aos professores surdos e o técnico de interpretação. Como metodologia, buscamos em Gil (2007), Minayo (2007) e Trivinõs (1987), um caráter de cunho qualitativo advindo de leitura em referências bibliográficas que nos serviu como aporte teórico para a elaboração deste trabalho. Ospina (1990) nos traz como a universidade se constrói a partir da década de 90 e como ainda hoje esse molde se tornou tão atual em suas atividades de pesquisa e extensão. E por fim e de grande ressalva, A lei do tradutor e Intérprete de Libras (2010), a Lei de Libras (2002), o Decreto desta lei (2005), a LDB (1996) e a Lei Brasileira de Inclusão (2015), que nos assegura o pleno direito assegurado por lei de aspectos importantes para a sociedade, como o direito à educação e garantia de acessibilidade aos mais diversos níveis de conhecimento, trabalho e convívio social. A pesquisa relata de forma sucinta um trabalho desenvolvido pela experiência de ainda graduandos, exercendo acessibilidade a que mais precisa e com isso construindo uma universidade plural, justa e inclusiva."
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO)"
    "area_tematica" => "GT 11. Inclusão, Direitos Humanos e Interculturalidade"
    "palavra_chave" => "INTÉRPRETE E TRADUTOR, LIBRAS, EDUCAÇÃO, UNIVERSIDADE, UNIVERSIDADE"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV117_MD1_SA11_ID5767_09092018125844.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:30"
    "updated_at" => "2020-06-10 11:33:53"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "JULYANE BRUNNA FERREIRA MACIEL"
    "autor_nome_curto" => "JULYANE MACIEL"
    "autor_email" => "julyane.maciel2@gmail.com"
    "autor_ies" => null
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-v-conedu"
    "edicao_nome" => "Anais V CONEDU"
    "edicao_evento" => "V Congresso Nacional de Educação"
    "edicao_ano" => 2018
    "edicao_pasta" => "anais/conedu/2018"
    "edicao_logo" => "5e4a040030b34_17022020000952.jpg"
    "edicao_capa" => "5e4a040030246_17022020000952.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2018-10-17 00:00:00"
    "publicacao_id" => 19
    "publicacao_nome" => "Anais CONEDU"
    "publicacao_codigo" => "2358-8829"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 17 de outubro de 2018

Resumo

O presente trabalho tem como enfoque evidenciar o trabalho que supri a necessidade de profissionais intérpretes tradutores da língua brasileira de sinais na universidade, serviço este prestado através de uma bolsa de apoio acadêmico que assegura o pleno desenvolvimento realizado pelo estudante em questão. A pesquisa teve como objetivo evidenciar as atividades que esses bolsistas realizem junto aos professores surdos e o técnico de interpretação. Como metodologia, buscamos em Gil (2007), Minayo (2007) e Trivinõs (1987), um caráter de cunho qualitativo advindo de leitura em referências bibliográficas que nos serviu como aporte teórico para a elaboração deste trabalho. Ospina (1990) nos traz como a universidade se constrói a partir da década de 90 e como ainda hoje esse molde se tornou tão atual em suas atividades de pesquisa e extensão. E por fim e de grande ressalva, A lei do tradutor e Intérprete de Libras (2010), a Lei de Libras (2002), o Decreto desta lei (2005), a LDB (1996) e a Lei Brasileira de Inclusão (2015), que nos assegura o pleno direito assegurado por lei de aspectos importantes para a sociedade, como o direito à educação e garantia de acessibilidade aos mais diversos níveis de conhecimento, trabalho e convívio social. A pesquisa relata de forma sucinta um trabalho desenvolvido pela experiência de ainda graduandos, exercendo acessibilidade a que mais precisa e com isso construindo uma universidade plural, justa e inclusiva.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.