Artigo Anais V CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

A HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO INFANTIL: OS RUMOS DA EDUCAÇÃO INFANTIL NO BRASIL

Palavra-chaves: EDUCAÇÃO INFANTIL, POLÍTICA EDUCACIONAL, INFÂNCIA NO BRASIL, HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO Comunicação Oral (CO) GT 09. Educação Infantil
"2018-10-17 00:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1639
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 45842
    "edicao_id" => 101
    "trabalho_id" => 3149
    "inscrito_id" => 7801
    "titulo" => "A HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO INFANTIL: OS RUMOS DA EDUCAÇÃO INFANTIL NO BRASIL"
    "resumo" => """
      O objetivo deste artigo é analisar e discutir de forma crítica como se deu historicamente o atendimento à crianças, seus progressos e retrocessos em nível Brasil. \r\n
      Com o olhar voltado para a compreensão do passado se torna possível atuar de forma dinâmica frente aos desafios da sociedade atual. \r\n
      Trata-se de uma pesquisa de cunho bibliográfico e legal tomando por base o método histórico que aborda, em primeiro plano, como o conceito de infância foi construído historicamente. É importante ressaltar que a atenção à infância no Brasil foi, nos primórdios, reflexo da atenção dada as crianças da Europa onde se originaram as primeiras instituições de atendimento a criança no mundo. E sucessivamente surgiram as escolas infantis no Brasil que sofreram, no decorrer dos tempos, diversas mudanças desde o assistencialismo, a custódia e a privação social até a função educativa e a Base Nacional Comum Curricular (BNCC) da Educação Infantil.  \r\n
      O estudo indicou constatações de que houve um grande avanço da legislação quando a sociedade reconheceu histórica e politicamente a criança como cidadã, como sujeitos de direitos inclusive de educação de qualidade desde o nascimento. Foram abordados: A Constituição Federal de 1988, os movimentos sociais e políticos na direção de democratizar o direito do acesso à Escola a todas as crianças de zero à cinco anos de idade, as contribuições de estudiosos como Rosseau, Pestalozzi (1782), Froebel (1782) e Decroly (1871) que  apontaram caminhos entre as relações de Concepção de Infância presentes em cada época e a criação das Instituições Educativas a fim de atender a demanda de crianças por motivos adversos. A Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional de 2006 que assegurou o direito de crianças de 0 a 6 anos a serem atendidas em creche e Pré-Escolas, a Emenda Constituicional 053/2006 que definiu a Educação Infantil como etapa voltada para o atendimento das crianças de zero à cinco anos e a Emenda Constititucional 059/2009 que tornou obrigatório o acesso à escola para todas as crianças a partir de 4 anos de idade. Por fim os estudos para implementação do Currículo para a Educação Infantil através da BNCC (Base Nacional Comum Curricular) da Educação Infantil bem como as Políticas Educacionais voltadas para a Infância no Brasil
      """
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO)"
    "area_tematica" => "GT 09. Educação Infantil"
    "palavra_chave" => "EDUCAÇÃO INFANTIL, POLÍTICA EDUCACIONAL, INFÂNCIA NO BRASIL, HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV117_MD1_SA9_ID7801_11092018000807.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:29"
    "updated_at" => "2020-06-10 11:33:52"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "ZILDENE MEGDA DE SOUSA "
    "autor_nome_curto" => "ZILDENE"
    "autor_email" => "zilcampaneli@bol.com.br"
    "autor_ies" => ""
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-v-conedu"
    "edicao_nome" => "Anais V CONEDU"
    "edicao_evento" => "V Congresso Nacional de Educação"
    "edicao_ano" => 2018
    "edicao_pasta" => "anais/conedu/2018"
    "edicao_logo" => "5e4a040030b34_17022020000952.jpg"
    "edicao_capa" => "5e4a040030246_17022020000952.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2018-10-17 00:00:00"
    "publicacao_id" => 19
    "publicacao_nome" => "Anais CONEDU"
    "publicacao_codigo" => "2358-8829"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 45842
    "edicao_id" => 101
    "trabalho_id" => 3149
    "inscrito_id" => 7801
    "titulo" => "A HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO INFANTIL: OS RUMOS DA EDUCAÇÃO INFANTIL NO BRASIL"
    "resumo" => """
      O objetivo deste artigo é analisar e discutir de forma crítica como se deu historicamente o atendimento à crianças, seus progressos e retrocessos em nível Brasil. \r\n
      Com o olhar voltado para a compreensão do passado se torna possível atuar de forma dinâmica frente aos desafios da sociedade atual. \r\n
      Trata-se de uma pesquisa de cunho bibliográfico e legal tomando por base o método histórico que aborda, em primeiro plano, como o conceito de infância foi construído historicamente. É importante ressaltar que a atenção à infância no Brasil foi, nos primórdios, reflexo da atenção dada as crianças da Europa onde se originaram as primeiras instituições de atendimento a criança no mundo. E sucessivamente surgiram as escolas infantis no Brasil que sofreram, no decorrer dos tempos, diversas mudanças desde o assistencialismo, a custódia e a privação social até a função educativa e a Base Nacional Comum Curricular (BNCC) da Educação Infantil.  \r\n
      O estudo indicou constatações de que houve um grande avanço da legislação quando a sociedade reconheceu histórica e politicamente a criança como cidadã, como sujeitos de direitos inclusive de educação de qualidade desde o nascimento. Foram abordados: A Constituição Federal de 1988, os movimentos sociais e políticos na direção de democratizar o direito do acesso à Escola a todas as crianças de zero à cinco anos de idade, as contribuições de estudiosos como Rosseau, Pestalozzi (1782), Froebel (1782) e Decroly (1871) que  apontaram caminhos entre as relações de Concepção de Infância presentes em cada época e a criação das Instituições Educativas a fim de atender a demanda de crianças por motivos adversos. A Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional de 2006 que assegurou o direito de crianças de 0 a 6 anos a serem atendidas em creche e Pré-Escolas, a Emenda Constituicional 053/2006 que definiu a Educação Infantil como etapa voltada para o atendimento das crianças de zero à cinco anos e a Emenda Constititucional 059/2009 que tornou obrigatório o acesso à escola para todas as crianças a partir de 4 anos de idade. Por fim os estudos para implementação do Currículo para a Educação Infantil através da BNCC (Base Nacional Comum Curricular) da Educação Infantil bem como as Políticas Educacionais voltadas para a Infância no Brasil
      """
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO)"
    "area_tematica" => "GT 09. Educação Infantil"
    "palavra_chave" => "EDUCAÇÃO INFANTIL, POLÍTICA EDUCACIONAL, INFÂNCIA NO BRASIL, HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV117_MD1_SA9_ID7801_11092018000807.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:29"
    "updated_at" => "2020-06-10 11:33:52"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "ZILDENE MEGDA DE SOUSA "
    "autor_nome_curto" => "ZILDENE"
    "autor_email" => "zilcampaneli@bol.com.br"
    "autor_ies" => ""
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-v-conedu"
    "edicao_nome" => "Anais V CONEDU"
    "edicao_evento" => "V Congresso Nacional de Educação"
    "edicao_ano" => 2018
    "edicao_pasta" => "anais/conedu/2018"
    "edicao_logo" => "5e4a040030b34_17022020000952.jpg"
    "edicao_capa" => "5e4a040030246_17022020000952.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2018-10-17 00:00:00"
    "publicacao_id" => 19
    "publicacao_nome" => "Anais CONEDU"
    "publicacao_codigo" => "2358-8829"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 17 de outubro de 2018

Resumo

O objetivo deste artigo é analisar e discutir de forma crítica como se deu historicamente o atendimento à crianças, seus progressos e retrocessos em nível Brasil. Com o olhar voltado para a compreensão do passado se torna possível atuar de forma dinâmica frente aos desafios da sociedade atual. Trata-se de uma pesquisa de cunho bibliográfico e legal tomando por base o método histórico que aborda, em primeiro plano, como o conceito de infância foi construído historicamente. É importante ressaltar que a atenção à infância no Brasil foi, nos primórdios, reflexo da atenção dada as crianças da Europa onde se originaram as primeiras instituições de atendimento a criança no mundo. E sucessivamente surgiram as escolas infantis no Brasil que sofreram, no decorrer dos tempos, diversas mudanças desde o assistencialismo, a custódia e a privação social até a função educativa e a Base Nacional Comum Curricular (BNCC) da Educação Infantil. O estudo indicou constatações de que houve um grande avanço da legislação quando a sociedade reconheceu histórica e politicamente a criança como cidadã, como sujeitos de direitos inclusive de educação de qualidade desde o nascimento. Foram abordados: A Constituição Federal de 1988, os movimentos sociais e políticos na direção de democratizar o direito do acesso à Escola a todas as crianças de zero à cinco anos de idade, as contribuições de estudiosos como Rosseau, Pestalozzi (1782), Froebel (1782) e Decroly (1871) que apontaram caminhos entre as relações de Concepção de Infância presentes em cada época e a criação das Instituições Educativas a fim de atender a demanda de crianças por motivos adversos. A Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional de 2006 que assegurou o direito de crianças de 0 a 6 anos a serem atendidas em creche e Pré-Escolas, a Emenda Constituicional 053/2006 que definiu a Educação Infantil como etapa voltada para o atendimento das crianças de zero à cinco anos e a Emenda Constititucional 059/2009 que tornou obrigatório o acesso à escola para todas as crianças a partir de 4 anos de idade. Por fim os estudos para implementação do Currículo para a Educação Infantil através da BNCC (Base Nacional Comum Curricular) da Educação Infantil bem como as Políticas Educacionais voltadas para a Infância no Brasil

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.