Artigo Anais III CONAPESC

ANAIS de Evento

ISSN: 2525-6696

Visualizações: 225
AVALIAÇÃO MICROBIOLÓGICA DE CACHORROS-QUENTES COMERCIALIZADOS POR FOOD TRUCKS

Palavra-chaves: QUALIDADE, LEGISLAÇÃO, PARÂMETROS, SALMONELLA SPP, SALMONELLA SPP Comunicação Oral (CO) AT 06 - Ciência e Tecnologia de Alimentos: interface entre ensino e pesquisa Publicado em 17 de julho de 2018

Resumo

O cachorro-quente é consumido por uma boa parte da população devido a fácil localização onde é encontrado, sendo de rápido preparo e preço acessível. Este alimento comercializado em vias públicas tornam-se mais susceptíveis à contaminação microbiológica, pois condições inadequadas de higiene desde o recebimento da matéria-prima até a comercialização podem favorecer o surgimento e crescimento de micro-organismos, inclusive patogênicos. Esta pesquisa foi realizada com o intuito de avaliar a qualidade microbiológica de amostras de cachorros-quentes comercializados por food trucks na região central da cidade de Campina Grande- PB, verificando assim se os produtos obedecem aos parâmetros microbiológicos exigidos na legislação federal vigente. Nas amostras foram analisados os seguintes parâmetros: coliformes totais, E. coli, Staphylococcus e Salmonella spp. Através da avaliação microbiológica dos cachorros-quentes, é possível afirmar que 50% das amostras analisadas podem trazer risco à saúde dos consumidores, não estando de acordo com os parâmetros microbiológicos estabelecidos pela legislação.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.