Artigo Anais III CONBRACIS

ANAIS de Evento

ISSN: 2525-6696

O IMPACTO DA CAPACIDADE DE MOVIMENTAR-SE NA OCORRÊNCIA DA MUCOSITE ORAL EM PACIENTES ONCOLÓGICOS PEDIÁTRICOS

Palavra-chaves: CÂNCER, CRIANÇA, ADOLESCENTE, MUCOSITE ORAL, MUCOSITE ORAL Comunicação Oral (CO) AT-09: Fisioterapia
"2018-06-13 00:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1639
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 41211
    "edicao_id" => 88
    "trabalho_id" => 217
    "inscrito_id" => 2208
    "titulo" => "O IMPACTO DA CAPACIDADE DE MOVIMENTAR-SE NA OCORRÊNCIA DA MUCOSITE ORAL EM PACIENTES ONCOLÓGICOS PEDIÁTRICOS"
    "resumo" => "Objetivou-se relacionar a capacidade de movimentar-se e a ocorrência de mucosite oral em crianças e adolescentes com câncer, submetidos ao tratamento antineoplásico.  Estudo observacional e transversal, com amostra de 70 indivíduos (02 a 19 anos), diagnosticados e em tratamento no Hospital Napoleão Laureano (HNL), João Pessoa-PB, no período de abril a setembro de 2017. Para coleta de dados utilizou-se um questionário com questões socioeconômicas e clínicas, o Oral Assessment Guide (OAG) e o domínio “Mobilidade” da Classificação Internacional de Funcionalidade Incapacidade e Saúde (CIF), conduzido por um examinador calibrado (Índice Kappa > 0,75). Foi utilizada a análise descritiva e o teste Qui-Quadrado (α=5%).  A maioria dos indivíduos eram do sexo masculino (54,3%; n=38), com uma média de idade de 10,9 anos (±4,90), a cor mais citada foi a parda (52,9%; n=37) e houve predominância dos tumores hematológicos (51,4%; n=36), o tratamento mais utilizado foi a quimioterapia (42,9%; n=30), e a mucosite oral ocorreu  em alguns casos (31,4%; n=22). O comprometimento mais comum quanto à Capacidade, está relacionado à dificuldade leve em andar (30,0%; n=21) e deslocar-se (28,5%; n=20). Houve associação entre a ocorrência da mucosite oral e as variáveis dificuldade em mudar a posição básica do corpo (OR:2.039; IC95%:1.204 - 3,443),  dificuldade em manter a posição do corpo (OR:1.909; IC95%:1.147 - 3.178), autotransferência (OR:3.273; IC95%:1.329 - 8.060), levantar e carregar objetos (OR:3.273; IC95%:1.329 - 8.060), dificuldade em deslocar-se utilizando algum equipamento (OR:10.909; IC95%:1.354 - 87.925).  Os déficits na capacidade de movimentar-se pode contribuir para a ocorrência da mucosite."
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO)"
    "area_tematica" => "AT-09: Fisioterapia"
    "palavra_chave" => "CÂNCER, CRIANÇA, ADOLESCENTE, MUCOSITE ORAL, MUCOSITE ORAL"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV108_MD1_SA9_ID2208_14052018190649.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:25"
    "updated_at" => "2020-06-09 19:35:33"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "NYELLISONN NANDO NÓBREGA DE LUCENA"
    "autor_nome_curto" => "NYELLISONN NÓBREGA"
    "autor_email" => "nyellisonobrega@hotmail.c"
    "autor_ies" => null
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-iii-conbracis"
    "edicao_nome" => "Anais III CONBRACIS"
    "edicao_evento" => "III Congresso Brasileiro de Ciências da Saúde"
    "edicao_ano" => 2018
    "edicao_pasta" => "anais/conbracis/2018"
    "edicao_logo" => "5e4a0164e65af_16022020235844.png"
    "edicao_capa" => "5f1844cf3c5b5_22072020105319.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2018-06-13 00:00:00"
    "publicacao_id" => 29
    "publicacao_nome" => "Anais Conbracis"
    "publicacao_codigo" => "2525-6696"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 41211
    "edicao_id" => 88
    "trabalho_id" => 217
    "inscrito_id" => 2208
    "titulo" => "O IMPACTO DA CAPACIDADE DE MOVIMENTAR-SE NA OCORRÊNCIA DA MUCOSITE ORAL EM PACIENTES ONCOLÓGICOS PEDIÁTRICOS"
    "resumo" => "Objetivou-se relacionar a capacidade de movimentar-se e a ocorrência de mucosite oral em crianças e adolescentes com câncer, submetidos ao tratamento antineoplásico.  Estudo observacional e transversal, com amostra de 70 indivíduos (02 a 19 anos), diagnosticados e em tratamento no Hospital Napoleão Laureano (HNL), João Pessoa-PB, no período de abril a setembro de 2017. Para coleta de dados utilizou-se um questionário com questões socioeconômicas e clínicas, o Oral Assessment Guide (OAG) e o domínio “Mobilidade” da Classificação Internacional de Funcionalidade Incapacidade e Saúde (CIF), conduzido por um examinador calibrado (Índice Kappa > 0,75). Foi utilizada a análise descritiva e o teste Qui-Quadrado (α=5%).  A maioria dos indivíduos eram do sexo masculino (54,3%; n=38), com uma média de idade de 10,9 anos (±4,90), a cor mais citada foi a parda (52,9%; n=37) e houve predominância dos tumores hematológicos (51,4%; n=36), o tratamento mais utilizado foi a quimioterapia (42,9%; n=30), e a mucosite oral ocorreu  em alguns casos (31,4%; n=22). O comprometimento mais comum quanto à Capacidade, está relacionado à dificuldade leve em andar (30,0%; n=21) e deslocar-se (28,5%; n=20). Houve associação entre a ocorrência da mucosite oral e as variáveis dificuldade em mudar a posição básica do corpo (OR:2.039; IC95%:1.204 - 3,443),  dificuldade em manter a posição do corpo (OR:1.909; IC95%:1.147 - 3.178), autotransferência (OR:3.273; IC95%:1.329 - 8.060), levantar e carregar objetos (OR:3.273; IC95%:1.329 - 8.060), dificuldade em deslocar-se utilizando algum equipamento (OR:10.909; IC95%:1.354 - 87.925).  Os déficits na capacidade de movimentar-se pode contribuir para a ocorrência da mucosite."
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO)"
    "area_tematica" => "AT-09: Fisioterapia"
    "palavra_chave" => "CÂNCER, CRIANÇA, ADOLESCENTE, MUCOSITE ORAL, MUCOSITE ORAL"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV108_MD1_SA9_ID2208_14052018190649.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:25"
    "updated_at" => "2020-06-09 19:35:33"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "NYELLISONN NANDO NÓBREGA DE LUCENA"
    "autor_nome_curto" => "NYELLISONN NÓBREGA"
    "autor_email" => "nyellisonobrega@hotmail.c"
    "autor_ies" => null
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-iii-conbracis"
    "edicao_nome" => "Anais III CONBRACIS"
    "edicao_evento" => "III Congresso Brasileiro de Ciências da Saúde"
    "edicao_ano" => 2018
    "edicao_pasta" => "anais/conbracis/2018"
    "edicao_logo" => "5e4a0164e65af_16022020235844.png"
    "edicao_capa" => "5f1844cf3c5b5_22072020105319.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2018-06-13 00:00:00"
    "publicacao_id" => 29
    "publicacao_nome" => "Anais Conbracis"
    "publicacao_codigo" => "2525-6696"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 13 de junho de 2018

Resumo

Objetivou-se relacionar a capacidade de movimentar-se e a ocorrência de mucosite oral em crianças e adolescentes com câncer, submetidos ao tratamento antineoplásico. Estudo observacional e transversal, com amostra de 70 indivíduos (02 a 19 anos), diagnosticados e em tratamento no Hospital Napoleão Laureano (HNL), João Pessoa-PB, no período de abril a setembro de 2017. Para coleta de dados utilizou-se um questionário com questões socioeconômicas e clínicas, o Oral Assessment Guide (OAG) e o domínio “Mobilidade” da Classificação Internacional de Funcionalidade Incapacidade e Saúde (CIF), conduzido por um examinador calibrado (Índice Kappa > 0,75). Foi utilizada a análise descritiva e o teste Qui-Quadrado (α=5%). A maioria dos indivíduos eram do sexo masculino (54,3%; n=38), com uma média de idade de 10,9 anos (±4,90), a cor mais citada foi a parda (52,9%; n=37) e houve predominância dos tumores hematológicos (51,4%; n=36), o tratamento mais utilizado foi a quimioterapia (42,9%; n=30), e a mucosite oral ocorreu em alguns casos (31,4%; n=22). O comprometimento mais comum quanto à Capacidade, está relacionado à dificuldade leve em andar (30,0%; n=21) e deslocar-se (28,5%; n=20). Houve associação entre a ocorrência da mucosite oral e as variáveis dificuldade em mudar a posição básica do corpo (OR:2.039; IC95%:1.204 - 3,443), dificuldade em manter a posição do corpo (OR:1.909; IC95%:1.147 - 3.178), autotransferência (OR:3.273; IC95%:1.329 - 8.060), levantar e carregar objetos (OR:3.273; IC95%:1.329 - 8.060), dificuldade em deslocar-se utilizando algum equipamento (OR:10.909; IC95%:1.354 - 87.925). Os déficits na capacidade de movimentar-se pode contribuir para a ocorrência da mucosite.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.