Artigo Anais III CONBRACIS

ANAIS de Evento

ISSN: 2525-6696

LETALIDADE DA LEISHMANIOSE VISCERAL NA PARAÍBA

Palavra-chaves: LEISHMANIOSE VISCERAL, LETALIDADE, DOENÇA, INCIDÊNCIA Comunicação Oral (CO) AT-03: Farmácia
"2018-06-13 00:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1639
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 41169
    "edicao_id" => 88
    "trabalho_id" => 103
    "inscrito_id" => 661
    "titulo" => "LETALIDADE DA LEISHMANIOSE VISCERAL NA PARAÍBA"
    "resumo" => "A leishmaniose visceral é uma infecção parasitária que ocorre em uma grande variedade de mamíferos, inclusive no homem, sendo por isso considerada uma zoonose. A região Nordeste do Brasil apresenta os maiores índices de ocorrência de casos de leishmaniose visceral no país. Este trabalho teve como objetivo discutir a letalidade da leishmaniose visceral no estado da Paraíba. Esta é uma pesquisa transversal, quantitativa e qualitativa, cujos resultados foram obtidos a partir de notificações feitas para o Ministério da Saúde sobre a ocorrência de leishmaniose visceral nos estados nordestinos, em especial na Paraíba, no período de 2010 a 2015. Neste período, o total de casos registrados na Paraíba foi de 183 pacientes com diagnóstico de leishmaniose visceral. Enquanto estados com elevada incidência da doença apresentam índices de mortalidade abaixo de 10%, a Paraíba registrou uma taxa de letalidade de 10,4% no período estudado. Mesmo com um pequeno número de casos em relação aos demais estados nordestinos, a Paraíba apresenta um alto índice de letalidade relacionado à infecção por Leishmania infantum, o que indica que seus serviços de saúde não estão tendo o mesmo êxito no tratamento e recuperação dos pacientes infectados com leishmaniose visceral do que seus vizinhos do Nordeste. Os serviços públicos de saúde, sejam municipais, estaduais ou federais, precisam atender melhor as necessidades da população, para que seja alcançado não apenas um maior controle da transmissão leishmaniose visceral, mas também um melhor prognóstico para os afetados por esta parasitose."
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO)"
    "area_tematica" => "AT-03: Farmácia"
    "palavra_chave" => "LEISHMANIOSE VISCERAL, LETALIDADE, DOENÇA, INCIDÊNCIA"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV108_MD1_SA3_ID661_03052018223104.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:25"
    "updated_at" => "2020-06-09 19:35:33"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "GERLANE GUEDES DELFINO DA SILVA"
    "autor_nome_curto" => "GERLANE GUEDES"
    "autor_email" => "gerlaneg6@gmail.com"
    "autor_ies" => "UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA -UEPB"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-iii-conbracis"
    "edicao_nome" => "Anais III CONBRACIS"
    "edicao_evento" => "III Congresso Brasileiro de Ciências da Saúde"
    "edicao_ano" => 2018
    "edicao_pasta" => "anais/conbracis/2018"
    "edicao_logo" => "5e4a0164e65af_16022020235844.png"
    "edicao_capa" => "5f1844cf3c5b5_22072020105319.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2018-06-13 00:00:00"
    "publicacao_id" => 29
    "publicacao_nome" => "Anais Conbracis"
    "publicacao_codigo" => "2525-6696"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 41169
    "edicao_id" => 88
    "trabalho_id" => 103
    "inscrito_id" => 661
    "titulo" => "LETALIDADE DA LEISHMANIOSE VISCERAL NA PARAÍBA"
    "resumo" => "A leishmaniose visceral é uma infecção parasitária que ocorre em uma grande variedade de mamíferos, inclusive no homem, sendo por isso considerada uma zoonose. A região Nordeste do Brasil apresenta os maiores índices de ocorrência de casos de leishmaniose visceral no país. Este trabalho teve como objetivo discutir a letalidade da leishmaniose visceral no estado da Paraíba. Esta é uma pesquisa transversal, quantitativa e qualitativa, cujos resultados foram obtidos a partir de notificações feitas para o Ministério da Saúde sobre a ocorrência de leishmaniose visceral nos estados nordestinos, em especial na Paraíba, no período de 2010 a 2015. Neste período, o total de casos registrados na Paraíba foi de 183 pacientes com diagnóstico de leishmaniose visceral. Enquanto estados com elevada incidência da doença apresentam índices de mortalidade abaixo de 10%, a Paraíba registrou uma taxa de letalidade de 10,4% no período estudado. Mesmo com um pequeno número de casos em relação aos demais estados nordestinos, a Paraíba apresenta um alto índice de letalidade relacionado à infecção por Leishmania infantum, o que indica que seus serviços de saúde não estão tendo o mesmo êxito no tratamento e recuperação dos pacientes infectados com leishmaniose visceral do que seus vizinhos do Nordeste. Os serviços públicos de saúde, sejam municipais, estaduais ou federais, precisam atender melhor as necessidades da população, para que seja alcançado não apenas um maior controle da transmissão leishmaniose visceral, mas também um melhor prognóstico para os afetados por esta parasitose."
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO)"
    "area_tematica" => "AT-03: Farmácia"
    "palavra_chave" => "LEISHMANIOSE VISCERAL, LETALIDADE, DOENÇA, INCIDÊNCIA"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV108_MD1_SA3_ID661_03052018223104.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:25"
    "updated_at" => "2020-06-09 19:35:33"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "GERLANE GUEDES DELFINO DA SILVA"
    "autor_nome_curto" => "GERLANE GUEDES"
    "autor_email" => "gerlaneg6@gmail.com"
    "autor_ies" => "UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA -UEPB"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-iii-conbracis"
    "edicao_nome" => "Anais III CONBRACIS"
    "edicao_evento" => "III Congresso Brasileiro de Ciências da Saúde"
    "edicao_ano" => 2018
    "edicao_pasta" => "anais/conbracis/2018"
    "edicao_logo" => "5e4a0164e65af_16022020235844.png"
    "edicao_capa" => "5f1844cf3c5b5_22072020105319.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2018-06-13 00:00:00"
    "publicacao_id" => 29
    "publicacao_nome" => "Anais Conbracis"
    "publicacao_codigo" => "2525-6696"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 13 de junho de 2018

Resumo

A leishmaniose visceral é uma infecção parasitária que ocorre em uma grande variedade de mamíferos, inclusive no homem, sendo por isso considerada uma zoonose. A região Nordeste do Brasil apresenta os maiores índices de ocorrência de casos de leishmaniose visceral no país. Este trabalho teve como objetivo discutir a letalidade da leishmaniose visceral no estado da Paraíba. Esta é uma pesquisa transversal, quantitativa e qualitativa, cujos resultados foram obtidos a partir de notificações feitas para o Ministério da Saúde sobre a ocorrência de leishmaniose visceral nos estados nordestinos, em especial na Paraíba, no período de 2010 a 2015. Neste período, o total de casos registrados na Paraíba foi de 183 pacientes com diagnóstico de leishmaniose visceral. Enquanto estados com elevada incidência da doença apresentam índices de mortalidade abaixo de 10%, a Paraíba registrou uma taxa de letalidade de 10,4% no período estudado. Mesmo com um pequeno número de casos em relação aos demais estados nordestinos, a Paraíba apresenta um alto índice de letalidade relacionado à infecção por Leishmania infantum, o que indica que seus serviços de saúde não estão tendo o mesmo êxito no tratamento e recuperação dos pacientes infectados com leishmaniose visceral do que seus vizinhos do Nordeste. Os serviços públicos de saúde, sejam municipais, estaduais ou federais, precisam atender melhor as necessidades da população, para que seja alcançado não apenas um maior controle da transmissão leishmaniose visceral, mas também um melhor prognóstico para os afetados por esta parasitose.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.