Artigo Anais III CONBRACIS

ANAIS de Evento

ISSN: 2525-6696

ATENÇÃO AO IDOSO EM ESTRATÉGIA SAÚDE DA FAMÍLIA: PARÂMETROS SOCIODEMOGRÁFICOS E O USO RACIONAL DE MEDICAMENTOS.

Palavra-chaves: AUTOMEDICAÇÃO, IDOSO, MEDICAMENTO Comunicação Oral (CO) AT-03: Farmácia
"2018-06-13 00:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1639
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 40758
    "edicao_id" => 88
    "trabalho_id" => 539
    "inscrito_id" => 1244
    "titulo" => "ATENÇÃO AO IDOSO EM ESTRATÉGIA SAÚDE DA FAMÍLIA: PARÂMETROS SOCIODEMOGRÁFICOS E O USO RACIONAL DE MEDICAMENTOS."
    "resumo" => "A associação entre envelhecimento populacional e o alto custo do cuidado às doenças crônicas vem sendo estudada nacional e internacionalmente. Porém, além dos determinantes econômicos do cuidado à saúde do idoso, é importante investigar a natureza e a qualidade do cuidado prestado. Diante disso, o trabalho teve como objetivo avaliar e identificar os dados sociodemográficos dos idosos e correlacionar com o uso de medicamentos em uso analisando assim um maior risco de interações medicamentosas e reações adversas, por causa da automedicação.  O estudo foi do tipo longitudinal, documental e analítico com abordagem quantitativa e descritiva e aconteceu no período junho a setembro de 2017, em duas Estratégias Saúde da Família, no distrito de Galante em Campina Grande-PB. Os dados foram coletados por meio de entrevistas, mediante aplicação de um questionário sobre variáveis socioeconômicas e demográficas. Para a análise foi utilizado o pacote estatístico Statistical Package for Social Sciences (SPSS) 18.0.  A amostra foi composta por 108 idosos, sendo que 66,7% (n=72) pertenciam ao gênero feminino, a maioria dos entrevistados encontrava-se na faixa etária de 60 a 69 anos (73%), era agricultor (55), possuía renda de até um salário mínimo (64%), era portador de HAS. Dessa forma, considera-se que este estudo poderá subsidiar políticas públicas de atenção ao idoso, que enfatizem a importância da educação em saúde e a melhoria no atendimento à população idosa, visto que uma das maiores reclamações dos entrevistados é a grande dificuldade de conseguir agendar uma consulta médica."
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO)"
    "area_tematica" => "AT-03: Farmácia"
    "palavra_chave" => "AUTOMEDICAÇÃO, IDOSO, MEDICAMENTO"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV108_MD1_SA3_ID1244_21052018132557.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:25"
    "updated_at" => "2020-06-09 19:35:32"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "MONALISA FERREIRA DE LUCENA"
    "autor_nome_curto" => "MONALISA LUCENA"
    "autor_email" => "monalisa.lucena16@gmail.c"
    "autor_ies" => null
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-iii-conbracis"
    "edicao_nome" => "Anais III CONBRACIS"
    "edicao_evento" => "III Congresso Brasileiro de Ciências da Saúde"
    "edicao_ano" => 2018
    "edicao_pasta" => "anais/conbracis/2018"
    "edicao_logo" => "5e4a0164e65af_16022020235844.png"
    "edicao_capa" => "5f1844cf3c5b5_22072020105319.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2018-06-13 00:00:00"
    "publicacao_id" => 29
    "publicacao_nome" => "Anais Conbracis"
    "publicacao_codigo" => "2525-6696"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 40758
    "edicao_id" => 88
    "trabalho_id" => 539
    "inscrito_id" => 1244
    "titulo" => "ATENÇÃO AO IDOSO EM ESTRATÉGIA SAÚDE DA FAMÍLIA: PARÂMETROS SOCIODEMOGRÁFICOS E O USO RACIONAL DE MEDICAMENTOS."
    "resumo" => "A associação entre envelhecimento populacional e o alto custo do cuidado às doenças crônicas vem sendo estudada nacional e internacionalmente. Porém, além dos determinantes econômicos do cuidado à saúde do idoso, é importante investigar a natureza e a qualidade do cuidado prestado. Diante disso, o trabalho teve como objetivo avaliar e identificar os dados sociodemográficos dos idosos e correlacionar com o uso de medicamentos em uso analisando assim um maior risco de interações medicamentosas e reações adversas, por causa da automedicação.  O estudo foi do tipo longitudinal, documental e analítico com abordagem quantitativa e descritiva e aconteceu no período junho a setembro de 2017, em duas Estratégias Saúde da Família, no distrito de Galante em Campina Grande-PB. Os dados foram coletados por meio de entrevistas, mediante aplicação de um questionário sobre variáveis socioeconômicas e demográficas. Para a análise foi utilizado o pacote estatístico Statistical Package for Social Sciences (SPSS) 18.0.  A amostra foi composta por 108 idosos, sendo que 66,7% (n=72) pertenciam ao gênero feminino, a maioria dos entrevistados encontrava-se na faixa etária de 60 a 69 anos (73%), era agricultor (55), possuía renda de até um salário mínimo (64%), era portador de HAS. Dessa forma, considera-se que este estudo poderá subsidiar políticas públicas de atenção ao idoso, que enfatizem a importância da educação em saúde e a melhoria no atendimento à população idosa, visto que uma das maiores reclamações dos entrevistados é a grande dificuldade de conseguir agendar uma consulta médica."
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO)"
    "area_tematica" => "AT-03: Farmácia"
    "palavra_chave" => "AUTOMEDICAÇÃO, IDOSO, MEDICAMENTO"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV108_MD1_SA3_ID1244_21052018132557.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:25"
    "updated_at" => "2020-06-09 19:35:32"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "MONALISA FERREIRA DE LUCENA"
    "autor_nome_curto" => "MONALISA LUCENA"
    "autor_email" => "monalisa.lucena16@gmail.c"
    "autor_ies" => null
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-iii-conbracis"
    "edicao_nome" => "Anais III CONBRACIS"
    "edicao_evento" => "III Congresso Brasileiro de Ciências da Saúde"
    "edicao_ano" => 2018
    "edicao_pasta" => "anais/conbracis/2018"
    "edicao_logo" => "5e4a0164e65af_16022020235844.png"
    "edicao_capa" => "5f1844cf3c5b5_22072020105319.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2018-06-13 00:00:00"
    "publicacao_id" => 29
    "publicacao_nome" => "Anais Conbracis"
    "publicacao_codigo" => "2525-6696"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 13 de junho de 2018

Resumo

A associação entre envelhecimento populacional e o alto custo do cuidado às doenças crônicas vem sendo estudada nacional e internacionalmente. Porém, além dos determinantes econômicos do cuidado à saúde do idoso, é importante investigar a natureza e a qualidade do cuidado prestado. Diante disso, o trabalho teve como objetivo avaliar e identificar os dados sociodemográficos dos idosos e correlacionar com o uso de medicamentos em uso analisando assim um maior risco de interações medicamentosas e reações adversas, por causa da automedicação. O estudo foi do tipo longitudinal, documental e analítico com abordagem quantitativa e descritiva e aconteceu no período junho a setembro de 2017, em duas Estratégias Saúde da Família, no distrito de Galante em Campina Grande-PB. Os dados foram coletados por meio de entrevistas, mediante aplicação de um questionário sobre variáveis socioeconômicas e demográficas. Para a análise foi utilizado o pacote estatístico Statistical Package for Social Sciences (SPSS) 18.0. A amostra foi composta por 108 idosos, sendo que 66,7% (n=72) pertenciam ao gênero feminino, a maioria dos entrevistados encontrava-se na faixa etária de 60 a 69 anos (73%), era agricultor (55), possuía renda de até um salário mínimo (64%), era portador de HAS. Dessa forma, considera-se que este estudo poderá subsidiar políticas públicas de atenção ao idoso, que enfatizem a importância da educação em saúde e a melhoria no atendimento à população idosa, visto que uma das maiores reclamações dos entrevistados é a grande dificuldade de conseguir agendar uma consulta médica.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.