Artigo Anais V FIPED

ANAIS de Evento

ISSN: 2316-1086

Visualizações: 198
AS PRÁTICAS DE CIRCO SOCIAL VIVENCIADAS POR JOVENS ARTISTAS COMO CONSTITUTIVO DE SUAS SUBJETIVIDADES

Palavra-chaves: CIRCO SOCIAL, RISO, EDUCAÇÃO Comunicação Oral(CO) GT 16 - POLÍTICAS PÚBLICAS EM EDUCAÇÃO, AÇÕES AFIRMATIVAS E MUDANÇAS SOCIAIS Publicado em 26 de junho de 2013

Resumo

O trabalho trata da pesquisa em andamento sobre as práticas de circo social realizada pelos jovens artistas de circo na escola de circo “Pé de Moleque” localizada, em Teresina, na vila Santa Cruz, Bairro Promorar (Zona sul). Para tanto, tem como objetivo geral analisar as práticas de circo social vivenciadas por jovens artistas como constitutivo de suas subjetividades. A metodologia utilizada será por meio da pesquisa qualitativa que compreende a dinâmica das relações sociais que, por sua vez, são depositárias de crenças, valores, atitudes e hábitos (MINAYO, 1997, p. 24). O trabalho foi fundamentado nos estudos de Bakhtin (1993), Larossa (2010) e Santos (2012). Assim, percebemos que a parte referente à revisão bibliográfica deverá continuar, ainda, no decorrer da investigação, especialmente no que se refere às categorias jovens, circo social, riso e escola além de obtermos informação sobre a escola de circo “Pé de Moleque”, em Teresina.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.