Artigo Anais IV CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

O USO DO FACEBOOK PARA O ENSINO DA TEORIA DOS CONJUNTOS

Palavra-chaves: CONJUNTOS, FACEBOOK, MATEMÁTICA, TECNOLOGIA Comunicação Oral (CO) GT 19 - Tecnologias e Educação Publicado em 20 de dezembro de 2017

Resumo

Reconhecidamente, as preocupações com o ensino e a aprendizagem relativamente aos conceitos/definições abrangendo a disciplina de Matemática, ainda é um contexto que merece atenção por parte da unidade acadêmica. Por outro lado, tendo em vista a abrangência das tecnologias no ensino, em que destacamos as próprias redes sociais, podemos passar então a falar em alternativas de ensino, nesse caso, na própria disciplina de Matemática. Dessa forma, trabalhamos em caráter de complementaridade os conceitos de união e intersecção de conjuntos, referente à disciplina de Teoria dos Conjuntos, em que utilizamos a lista de amigos do Facebook, redes sociais, pois tínhamos por objetivo compreender até que ponto as redes sociais, Facebook possibilitam a compreensão dos conceitos mencionados anteriormente, referentes à área de Teoria dos Conjuntos. Desse modo, este manuscrito é resultado de uma aplicação realizada na Universidade do Estado do Rio Grande do Norte- UERN, no segundo semestre do ano de 2017, no curso de Licenciatura em Matemática, em que o desenvolvimento da mesma se deu através de apresentações orais e debates, na disciplina de Teoria dos Conjuntos, como já mencionamos. Neste artigo mostramos como desenvolver esse conteúdo em sala de aula fazendo o paralelo com o Facebook, mostrando desde os conceitos básicos até os mais complexos, e fazendo uma conexão com os conceitos lúdicos. Sendo assim, ao decurso dessa pesquisa, podemos mencionar que a mesma trouxe resultados positivos, referente à compreensão dos conceitos envolvendo a união e intersecção de conjuntos, pois os alunos perceberam que o próprio contexto pode ser uma vasta representação de trabalhar conceitos matemáticos, no caso da nossa pesquisa, o Facebook.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.