Artigo Anais IV CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

Visualizações: 256
O ATOR-REDE NA RODA DE CAPOEIRA

Palavra-chaves: TEORIA ATOR-REDE, RODA DE CAPOEIRA, INSTRUMENTOS MUSICAIS, CAPOEIRA Comunicação Oral (CO) GT 05 - Movimentos Sociais, Sujeitos e Processos Educativos Publicado em 20 de dezembro de 2017

Resumo

Quando pensamos numa roda de capoeira, a primeira imagem que nos vem à mente são os jogadores, a música e os instrumentos, ou seja, o espaço híbrido de sujeitos (humanos) e de objetos/coisas (não humanos). Na perspectiva da ontologia dos objetos e a partir do arcabouço teórico do ator-rede, reconhecemos que esses objetos/coisas constituintes da roda de capoeira, invadem materialmente e participam socialmente dessa prática. Assim, uma questão cada vez mais pertinente é de como entendemos e trabalhamos com esses objetos/coisas, principalmente quando o pensamento pós-humanista passa a incorporar atores não humanos como elementos essenciais para a compreensão do social. Pensar uma teoria que observa a ação do ser humano no objeto/coisa, e que esse objeto/coisa também age no humano, imprimindo a mesma função, o mesmo encargo no momento da ação, parece bastante oportuno. Nessa perspectiva, esse trabalho é um ensaio teórico que faz parte de uma pesquisa maior que representa uma crítica à visão antropocêntrica de mundo dialogando com a Teoria Ator-Rede. A ideia do ator-rede na roda de capoeira pode ajudar a criar novas concepções, pois é mais uma possibilidade de apreender e a observar a participação de humanos e não humanos em seus espaços de atuação.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.