Artigo Anais IV CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

MULTILETRAMENTOS NO BRASIL: UMA REVISÃO DO SURGIMENTO DO CONCEITO E SUAS IMPLICAÇÕES NAS PESQUISAS BRASILEIRAS RECENTES NA ÁREA DE EDUCAÇÃO

Palavra-chaves: MULTILETRAMENTOS, MULTIMODALIDADE, NEW LONDON GROUP Comunicação Oral (CO) GT 08 - Linguagens, Letramento e Alfabetização
"2017-12-20 00:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1639
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 37494
    "edicao_id" => 77
    "trabalho_id" => 1785
    "inscrito_id" => 1682
    "titulo" => "MULTILETRAMENTOS NO BRASIL: UMA REVISÃO DO SURGIMENTO DO CONCEITO E SUAS IMPLICAÇÕES NAS PESQUISAS BRASILEIRAS RECENTES NA ÁREA DE EDUCAÇÃO"
    "resumo" => "A forma como as pessoas se comunicam hoje tem mudado diante da massificação das novas tecnologias da informação e comunicação, da presença das novas mídias no cotidiano e do surgimento contínuo de novos gêneros numa sociedade marcada por conexões em redes e fluxos. Nessa conjuntura, refletir sobre novas formas de compreender a linguagem que têm emergido na contemporaneidade se faz essencial para todos nós professores. Neste artigo de caráter bibliográfico, abordaremos a teoria dos multiletramentos desde o seu surgimento, com destaque para o conceito de multimodalidade que lhe é inerente, para, em seguida, trazer uma revisão de algumas das principais obras fruto de pesquisa nesta temática que têm emergido no Brasil na última década. Teremos dois objetivos: primeiramente, introduzir ao leitor a teoria dos multiletramentos conforme proposta em seu manifesto fundador, e, em segundo lugar, traçar um breve panorama das pesquisas que têm sido produzidas levando em conta a multimodalidade em contextos de ensino. Selecionamos para discussão o manifesto fundador do conceito de multiletramentos, do Grupo de Nova Londres (NLG, 1996, p. 61), a proposta de análise de elementos visuais, de Kress e Van Leeuwen (1996), e resultados de pesquisas desenvolvidas por diversos autores brasileiros, dentre os quais se destacam Roxane Rojo (2012) e Ana Elisa Ribeiro (2016). Percebemos que a teoria dos multiletramentos tem não só motivado novas perguntas de pesquisa sobre como se produzem sentidos e como se configura a linguagem em um cenário de transformações, como também tem sido produtiva para que se busquem formas de situar as práticas com um olhar para o social, que busque integrar as ações em sala de aula de modo a construir unidade a partir da diversidade."
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO)"
    "area_tematica" => "GT 08 - Linguagens, Letramento e Alfabetização"
    "palavra_chave" => "MULTILETRAMENTOS, MULTIMODALIDADE, NEW LONDON GROUP"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV073_MD1_SA8_ID1682_11092017114742.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:22"
    "updated_at" => "2020-06-10 11:28:08"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "PHILIPE PEREIRA BORBA DE ARAÚJO"
    "autor_nome_curto" => "PHILIPE ARAÚJO"
    "autor_email" => "p.araujo@yahoo.com.br"
    "autor_ies" => "UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE (UFCG)"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-iv-conedu"
    "edicao_nome" => "Anais IV CONEDU"
    "edicao_evento" => "IV Congresso Nacional de Educação"
    "edicao_ano" => 2017
    "edicao_pasta" => "anais/conedu/2017"
    "edicao_logo" => "5e4a048a72ec9_17022020001210.jpg"
    "edicao_capa" => "5f18486b9c352_22072020110843.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2017-12-20 00:00:00"
    "publicacao_id" => 19
    "publicacao_nome" => "Anais CONEDU"
    "publicacao_codigo" => "2358-8829"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 37494
    "edicao_id" => 77
    "trabalho_id" => 1785
    "inscrito_id" => 1682
    "titulo" => "MULTILETRAMENTOS NO BRASIL: UMA REVISÃO DO SURGIMENTO DO CONCEITO E SUAS IMPLICAÇÕES NAS PESQUISAS BRASILEIRAS RECENTES NA ÁREA DE EDUCAÇÃO"
    "resumo" => "A forma como as pessoas se comunicam hoje tem mudado diante da massificação das novas tecnologias da informação e comunicação, da presença das novas mídias no cotidiano e do surgimento contínuo de novos gêneros numa sociedade marcada por conexões em redes e fluxos. Nessa conjuntura, refletir sobre novas formas de compreender a linguagem que têm emergido na contemporaneidade se faz essencial para todos nós professores. Neste artigo de caráter bibliográfico, abordaremos a teoria dos multiletramentos desde o seu surgimento, com destaque para o conceito de multimodalidade que lhe é inerente, para, em seguida, trazer uma revisão de algumas das principais obras fruto de pesquisa nesta temática que têm emergido no Brasil na última década. Teremos dois objetivos: primeiramente, introduzir ao leitor a teoria dos multiletramentos conforme proposta em seu manifesto fundador, e, em segundo lugar, traçar um breve panorama das pesquisas que têm sido produzidas levando em conta a multimodalidade em contextos de ensino. Selecionamos para discussão o manifesto fundador do conceito de multiletramentos, do Grupo de Nova Londres (NLG, 1996, p. 61), a proposta de análise de elementos visuais, de Kress e Van Leeuwen (1996), e resultados de pesquisas desenvolvidas por diversos autores brasileiros, dentre os quais se destacam Roxane Rojo (2012) e Ana Elisa Ribeiro (2016). Percebemos que a teoria dos multiletramentos tem não só motivado novas perguntas de pesquisa sobre como se produzem sentidos e como se configura a linguagem em um cenário de transformações, como também tem sido produtiva para que se busquem formas de situar as práticas com um olhar para o social, que busque integrar as ações em sala de aula de modo a construir unidade a partir da diversidade."
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO)"
    "area_tematica" => "GT 08 - Linguagens, Letramento e Alfabetização"
    "palavra_chave" => "MULTILETRAMENTOS, MULTIMODALIDADE, NEW LONDON GROUP"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV073_MD1_SA8_ID1682_11092017114742.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:22"
    "updated_at" => "2020-06-10 11:28:08"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "PHILIPE PEREIRA BORBA DE ARAÚJO"
    "autor_nome_curto" => "PHILIPE ARAÚJO"
    "autor_email" => "p.araujo@yahoo.com.br"
    "autor_ies" => "UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE (UFCG)"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-iv-conedu"
    "edicao_nome" => "Anais IV CONEDU"
    "edicao_evento" => "IV Congresso Nacional de Educação"
    "edicao_ano" => 2017
    "edicao_pasta" => "anais/conedu/2017"
    "edicao_logo" => "5e4a048a72ec9_17022020001210.jpg"
    "edicao_capa" => "5f18486b9c352_22072020110843.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2017-12-20 00:00:00"
    "publicacao_id" => 19
    "publicacao_nome" => "Anais CONEDU"
    "publicacao_codigo" => "2358-8829"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 20 de dezembro de 2017

Resumo

A forma como as pessoas se comunicam hoje tem mudado diante da massificação das novas tecnologias da informação e comunicação, da presença das novas mídias no cotidiano e do surgimento contínuo de novos gêneros numa sociedade marcada por conexões em redes e fluxos. Nessa conjuntura, refletir sobre novas formas de compreender a linguagem que têm emergido na contemporaneidade se faz essencial para todos nós professores. Neste artigo de caráter bibliográfico, abordaremos a teoria dos multiletramentos desde o seu surgimento, com destaque para o conceito de multimodalidade que lhe é inerente, para, em seguida, trazer uma revisão de algumas das principais obras fruto de pesquisa nesta temática que têm emergido no Brasil na última década. Teremos dois objetivos: primeiramente, introduzir ao leitor a teoria dos multiletramentos conforme proposta em seu manifesto fundador, e, em segundo lugar, traçar um breve panorama das pesquisas que têm sido produzidas levando em conta a multimodalidade em contextos de ensino. Selecionamos para discussão o manifesto fundador do conceito de multiletramentos, do Grupo de Nova Londres (NLG, 1996, p. 61), a proposta de análise de elementos visuais, de Kress e Van Leeuwen (1996), e resultados de pesquisas desenvolvidas por diversos autores brasileiros, dentre os quais se destacam Roxane Rojo (2012) e Ana Elisa Ribeiro (2016). Percebemos que a teoria dos multiletramentos tem não só motivado novas perguntas de pesquisa sobre como se produzem sentidos e como se configura a linguagem em um cenário de transformações, como também tem sido produtiva para que se busquem formas de situar as práticas com um olhar para o social, que busque integrar as ações em sala de aula de modo a construir unidade a partir da diversidade.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.