Artigo Anais IV CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

MOLDANDO ATITUDES: TRABALHANDO ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL FORA DA SALA DE AULA

Palavra-chaves: ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL, EDUCAÇÃO ALIMENTAR, INTERVALO Pôster (PO) GT 16 – Ensino de Ciências Publicado em 20 de dezembro de 2017

Resumo

Nos últimos anos, tem-se observado que a qualidade da dieta e do estado nutricional dos brasileiros tem tido uma grande piora, pois o consumo de produtos industrializados vem aumentando e em consequência a essa mudança na dieta diversas doenças tem se proliferado como a obesidade e desnutrição as quais intereferem no desenvolvimento cognitivo podendo afetar o aprendizado. Sabendo, da importância da alimentação saudável e do péssimo hábito alimentar que existe napopulação, torna-se essencial que, na escola, os professores consigam mobilizar e inflenciar seus aluno para que eles melhorem a alimentação. Para conseguir influenciar seus alunos é primordial que o professor crie metodologias que estimulem seus alunos a desenvolverem um pensamento crítico quanto a importância da alimentação, sendo assim, essa pesquisa propõe averiguar o hábito alimentar dos alunos de uma escola municipal, bem como verificar a eficácia do horário do intervalo como veículo para melhor explanação do conteúdo. Inicialmente, foram elaborados questionários que constavam de três questões de múltipla escolha, as quais serviram para descobrir quais alimentos são consumidos pelos alunos durante o intervalo da manhã, almoço e sobremesas. Após a elaboração do questionário, foi selecionado um curto vídeo sobre a consequência de uma alimentação pobre em nutrientes para que os alunos enxergassem o impacto gerado por déficits nutricionais, feito isso, em outro dia, foi elaborado no pátio da escola uma mesa contendo frutas e panfletos que informavam a importância nutricional das frutas, os alunos escolhiam uma fruta e era explicado de que maneira essa fruta iria auxiliar no desenvolvimento e funcionamento do indivíduo. Os dados sugerem uma grande escassez no uso de frutas na alimentação, pode-se perceber que o almoço é uma refeição em que os alunos possuem uma variedade de alimentos, entretanto, muitos nutrientes contidos em frutas e legumes não estão presentes. Após a ação com a mesa de frutas foi evidenciado que a ideia de alimento saudável ainda é muito abstrata na mentalidade dos alunos do ensino fundamental, fazendo com que eles saibam que o grupo das frutas são alimentos saudáveis, mas não compreendam o que os torna alimentos saudáveis. Tal fato impõe uma barreira quanto ao grau de importância desses alimentos o que culmina com a diminuição da ingestão deles pelas crianças. No primeiro momento da ação, que consistiu na exposição do vídeo foi evidenciado que os alunos não compreendiam o que era um carboidrato, lipídeos, vitaminas e proteínas, como consequência não entendiam porque uma alimentação rica nessas substâncias e em quantidades certas era importante. Portanto, podemos concluir que a escola, no contexto observado, pode atuar como um fator de modulação de hábitos alimentares, porém a criação de momentos propícios para intervenções pode auxiliar a minimizar os efeitos da influência das vendas através de estratégias de conscientização e o uso do intervalo como estratégia foi considerado como um ótimo meio de intervenção pedagógica.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.