Artigo Anais IV CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

LETRAMENTO GESTUAL E FORMAÇÃO DOCENTE: UMA ABORDAGEM DA LINGUAGEM CORPORAL NO AMBIENTE ESCOLAR

Palavra-chaves: FORMAÇÃO DOCENTE, LETRAMENTO GESTUAL, LINGUAGEM CORPORAL. Comunicação Oral (CO) GT 01 - Formação de Professores Publicado em 20 de dezembro de 2017

Resumo

A relação entre professor e aluno é fator determinante para que os objetivos pedagógicos sejam atingidos. Nesse sentido, a habilidade comunicativa do docente é fundamental, pois, é através da linguagem que se estabelecem vínculos necessários ao aprendizado. A comunicação não verbal é um aspecto crucial no contexto da sala, entretanto, devido à escassez de uma preparação específica sobre esse tema nos cursos de graduação em Letras, muitos iniciantes à docência não têm acesso a tal conhecimento. Entende-se que uma preparação acadêmica direcionada à linguagem corporal formaria um professor de língua materna capaz de perceber, interpretar e utilizar os recursos extralinguísticos da comunicação com segurança e eficiência. Nesse contexto, este estudo objetiva abordar a problemática dos multiletramentos na escola, com ênfase no letramento gestual, demostrando a necessidade de inclusão de estudos relacionados à linguagem corporal em cursos de licenciatura. Como metodologia, adotou-se a pesquisa bibliográfica com ênfase na relação entre letramento, multiletramento e comunicação gestual em sala de aula e suas implicações na formação do professor de língua portuguesa. Como aporte teórico, este estudo utiliza Rojo (2012) e Soares (1999) em referência aos conceitos de letramento e multiletramentos; Aguiar e Ficher (2012), Morin (2002) em relação ao contexto escolar; Bicalho (2014), Dolz (2009), Guimarães (2014), Schnack (2014), Pires (2012), Parâmetros Curriculares Nacionais (1998), Weil (2003) e Tompakow (2003), na discussão sobre os gestos didáticos, gestos corporais e formação docente.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.