Artigo Anais IV CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

INTELIGÊNCIAS MÚLTIPLAS X PRÁTICAS PEDAGÓGICAS: ENTRE TEORIAS E PRÁTICAS

Palavra-chaves: INTELIGÊNCIAS MÚLTIPLAS, CONTEXTO HISTÓRICO, PROCESSO DE ENSINO-APRENDIZAGEM, PRÁTICAS PEDAGÓGICAS Comunicação Oral (CO) GT 17 – Ensino e suas interseções Publicado em 20 de dezembro de 2017

Resumo

Este estudo tem o objetivo analisar a importância das inteligências múltiplas na reestruturação do ensino-aprendizagem a partir de discussões teóricas entre Gardner (1995), Barbosa (2006) e Freire (2015). Utilizou-se um questionário semiestruturado envolvendo questões inerentes ao estudo. O questionário foi aplicado na plataforma Google no período de 20 de maio até 23 de maio do ano 2016. Os participantes desta pesquisa foram estudantes do ensino básico, médio e superior do interior do Rio Grande do Norte. Os achados do estudo denunciam que as inteligências múltiplas e o processo de ensino-aprendizagem precisam de um alinhamento na prática. Pois, em que pesem os esforços e discursos dos professores, a teoria das intligências múltiplas não é mobilizada na prática pedagógica, o conhecimento não é mediado potencializando as múltiplas formas que os educandos podem utilizarem para aprender os conteúdos das referentes disciplinas. O que tem-se, de fato, são teorias ultrapassadas, não relevando as ferramentas do contexto histórico que vive-se. A metodologia deste estudo se deu através de pesquisas bibliográficas em livros e dissertações voltados ao tema que é aferir a importância das inteligências múltipla para o ensino-aprendizagem na voz dos alunos. Em seguida foi distribuído um questionário com alunos do ensino médio de uma escola situada no município de Paul dos Ferros (RN), onde buscou-se essas vozes sobre como a Teoria das Inteligências Múltiplas pode ser mobilizada no processo de ensino-aprendizagem.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.