Artigo Anais IV CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

Visualizações: 304
GÊNERO CHARGE: DA PRÁTICA DOCENTE À FORMAÇÃO DE LEITORES DE ENSINO MÉDIO

Palavra-chaves: GÊNERO DISCURSIVO, CHARGE, LEITURA Comunicação Oral (CO) GT 08 - Linguagens, Letramento e Alfabetização Publicado em 20 de dezembro de 2017

Resumo

Este artigo apresenta um estudo com base no gênero discursivo charge como uma proposta de atividade pedagógica útil à formação de leitores de ensino médio. Proposta esta que pode contribuir para a conquista da leitura como prática circular e transformadora em diversos âmbitos sociais. Sabe-se que muitos discentes chegam no ensino médio apresentando defasagem no processo de ensino e aprendizagem decorrentes da falha de leitura no espaço escolar, porém esta questão poderá ser corrigida ou melhorada mediante a inserção de diversos gêneros textuais/discursivos que podem contribuir para a formação do aluno-leitor especificamente dentro do ambiente escolar por representar um laboratório fundamental para o desenvolvimento de novas práticas de leitura. Escolhemos a charge por ser um gênero discursivo que proporciona ao leitor uma leitura prazerosa e dinâmica, já que este tipo de texto mescla linguagem verbal e não-verbal. O artigo propõe viabilizar por meio das temáticas socializadoras, idealizadoras ou históricas, implícitas ou explícitas na charge, a construção ou atribuição do sentido pelo leitor, despertando sua capacidade crítica e reflexiva sobre os mais diversos assuntos que poderão ser constatados e problematizados via charge, isto é imprescindível para formar e moldar a opinião do leitor em seu processo de formação, sensibilizando-o a transformar em ações discursivas estas descobertas. Acredita-se que este trabalho pautado no estudo da charge nas aulas de Língua Portuguesa contribuirá veementemente com a aprendizagem dos discentes, uma vez que eles necessitam de aulas dinâmicas e criativas e esse gênero textual compõe uma referência crítica, interpretativa e cômica fundamentais para desenvolver nos discentes, além da criticidade, suas competências e habilidades. Portanto, docentes e discentes precisam de motivação, dessa maneira os docentes poderão melhorar suas práticas pedagógicas e atingirem resultados satisfatórios no tocante à leitura de seus discentes durante o processo de ensino e aprendizagem.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.