Artigo Anais IV CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

Visualizações: 239
ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM QUÍMICA II : USO DE HQ’S , EXPERIMENTAÇÃO E MAPAS CONCEITUAIS COMO MÉTODOS AUXILIARES NO ENSINO.

Palavra-chaves: ESTÁGIO SUPERVISIONADO, FORMAÇÃO DE PROFESSORES, QUÍMICA, HQ'S, HQ'S Comunicação Oral (CO) GT 01 - Formação de Professores Publicado em 20 de dezembro de 2017

Resumo

No ensino de química há diferentes abordagens e estratégias que possibilitam compreender a química macroscopicamente e microscopicamente, cada método e caminho escolhido pelo professor conduzem a diferentes resultados na construção do conhecimento. Na disciplina de química é procurado um equilíbrio entre a teoria e a prática, destacando que a prática não se limita a atividades experimentais, mas também qualquer outra atividade que o aluno se torne sujeito ativo do seu conhecimento. Este trabalho objetivou-se analisar o projeto educativo aplicado no estágio supervisionado em química II que ocorreu através de uma experimentação contextualizada, sendo está guiada pela estagiária e um roteiro em formato de história em quadrinho onde a personagem dialoga com os alunos. Esta história foi chamada de “Quimicando no laboratório de Marie”. As experimentações ocorreram partindo de um fenômeno climático, levando os alunos a explicarem cientificamente alguns acontecimentos e finalizando com a aplicação de um mapa de conceito sobre o referido tema. O projeto proposto foi aplicado por aproximadamente 1 h. e 30 min. com a participação de 7 (sete) alunos da 1ª série “C”, e os resultados apresentados durante o desenvolvimento foram extremamente gratificantes, pois todos os alunos participaram de todas as etapas ativamente. As explicações concedidas em sala de aula pelos alunos por um método de roda de conversa foram mais completas e amplas que as que foram escritas por esses. A experimentação ativa proporciona um maior envolvimento do aluno com o que está sendo explicado, pois o aluno parte primeiro de uma ideia e após observa se o raciocínio está certo ou não, esta formulação e reformulação de ideias é o que leva a compreensão de determinados conceitos, mesmo que não ocorram na primeira abordagem de maneira completamente satisfatória.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.