Artigo Anais IV CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

EDUCAÇÃO POPULAR: DESAFIOS COM BASE NO LETRAMENTO PARA CRIAÇÃO DE UMA BIBLIOTECA NA ESCOLA DO CAMPO DA LCP (LIGA DOS CAMPONESES POBRES)

Palavra-chaves: EDUCAÇÃO POPULAR, ALFABETIZAÇÃO E LETRAMENTO, BIBLIOTECA Comunicação Oral (CO) GT 08 - Linguagens, Letramento e Alfabetização
"2017-12-20 00:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1638
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 36676
    "edicao_id" => 77
    "trabalho_id" => 1779
    "inscrito_id" => 809
    "titulo" => "EDUCAÇÃO POPULAR: DESAFIOS COM BASE NO LETRAMENTO PARA CRIAÇÃO DE UMA BIBLIOTECA NA ESCOLA DO CAMPO DA LCP (LIGA DOS CAMPONESES POBRES)"
    "resumo" => "A relevância social deste presente estudo destaca-se na contribuição para o debate da Educação Popular do Campo e discutir a Educação do povo, muitas vezes vistos como classes subalternas, buscamos dar visibilidade a perspectiva de povo sujeito, atuante, crítico, pensante e produtores de conhecimento. Partindo deste ponto, a criação de uma biblioteca na escola do campo da Liga dos Camponeses Pobres-LCP, busca possibilidades que elevem o nível de alfabetização e letramento dos alunos camponeses para assim fazer a utilização efetiva da língua escrita em diversos contextos sociais. Este artigo foi resultado de uma pesquisa realizada no “II Curso de Extensão em Educação do Campo: Experiências, Currículo e Práticas Pedagógicas”, ministrada no Centro de Educação da Universidade Federal de Pernambuco-UFPE, no ano 2016 com uma abordagem qualitativa de cunho descritivo, utilizando-se de uma entrevista e observação como instrumento de coleta de dados, nesse sentido, buscamos descrever as concepções de uma professora e alunos camponeses sobre a criação de uma biblioteca como espaço de interação e aprendizagem. O local da pesquisa foi na escola popular Elizabeth Teixeira da LCP, localizada no município de Lagoa dos Gatos, agreste de Pernambucano. Foi analisado que a biblioteca não deve ser vista apenas para depositar livros, mas sim um lugar atrativo para discussão e reuniões onde o docente deverá dar autonomia e instigar os alunos a construir informações pertinentes para sua vida, incluindo a comunidade para participar das atividades em que o acervo literário oferece.Visto que, os alunos têm interesse pelos livros literários, porém não são oferecidos uma diversidade livro.Desta forma, vimos o quanto esta pesquisa foi pertinente para que os alunos conheçam não apenas os livros didáticos, mas uma diversidade de gêneros e que isso contribua com sua formação. Esperamos que com este estudo haja uma conscientização e discussão sobre a proposta pedagógica referente a educação popular enfatizando a construção da biblioteca para melhorar a condição dos camponeses em relação à alfabetização e o letramento, levando em conta o relato das informações coletadas, propiciando apropriações de novas aprendizagens a partir de reflexões, pois observamos o quanto a leitura nesse espaço, pode contribuir na construção do conhecimento do meio escolar e social."
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO)"
    "area_tematica" => "GT 08 - Linguagens, Letramento e Alfabetização"
    "palavra_chave" => "EDUCAÇÃO POPULAR, ALFABETIZAÇÃO E LETRAMENTO, BIBLIOTECA"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV073_MD1_SA8_ID809_11092017114010.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:21"
    "updated_at" => "2020-06-10 11:28:06"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "RAFAEL DA SILVA SANTANA"
    "autor_nome_curto" => "RAFAEL"
    "autor_email" => "rafael.silvasantana@hotma"
    "autor_ies" => "UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO (UFPE)"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-iv-conedu"
    "edicao_nome" => "Anais IV CONEDU"
    "edicao_evento" => "IV Congresso Nacional de Educação"
    "edicao_ano" => 2017
    "edicao_pasta" => "anais/conedu/2017"
    "edicao_logo" => "5e4a048a72ec9_17022020001210.jpg"
    "edicao_capa" => "5f18486b9c352_22072020110843.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2017-12-20 00:00:00"
    "publicacao_id" => 19
    "publicacao_nome" => "Anais CONEDU"
    "publicacao_codigo" => "2358-8829"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 36676
    "edicao_id" => 77
    "trabalho_id" => 1779
    "inscrito_id" => 809
    "titulo" => "EDUCAÇÃO POPULAR: DESAFIOS COM BASE NO LETRAMENTO PARA CRIAÇÃO DE UMA BIBLIOTECA NA ESCOLA DO CAMPO DA LCP (LIGA DOS CAMPONESES POBRES)"
    "resumo" => "A relevância social deste presente estudo destaca-se na contribuição para o debate da Educação Popular do Campo e discutir a Educação do povo, muitas vezes vistos como classes subalternas, buscamos dar visibilidade a perspectiva de povo sujeito, atuante, crítico, pensante e produtores de conhecimento. Partindo deste ponto, a criação de uma biblioteca na escola do campo da Liga dos Camponeses Pobres-LCP, busca possibilidades que elevem o nível de alfabetização e letramento dos alunos camponeses para assim fazer a utilização efetiva da língua escrita em diversos contextos sociais. Este artigo foi resultado de uma pesquisa realizada no “II Curso de Extensão em Educação do Campo: Experiências, Currículo e Práticas Pedagógicas”, ministrada no Centro de Educação da Universidade Federal de Pernambuco-UFPE, no ano 2016 com uma abordagem qualitativa de cunho descritivo, utilizando-se de uma entrevista e observação como instrumento de coleta de dados, nesse sentido, buscamos descrever as concepções de uma professora e alunos camponeses sobre a criação de uma biblioteca como espaço de interação e aprendizagem. O local da pesquisa foi na escola popular Elizabeth Teixeira da LCP, localizada no município de Lagoa dos Gatos, agreste de Pernambucano. Foi analisado que a biblioteca não deve ser vista apenas para depositar livros, mas sim um lugar atrativo para discussão e reuniões onde o docente deverá dar autonomia e instigar os alunos a construir informações pertinentes para sua vida, incluindo a comunidade para participar das atividades em que o acervo literário oferece.Visto que, os alunos têm interesse pelos livros literários, porém não são oferecidos uma diversidade livro.Desta forma, vimos o quanto esta pesquisa foi pertinente para que os alunos conheçam não apenas os livros didáticos, mas uma diversidade de gêneros e que isso contribua com sua formação. Esperamos que com este estudo haja uma conscientização e discussão sobre a proposta pedagógica referente a educação popular enfatizando a construção da biblioteca para melhorar a condição dos camponeses em relação à alfabetização e o letramento, levando em conta o relato das informações coletadas, propiciando apropriações de novas aprendizagens a partir de reflexões, pois observamos o quanto a leitura nesse espaço, pode contribuir na construção do conhecimento do meio escolar e social."
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO)"
    "area_tematica" => "GT 08 - Linguagens, Letramento e Alfabetização"
    "palavra_chave" => "EDUCAÇÃO POPULAR, ALFABETIZAÇÃO E LETRAMENTO, BIBLIOTECA"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV073_MD1_SA8_ID809_11092017114010.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:21"
    "updated_at" => "2020-06-10 11:28:06"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "RAFAEL DA SILVA SANTANA"
    "autor_nome_curto" => "RAFAEL"
    "autor_email" => "rafael.silvasantana@hotma"
    "autor_ies" => "UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO (UFPE)"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-iv-conedu"
    "edicao_nome" => "Anais IV CONEDU"
    "edicao_evento" => "IV Congresso Nacional de Educação"
    "edicao_ano" => 2017
    "edicao_pasta" => "anais/conedu/2017"
    "edicao_logo" => "5e4a048a72ec9_17022020001210.jpg"
    "edicao_capa" => "5f18486b9c352_22072020110843.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2017-12-20 00:00:00"
    "publicacao_id" => 19
    "publicacao_nome" => "Anais CONEDU"
    "publicacao_codigo" => "2358-8829"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 20 de dezembro de 2017

Resumo

A relevância social deste presente estudo destaca-se na contribuição para o debate da Educação Popular do Campo e discutir a Educação do povo, muitas vezes vistos como classes subalternas, buscamos dar visibilidade a perspectiva de povo sujeito, atuante, crítico, pensante e produtores de conhecimento. Partindo deste ponto, a criação de uma biblioteca na escola do campo da Liga dos Camponeses Pobres-LCP, busca possibilidades que elevem o nível de alfabetização e letramento dos alunos camponeses para assim fazer a utilização efetiva da língua escrita em diversos contextos sociais. Este artigo foi resultado de uma pesquisa realizada no “II Curso de Extensão em Educação do Campo: Experiências, Currículo e Práticas Pedagógicas”, ministrada no Centro de Educação da Universidade Federal de Pernambuco-UFPE, no ano 2016 com uma abordagem qualitativa de cunho descritivo, utilizando-se de uma entrevista e observação como instrumento de coleta de dados, nesse sentido, buscamos descrever as concepções de uma professora e alunos camponeses sobre a criação de uma biblioteca como espaço de interação e aprendizagem. O local da pesquisa foi na escola popular Elizabeth Teixeira da LCP, localizada no município de Lagoa dos Gatos, agreste de Pernambucano. Foi analisado que a biblioteca não deve ser vista apenas para depositar livros, mas sim um lugar atrativo para discussão e reuniões onde o docente deverá dar autonomia e instigar os alunos a construir informações pertinentes para sua vida, incluindo a comunidade para participar das atividades em que o acervo literário oferece.Visto que, os alunos têm interesse pelos livros literários, porém não são oferecidos uma diversidade livro.Desta forma, vimos o quanto esta pesquisa foi pertinente para que os alunos conheçam não apenas os livros didáticos, mas uma diversidade de gêneros e que isso contribua com sua formação. Esperamos que com este estudo haja uma conscientização e discussão sobre a proposta pedagógica referente a educação popular enfatizando a construção da biblioteca para melhorar a condição dos camponeses em relação à alfabetização e o letramento, levando em conta o relato das informações coletadas, propiciando apropriações de novas aprendizagens a partir de reflexões, pois observamos o quanto a leitura nesse espaço, pode contribuir na construção do conhecimento do meio escolar e social.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.