Artigo Anais IV CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

DEFICIÊNCIA INTELECTUAL, ALFABETIZAÇÃO E LETRAMENTO: ANALISANDO A APROPRIAÇÃO DA LEITURA E DA ESCRITA

Palavra-chaves: ENSINO SÓCIO-HISTÓRICO, ALFABETIZAÇÃO, LETRAMENTO, DEFICIÊNCIA Comunicação Oral (CO) GT 10 - Educação Especial
"2017-12-20 00:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1639
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 36380
    "edicao_id" => 77
    "trabalho_id" => 1819
    "inscrito_id" => 6774
    "titulo" => "DEFICIÊNCIA INTELECTUAL, ALFABETIZAÇÃO E LETRAMENTO: ANALISANDO A APROPRIAÇÃO DA LEITURA E DA ESCRITA"
    "resumo" => "Numa investigação sociocultural e colaborativa e intitulada - Atendimento Educacional Especializado (AEE): Programa de Leitura Compartilhada de Histórias na Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais de Campina Grande, desenvolvida entre a UFCG e a APAECG, pesquisamos os processos sociais de implementação do AEE no Programa de Leitura em foco, no qual, um leitor alfabetizado (LA) realiza duas sessões semanais de leitura/AEE com um leitor iniciante (LI) e em situação de deficiência intelectual. Especificamente analisaremos a apropriação da leitura e da escrita por 15 sujeitos em situação de deficiência intelectual. A pesquisa está fundamentada nas perspectivas de deficiência como construção social, dialógica de alfabetização e letramento, e interacionista e discursiva de língua escrita em que práticas de ensino-aprendizagem fundamentadas em pedagogias crítico-dialéticas e sóciohistóricas podem colaborar com a diminuição das fragilidades dos sujeitos em situação de deficiência intelectual, contribuindo com o desenvolvimento dos processos de alfabetização e letramento em contexto de escolarização formal. A partir dos dados produzidos, sobretudo na observação participante das sessões de leitura/escrita e na avaliação dos sujeitos indicam a predominância de respostas adequadas e a maior destreza dos sujeitos na construção de sentido, com exceção da compreensão da ideia principal e do assunto, e no posicionamento leitor. Também apontam que estão em início do processo de aquisição da leitura na decodificação e na compreensão da base alfabética, na medida em que predominaram os níveis iniciais. Significa, portanto, que estão em franco processo de apropriação da leitura e da escrita, com dificuldades e destrezas, beneficiando-se do ensino sóciohistórico ora implementado, o que desnaturaliza e contradiz a produção da ideologia da deficiência Reafirmamos a importância da incorporação desses resultados em politicas e praticas educacionais por sociedades e escolas acolhedoras da diferença."
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO)"
    "area_tematica" => "GT 10 - Educação Especial"
    "palavra_chave" => "ENSINO SÓCIO-HISTÓRICO, ALFABETIZAÇÃO, LETRAMENTO, DEFICIÊNCIA"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV073_MD1_SA10_ID6774_11092017124959.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:21"
    "updated_at" => "2020-06-10 11:28:05"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "SILVIA ROBERTA DA MOTA ROCHA"
    "autor_nome_curto" => "ROBERTA"
    "autor_email" => "silviarobertadamotarocha@"
    "autor_ies" => "0000"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-iv-conedu"
    "edicao_nome" => "Anais IV CONEDU"
    "edicao_evento" => "IV Congresso Nacional de Educação"
    "edicao_ano" => 2017
    "edicao_pasta" => "anais/conedu/2017"
    "edicao_logo" => "5e4a048a72ec9_17022020001210.jpg"
    "edicao_capa" => "5f18486b9c352_22072020110843.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2017-12-20 00:00:00"
    "publicacao_id" => 19
    "publicacao_nome" => "Anais CONEDU"
    "publicacao_codigo" => "2358-8829"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 36380
    "edicao_id" => 77
    "trabalho_id" => 1819
    "inscrito_id" => 6774
    "titulo" => "DEFICIÊNCIA INTELECTUAL, ALFABETIZAÇÃO E LETRAMENTO: ANALISANDO A APROPRIAÇÃO DA LEITURA E DA ESCRITA"
    "resumo" => "Numa investigação sociocultural e colaborativa e intitulada - Atendimento Educacional Especializado (AEE): Programa de Leitura Compartilhada de Histórias na Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais de Campina Grande, desenvolvida entre a UFCG e a APAECG, pesquisamos os processos sociais de implementação do AEE no Programa de Leitura em foco, no qual, um leitor alfabetizado (LA) realiza duas sessões semanais de leitura/AEE com um leitor iniciante (LI) e em situação de deficiência intelectual. Especificamente analisaremos a apropriação da leitura e da escrita por 15 sujeitos em situação de deficiência intelectual. A pesquisa está fundamentada nas perspectivas de deficiência como construção social, dialógica de alfabetização e letramento, e interacionista e discursiva de língua escrita em que práticas de ensino-aprendizagem fundamentadas em pedagogias crítico-dialéticas e sóciohistóricas podem colaborar com a diminuição das fragilidades dos sujeitos em situação de deficiência intelectual, contribuindo com o desenvolvimento dos processos de alfabetização e letramento em contexto de escolarização formal. A partir dos dados produzidos, sobretudo na observação participante das sessões de leitura/escrita e na avaliação dos sujeitos indicam a predominância de respostas adequadas e a maior destreza dos sujeitos na construção de sentido, com exceção da compreensão da ideia principal e do assunto, e no posicionamento leitor. Também apontam que estão em início do processo de aquisição da leitura na decodificação e na compreensão da base alfabética, na medida em que predominaram os níveis iniciais. Significa, portanto, que estão em franco processo de apropriação da leitura e da escrita, com dificuldades e destrezas, beneficiando-se do ensino sóciohistórico ora implementado, o que desnaturaliza e contradiz a produção da ideologia da deficiência Reafirmamos a importância da incorporação desses resultados em politicas e praticas educacionais por sociedades e escolas acolhedoras da diferença."
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO)"
    "area_tematica" => "GT 10 - Educação Especial"
    "palavra_chave" => "ENSINO SÓCIO-HISTÓRICO, ALFABETIZAÇÃO, LETRAMENTO, DEFICIÊNCIA"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV073_MD1_SA10_ID6774_11092017124959.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:21"
    "updated_at" => "2020-06-10 11:28:05"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "SILVIA ROBERTA DA MOTA ROCHA"
    "autor_nome_curto" => "ROBERTA"
    "autor_email" => "silviarobertadamotarocha@"
    "autor_ies" => "0000"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-iv-conedu"
    "edicao_nome" => "Anais IV CONEDU"
    "edicao_evento" => "IV Congresso Nacional de Educação"
    "edicao_ano" => 2017
    "edicao_pasta" => "anais/conedu/2017"
    "edicao_logo" => "5e4a048a72ec9_17022020001210.jpg"
    "edicao_capa" => "5f18486b9c352_22072020110843.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2017-12-20 00:00:00"
    "publicacao_id" => 19
    "publicacao_nome" => "Anais CONEDU"
    "publicacao_codigo" => "2358-8829"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 20 de dezembro de 2017

Resumo

Numa investigação sociocultural e colaborativa e intitulada - Atendimento Educacional Especializado (AEE): Programa de Leitura Compartilhada de Histórias na Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais de Campina Grande, desenvolvida entre a UFCG e a APAECG, pesquisamos os processos sociais de implementação do AEE no Programa de Leitura em foco, no qual, um leitor alfabetizado (LA) realiza duas sessões semanais de leitura/AEE com um leitor iniciante (LI) e em situação de deficiência intelectual. Especificamente analisaremos a apropriação da leitura e da escrita por 15 sujeitos em situação de deficiência intelectual. A pesquisa está fundamentada nas perspectivas de deficiência como construção social, dialógica de alfabetização e letramento, e interacionista e discursiva de língua escrita em que práticas de ensino-aprendizagem fundamentadas em pedagogias crítico-dialéticas e sóciohistóricas podem colaborar com a diminuição das fragilidades dos sujeitos em situação de deficiência intelectual, contribuindo com o desenvolvimento dos processos de alfabetização e letramento em contexto de escolarização formal. A partir dos dados produzidos, sobretudo na observação participante das sessões de leitura/escrita e na avaliação dos sujeitos indicam a predominância de respostas adequadas e a maior destreza dos sujeitos na construção de sentido, com exceção da compreensão da ideia principal e do assunto, e no posicionamento leitor. Também apontam que estão em início do processo de aquisição da leitura na decodificação e na compreensão da base alfabética, na medida em que predominaram os níveis iniciais. Significa, portanto, que estão em franco processo de apropriação da leitura e da escrita, com dificuldades e destrezas, beneficiando-se do ensino sóciohistórico ora implementado, o que desnaturaliza e contradiz a produção da ideologia da deficiência Reafirmamos a importância da incorporação desses resultados em politicas e praticas educacionais por sociedades e escolas acolhedoras da diferença.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.