Artigo Anais IV CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

COMO É VISTO O CURSO DE PEDAGOGIA NA MODALIDADE À DISTÂNCIA, NO ÂMBITO DA UAB NA PERCEPÇÃO DE TEÓRICOS, PESQUISADORES E EGRESSOS DE UM POLO DE MINAS GERAIS

Palavra-chaves: CURSO DE PEDAGOGIA, UNIVERSIDADE ABERTA DO BRASIL, FORMAÇÃO DOCENTE Comunicação Oral (CO) GT 01 - Formação de Professores Publicado em 20 de dezembro de 2017

Resumo

A relevância da discussão da formação docente, a partir da revisão bibliográfica, do diálogo entre o que dizem as pesquisas sobre as políticas públicas docentes e da formação docente inicial a partir da percepção de egressos do curso de pedagogia na modalidade à distância, adotando um olhar atento para o que dizem os pesquisadores e teóricos, acerca da temática apresentada, aponta grande importância do quanto os cursos de formação de professores necessitam repensar suas ações que contemplem reflexões sobre o trabalho efetivo nas escolas, a partir de um aporte teórico aliado a práticas de estágios que, efetivamente, subsidiem atuarem, autonomamente, na sala de aula e no cotidiano das escolas. Adotar um olhar atento para o que dizem os pesquisadores e teóricos, acerca da temática investigada é muito importante para o êxito da pesquisa, no entanto as vozes dos egressos tornam-se vitais, sendo estes os protagonistas de uma caminhada bem sucedida ou não, a partir de sua trajetória formativa. Investigar a realidade de egressos do curso de pedagogia UFOP – UAB constitui-se em um olhar importante para o repensar das políticas de formação docente que atenda, de fato, às demandas da escola contemporânea. Sendo a UAB idealizada para democratizar o ensino público superior para formação docente, acredita-se na relevância da pesquisa para conhecimento do perfil de seus envolvidos e o que têm a dizer acerca do curso. Para tanto, a questão que norteou esta investigação foi: “Qual é a percepção dos egressos sobre o curso de pedagogia UAB/UFOP?”. A Pesquisa, de caráter exploratório, partiu do levantamento e análise de trabalhos científicos acerca de política de Formação Docente, na modalidade à distância e a UAB, por meio da legislação pertinente. Inicialmente foi feito levantamento no site da Capes/Dissertações e Teses, utlizando-se os descritores “Egressos”, “UAB”, “Formação Docente” e “Pedagogia”. Foram selecionadas e analisadas 25 pesquisas, sendo 19 Dissertações e 06 Teses. Contemplou, também, a revisão bibliográfica acerca da temática, por meio de leitura de artigos de autores/pesquisadores consagrados, que se dedicam, exaustivamente, a estudar, por anos, o tema em questão, como é o caso de Libâneo, Mizukami e Gatti. A partir da análise das 25 pesquisas de mestrado e doutorado, categorias foram identificadas para análise e problematização que possam subsidiar pesquisas futuras. Foram consideradas respostas de 24 egressos com relação à possiblidade de melhoria do curso pela Universidade Federal de Ouro Preto que oferece o curso de pedagogia. Percebe-se que tanto os teóricos, quanto os pesquisadores e egressos apontam pontos positivos e questões a serem revistas no sentido de que a proposta de formação inicial à distância alcance o objetivo para o qual foi idealizado.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.