Artigo Anais IV CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

Visualizações: 264
CAMPANHA DA FRATERNIDADE COMO TEMA GERADOR PARA AÇÃO AMBIENTAL COM ALUNOS DO ENSINO MÉDIO DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO DO RIO GRANDE NO NORTE - IFRN

Palavra-chaves: MEIO AMBIENTE, EDUCAÇÃO, BIOMAS Pôster (PO) GT 14 - Educação Ambiental Publicado em 20 de dezembro de 2017

Resumo

É sabido que não são poucos os desafios enfrentados pelos professores nos dias atuais, entre eles podemos citar a falta de valorização da profissão, a falta de estrutura física de algumas escolas, a indisciplina e ainda a concorrência das mídias sociais, fazendo com que o professor cada vez mais busque alternativas inovadoras e atrativas, para que sua aula tenha êxito e possa atingir seus objetivos. O ensino da geografia, principalmente no ensino médio hoje requer do educando não apenas um conhecimento dos conteúdos, e sim uma maior reflexão sobre o assunto abordado, um maior debate e sobre tudo uma maior sensibilização que irá conscientiza-lo a agir de forma cada vez mais consciente sobre diversos temas como: questões sociais, ambientais, políticas, entre outros. Para tanto, a escola tem um papel fundamental, cabe a ela oferecer situações nas quais os educandos possam pôr em prática sua capacidade crítica, promovendo atividades que possibilitem uma participação concreta em relação aos problemas atuais, entre eles os problemas ambientais. Trabalhos de educação ambiental devem ser desenvolvidos com a finalidade de auxiliar os educandos a construírem uma consciência global das questões relacionadas ao meio ambiente, a fim de que possam assumir posições compatíveis com os valores referentes à sua proteção e melhoria da vida no planeta. Nesta perspectiva surgiu a ideia de aliar a temática da campanha da fraternidade 2017 – “Fraternidade: biomas brasileiros e defesa da vida”, tendo como lema “Cultivar e guardar a Criação”, realizada pela igreja católica em parceria com outras igrejas cristãs, como pano de fundo para ações que pudessem chamar a atenção dos educandos em sala de aula, enfatizando os objetivos da campanha – solidariedade e fraternidade – porém indo além, debatendo mais a fundo as consequências socioambientais, culturais e até religiosas, advindas da ação antrópica, buscando compreender as particularidades de cada bioma brasileiro e principalmente apontando alternativas que visem a manutenção e conservação desses biomas tão necessários a sustentabilidade do planeta, além de buscar alternativas locais – dentro do próprio IFRN – campus Zona Norte – que visem tornar o ambiente mais harmonioso e que leve a reflexão sobre a importância da preservação ambiental. A compreensão da educação socioambiental como aquela fundamentada em princípios éticos, que forma indivíduos engajados com a valorização da vida, em todas as suas formas, que respeitam a si mesmos, aos outros e ao mundo, que entende a relação entre as atitudes individuais e os impactos ambientais locais e globais. Neste trabalho, tivemos como objetivo conhecer a Educação Ambiental e sua contribuição para o despertar de uma consciência ambiental, buscando fazer uma conexão entre a temática dos biomas e a campanha da fraternidade 2017 realizada por igrejas cristãs. Também buscou-se abordar especificamente com educandos de um curso técnico em eletrônica o quanto eles poderiam contribuir dentro do sistema escolar, através da apresentação dos biomas em uma sala temática para os demais educandos do campus, e principalmente para educandos do ensino fundamental de escolas municipais e estaduais, buscando fazê-los se sentir pertencentes ao processo de ensino e aprendizagem.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.