Artigo Anais IV CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

ASPECTOS DAS PRÁTICAS EDUCATIVAS E ESTILOS PARENTAIS SOB O OLHAR DAS CRIANÇAS DE ESCOLAS PÚBLICAS E PRIVA-DAS DE CAMPINA GRANDE-PB

Palavra-chaves: PRÁTICAS EDUCATIVAS PARENTAIS, ESTILOS PARENTAIS, CRIANÇAS Comunicação Oral (CO) GT 18 - Educação Emocional
"2017-12-20 00:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1639
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 35978
    "edicao_id" => 77
    "trabalho_id" => 4335
    "inscrito_id" => 4786
    "titulo" => "ASPECTOS DAS PRÁTICAS EDUCATIVAS E ESTILOS PARENTAIS SOB O OLHAR DAS CRIANÇAS DE ESCOLAS PÚBLICAS E PRIVA-DAS DE CAMPINA GRANDE-PB"
    "resumo" => "Nos últimos anos tem-se verificado mudanças significativas nas configurações familiares, considerando o contexto social, cultural e histórico. Percebem-se, também, modificações na maneira como pais e filhos se relacionam, principalmente no que se refere às questões de limite e de autoridade. Essas mudanças implicam em questionamentos sobre a forma como os pais devem se relacionar com seus filhos e geram interesses de vários pesquisadores sobre a influência das relações parentais no desenvolvimento da criança. Alguns estudos indicam que as relações parentais variam de acordo com o contexto histórico, cultural e social e provocam resultados diferentes nos comportamentos dos filhos. Outros estudos, considerando que a criança é um ser ativo, capaz de se posicionar criticamente diante de sua realidade, enfatizam a importância de se analisar o seu ponto de vista sobre o comportamento do adulto, mais especificamente sobre as práticas educativas dos seus pais. Diante do exposto questiona-se: o que as crianças de diferentes idades e classes sociais pensam e sentem sobre as práticas educa-tivas adotadas por seus pais? Quais as práticas educativas e os estilos parentais mais identificados pelas crianças, considerando-se diferentes idades e contextos sociais? O que as crianças de diferentes idades e classe sociais julgam ser fundamental nas relações parentais? Para elucidar essas questões está sendo realizada uma pesquisa com o objetivo de analisar o olhar das crianças, de diversas idades e de diferentes classes sociais, sobre as práticas educativas de seus pais. Os participantes são crianças com a faixa etária variando entre 6 a 12 anos, sendo 40 estudantes de escolas públicas e 40 de escolas privadas, da cidade de Campina Grande-PB. Atualmente, o estudo se encontra na fase de coleta de dados, a qual consiste na aplicação de uma entrevista semiestruturada e de técnicas projetivas. Os dados serão analisados com base na análise de conteúdo bardiniana e no software ALCESTE. Até o momento, os dados parciais da análise de conteúdo, indicam que não há uma diferença na análise das relações parentais, considerando a faixa etária e a classe social das crianças. Predomina a visão de que os pais são predominantemente autoritários e coercitivos. No entanto, as crianças afirmaram que o que mais gostam na relação com seus pais é o carinho, a atenção e o diálogo. Espera-se que os resultados venham contribuir com o aprofundamento e ampliação dos estudos que abordam as relações parentais, esclarecendo o ponto de vista das crianças sobre o tema, fornecendo meios para que os pais reflitam sobre a influência de suas práticas educativas no processo de formação de seus filhos, em diferentes idades e contextos sociais."
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO)"
    "area_tematica" => "GT 18 - Educação Emocional"
    "palavra_chave" => "PRÁTICAS EDUCATIVAS PARENTAIS, ESTILOS PARENTAIS, CRIANÇAS"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV073_MD1_SA18_ID4786_16102017204924.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:21"
    "updated_at" => "2020-06-10 11:28:04"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "DANIELA DE JESUS BEZERRA DA SILVA"
    "autor_nome_curto" => "DANIELA "
    "autor_email" => "danieladejesus11@gmail.co"
    "autor_ies" => "UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA (UEPB)"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-iv-conedu"
    "edicao_nome" => "Anais IV CONEDU"
    "edicao_evento" => "IV Congresso Nacional de Educação"
    "edicao_ano" => 2017
    "edicao_pasta" => "anais/conedu/2017"
    "edicao_logo" => "5e4a048a72ec9_17022020001210.jpg"
    "edicao_capa" => "5f18486b9c352_22072020110843.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2017-12-20 00:00:00"
    "publicacao_id" => 19
    "publicacao_nome" => "Anais CONEDU"
    "publicacao_codigo" => "2358-8829"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 35978
    "edicao_id" => 77
    "trabalho_id" => 4335
    "inscrito_id" => 4786
    "titulo" => "ASPECTOS DAS PRÁTICAS EDUCATIVAS E ESTILOS PARENTAIS SOB O OLHAR DAS CRIANÇAS DE ESCOLAS PÚBLICAS E PRIVA-DAS DE CAMPINA GRANDE-PB"
    "resumo" => "Nos últimos anos tem-se verificado mudanças significativas nas configurações familiares, considerando o contexto social, cultural e histórico. Percebem-se, também, modificações na maneira como pais e filhos se relacionam, principalmente no que se refere às questões de limite e de autoridade. Essas mudanças implicam em questionamentos sobre a forma como os pais devem se relacionar com seus filhos e geram interesses de vários pesquisadores sobre a influência das relações parentais no desenvolvimento da criança. Alguns estudos indicam que as relações parentais variam de acordo com o contexto histórico, cultural e social e provocam resultados diferentes nos comportamentos dos filhos. Outros estudos, considerando que a criança é um ser ativo, capaz de se posicionar criticamente diante de sua realidade, enfatizam a importância de se analisar o seu ponto de vista sobre o comportamento do adulto, mais especificamente sobre as práticas educativas dos seus pais. Diante do exposto questiona-se: o que as crianças de diferentes idades e classes sociais pensam e sentem sobre as práticas educa-tivas adotadas por seus pais? Quais as práticas educativas e os estilos parentais mais identificados pelas crianças, considerando-se diferentes idades e contextos sociais? O que as crianças de diferentes idades e classe sociais julgam ser fundamental nas relações parentais? Para elucidar essas questões está sendo realizada uma pesquisa com o objetivo de analisar o olhar das crianças, de diversas idades e de diferentes classes sociais, sobre as práticas educativas de seus pais. Os participantes são crianças com a faixa etária variando entre 6 a 12 anos, sendo 40 estudantes de escolas públicas e 40 de escolas privadas, da cidade de Campina Grande-PB. Atualmente, o estudo se encontra na fase de coleta de dados, a qual consiste na aplicação de uma entrevista semiestruturada e de técnicas projetivas. Os dados serão analisados com base na análise de conteúdo bardiniana e no software ALCESTE. Até o momento, os dados parciais da análise de conteúdo, indicam que não há uma diferença na análise das relações parentais, considerando a faixa etária e a classe social das crianças. Predomina a visão de que os pais são predominantemente autoritários e coercitivos. No entanto, as crianças afirmaram que o que mais gostam na relação com seus pais é o carinho, a atenção e o diálogo. Espera-se que os resultados venham contribuir com o aprofundamento e ampliação dos estudos que abordam as relações parentais, esclarecendo o ponto de vista das crianças sobre o tema, fornecendo meios para que os pais reflitam sobre a influência de suas práticas educativas no processo de formação de seus filhos, em diferentes idades e contextos sociais."
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO)"
    "area_tematica" => "GT 18 - Educação Emocional"
    "palavra_chave" => "PRÁTICAS EDUCATIVAS PARENTAIS, ESTILOS PARENTAIS, CRIANÇAS"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV073_MD1_SA18_ID4786_16102017204924.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:21"
    "updated_at" => "2020-06-10 11:28:04"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "DANIELA DE JESUS BEZERRA DA SILVA"
    "autor_nome_curto" => "DANIELA "
    "autor_email" => "danieladejesus11@gmail.co"
    "autor_ies" => "UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA (UEPB)"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-iv-conedu"
    "edicao_nome" => "Anais IV CONEDU"
    "edicao_evento" => "IV Congresso Nacional de Educação"
    "edicao_ano" => 2017
    "edicao_pasta" => "anais/conedu/2017"
    "edicao_logo" => "5e4a048a72ec9_17022020001210.jpg"
    "edicao_capa" => "5f18486b9c352_22072020110843.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2017-12-20 00:00:00"
    "publicacao_id" => 19
    "publicacao_nome" => "Anais CONEDU"
    "publicacao_codigo" => "2358-8829"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 20 de dezembro de 2017

Resumo

Nos últimos anos tem-se verificado mudanças significativas nas configurações familiares, considerando o contexto social, cultural e histórico. Percebem-se, também, modificações na maneira como pais e filhos se relacionam, principalmente no que se refere às questões de limite e de autoridade. Essas mudanças implicam em questionamentos sobre a forma como os pais devem se relacionar com seus filhos e geram interesses de vários pesquisadores sobre a influência das relações parentais no desenvolvimento da criança. Alguns estudos indicam que as relações parentais variam de acordo com o contexto histórico, cultural e social e provocam resultados diferentes nos comportamentos dos filhos. Outros estudos, considerando que a criança é um ser ativo, capaz de se posicionar criticamente diante de sua realidade, enfatizam a importância de se analisar o seu ponto de vista sobre o comportamento do adulto, mais especificamente sobre as práticas educativas dos seus pais. Diante do exposto questiona-se: o que as crianças de diferentes idades e classes sociais pensam e sentem sobre as práticas educa-tivas adotadas por seus pais? Quais as práticas educativas e os estilos parentais mais identificados pelas crianças, considerando-se diferentes idades e contextos sociais? O que as crianças de diferentes idades e classe sociais julgam ser fundamental nas relações parentais? Para elucidar essas questões está sendo realizada uma pesquisa com o objetivo de analisar o olhar das crianças, de diversas idades e de diferentes classes sociais, sobre as práticas educativas de seus pais. Os participantes são crianças com a faixa etária variando entre 6 a 12 anos, sendo 40 estudantes de escolas públicas e 40 de escolas privadas, da cidade de Campina Grande-PB. Atualmente, o estudo se encontra na fase de coleta de dados, a qual consiste na aplicação de uma entrevista semiestruturada e de técnicas projetivas. Os dados serão analisados com base na análise de conteúdo bardiniana e no software ALCESTE. Até o momento, os dados parciais da análise de conteúdo, indicam que não há uma diferença na análise das relações parentais, considerando a faixa etária e a classe social das crianças. Predomina a visão de que os pais são predominantemente autoritários e coercitivos. No entanto, as crianças afirmaram que o que mais gostam na relação com seus pais é o carinho, a atenção e o diálogo. Espera-se que os resultados venham contribuir com o aprofundamento e ampliação dos estudos que abordam as relações parentais, esclarecendo o ponto de vista das crianças sobre o tema, fornecendo meios para que os pais reflitam sobre a influência de suas práticas educativas no processo de formação de seus filhos, em diferentes idades e contextos sociais.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.