Artigo Anais IV CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

A IMPLEMENTAÇÃO DA POLÍTICA DE EDUCAÇÃO INTEGRAL E A PRECARIZAÇÃO DO TRABALHO DOCENTE

Palavra-chaves: EDUCAÇÃO INTEGRAL, TRABALHO DOCENTE, POLÍTICA EDUCACIONAL Pôster (PO) GT 02 - Didática, Currículo e Política Educacional Publicado em 20 de dezembro de 2017

Resumo

Resumo: este trabalho é um recorte da pesquisa em andamento no curso de Pós-graduação em Sociologia, nível mestrado, pela Universidade Federal da Paraíba e tem como objetivo investigar a implementação da política de educação integral para o ensino médio e suas implicações para as condições do trabalho docente, em especial ao que se refere as implementações destas políticas na cidade de João Pessoa – PB, que foram impulsionadas a partir do ano de 2016 pelo Governo do Estado da Paraíba, com o programa Escola Cidadã Integral. Aparentemente, a implementação do referido programa se deu de forma arbitrária e vertical, fazendo com que os funcionários e alunos de uma escola da rede estadual, que passaria a ser em tempo integral, não pudessem aderir à proposta nos termos em que ela se dava. Com a implementação do programa, a escola perdeu 90% dos seus alunos e teve praticamente todo o corpo de professores trocado. Nossa pesquisa consiste em direcionar o foco para um dos tantos problemas que emergem durante a implementação do ensino integral, para discutir quais são os impactos para o trabalho docente, em como ele é afetado pela implementação da escola em tempo integral. Para tanto, adotamos a metodologia qualitativa para investigar os entraves à implementação do projeto Escola Cidadã Integral, mais especificamente com foco na precarização do trabalho docente, resultante da prática do ensino integral, a partir de uma investigação das condições de trabalho docente. Como instrumentos de coletas de dados, estamos utilizando a observação participante, as entrevistas e as conversas informais, registradas em diário de campo, fotografias e gravadores como forma de detalhar o mais precisamente possível, os processos de trabalho e de interação dos professores como uma variável que dificulta o processo de implementação do Programa Escola Cidadã Integral. Além da pesquisa realizada no chão da escola, também estamos levantando material bibliográfico: reportagens, relatórios governamentais sobre políticas educacionais, documentos das normas que regem e regulamentam a escola em tempo integral na rede estadual de ensino da Paraíba, bem como os documentos e leis federais em que se baseiam, tais como: LDB 9394/96; o Plano Nacional de Educação e as Diretrizes Operacionais para o Funcionamento das Escolas da Rede Estadual de Ensino da Paraíba, que complementarão as informações obtidas pelas outras técnicas. O tema da educação integral se insere no grande tema das reformas educacionais e não podemos deixar de considerar o trabalho do professor, uma vez que entendemos que para se tenha uma educação de qualidade, é necessário também oferecer condições e recursos adequados para que os professores realizem seu trabalho. E assim, através desse fator, que acreditamos interferir na efetividade da política pública educacional, possamos verificar, de um modo geral, como os modelos de educação integral estão sendo executados, postos em prática para que se tenha uma educação pública de qualidade.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.