Artigo Anais IV CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

A EDUCAÇÃO DE CRIANÇAS VÍTIMAS DE VIOLÊNCIA INTRAFAMILIAR NA PERSPECTIVA DA EDUCAÇÃO ESPECIAL EM AMBIENTE NÃO FORMAL.

Palavra-chaves: EDUCAÇÃO ESPECIAL, EDUCAÇÃO NÃO FORMAL, VIOLÊNCIA INTRAFAMILIAR Pôster (PO) GT 10 - Educação Especial
"2017-12-19 23:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1639
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 35128
    "edicao_id" => 77
    "trabalho_id" => 900
    "inscrito_id" => 6305
    "titulo" => "A EDUCAÇÃO DE CRIANÇAS VÍTIMAS DE VIOLÊNCIA INTRAFAMILIAR NA PERSPECTIVA DA EDUCAÇÃO ESPECIAL EM AMBIENTE NÃO FORMAL."
    "resumo" => "A violência intrafamiliar é um tema que muito se discute, sendo um fator de muita preocupação, pois ocupam altos índices estatísticos. A partir dos levantamentos sobre as causas de violência, foi discutido a forma do atendimento das crianças vítimas de violência, tendo em vista a proposta de inclusão social com base na educação especial. O Abrigo Cordeirinho de Deus abriga doze crianças de 6 a 12 anos, todas vítimas de violências causadas no seio familiar e que por determinação do poder judiciário, fazem cumprir o direito da inviolabilidade. A educação especial atua no atendimento das pessoas marginalizadas desenvolvendo trabalhos educacionais para a inclusão social das pessoas de acordo com cada cultura vivida, respeitando suas características sociais e intermediando a busca do conhecimento para o desenvolvimento pessoal e profissional. O abrigo apresenta em sua estrutura física e em seu currículo pedagógico, as práxis educacionais, sem o aparato administrativo de uma escola e por isso é reconhecido como um ambiente de educação não formal. Para o embasamento deste trabalho foram feitos estudos bibliográficos com referenciais teóricos para o enriquecimento do debate neste estudo. No decorrer desta produção, foram exibidos de formas implícitas os objetivos sobre o atendimento das vítimas de violência intrafamiliar e a importância do resgate do papel social dos atores visando ressocializar essas pessoas dentro das práticas educativas e da educação especial no processo de inclusão. Percebe-se a importância de desenvolver a autonomia e a identidade para que haja valorização do ser humano, a fim de que ele exerça sua capacidade de promover um futuro mais humano e igualitário."
    "modalidade" => "Pôster (PO)"
    "area_tematica" => "GT 10 - Educação Especial"
    "palavra_chave" => "EDUCAÇÃO ESPECIAL, EDUCAÇÃO NÃO FORMAL, VIOLÊNCIA INTRAFAMILIAR"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV073_MD4_SA10_ID6305_07092017012806.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:20"
    "updated_at" => "2020-06-10 11:28:00"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "FLÁVIO JOSÉ SANTOS MIRANDA"
    "autor_nome_curto" => "FLÁVIO MIRANDA"
    "autor_email" => "palcodoartista@gmail.com"
    "autor_ies" => "CENTRO UNIVERSITÁRIO INTERNACIONAL (UNINTER)"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-iv-conedu"
    "edicao_nome" => "Anais IV CONEDU"
    "edicao_evento" => "IV Congresso Nacional de Educação"
    "edicao_ano" => 2017
    "edicao_pasta" => "anais/conedu/2017"
    "edicao_logo" => "5e4a048a72ec9_17022020001210.jpg"
    "edicao_capa" => "5f18486b9c352_22072020110843.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2017-12-19 23:00:00"
    "publicacao_id" => 19
    "publicacao_nome" => "Anais CONEDU"
    "publicacao_codigo" => "2358-8829"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 35128
    "edicao_id" => 77
    "trabalho_id" => 900
    "inscrito_id" => 6305
    "titulo" => "A EDUCAÇÃO DE CRIANÇAS VÍTIMAS DE VIOLÊNCIA INTRAFAMILIAR NA PERSPECTIVA DA EDUCAÇÃO ESPECIAL EM AMBIENTE NÃO FORMAL."
    "resumo" => "A violência intrafamiliar é um tema que muito se discute, sendo um fator de muita preocupação, pois ocupam altos índices estatísticos. A partir dos levantamentos sobre as causas de violência, foi discutido a forma do atendimento das crianças vítimas de violência, tendo em vista a proposta de inclusão social com base na educação especial. O Abrigo Cordeirinho de Deus abriga doze crianças de 6 a 12 anos, todas vítimas de violências causadas no seio familiar e que por determinação do poder judiciário, fazem cumprir o direito da inviolabilidade. A educação especial atua no atendimento das pessoas marginalizadas desenvolvendo trabalhos educacionais para a inclusão social das pessoas de acordo com cada cultura vivida, respeitando suas características sociais e intermediando a busca do conhecimento para o desenvolvimento pessoal e profissional. O abrigo apresenta em sua estrutura física e em seu currículo pedagógico, as práxis educacionais, sem o aparato administrativo de uma escola e por isso é reconhecido como um ambiente de educação não formal. Para o embasamento deste trabalho foram feitos estudos bibliográficos com referenciais teóricos para o enriquecimento do debate neste estudo. No decorrer desta produção, foram exibidos de formas implícitas os objetivos sobre o atendimento das vítimas de violência intrafamiliar e a importância do resgate do papel social dos atores visando ressocializar essas pessoas dentro das práticas educativas e da educação especial no processo de inclusão. Percebe-se a importância de desenvolver a autonomia e a identidade para que haja valorização do ser humano, a fim de que ele exerça sua capacidade de promover um futuro mais humano e igualitário."
    "modalidade" => "Pôster (PO)"
    "area_tematica" => "GT 10 - Educação Especial"
    "palavra_chave" => "EDUCAÇÃO ESPECIAL, EDUCAÇÃO NÃO FORMAL, VIOLÊNCIA INTRAFAMILIAR"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV073_MD4_SA10_ID6305_07092017012806.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:20"
    "updated_at" => "2020-06-10 11:28:00"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "FLÁVIO JOSÉ SANTOS MIRANDA"
    "autor_nome_curto" => "FLÁVIO MIRANDA"
    "autor_email" => "palcodoartista@gmail.com"
    "autor_ies" => "CENTRO UNIVERSITÁRIO INTERNACIONAL (UNINTER)"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-iv-conedu"
    "edicao_nome" => "Anais IV CONEDU"
    "edicao_evento" => "IV Congresso Nacional de Educação"
    "edicao_ano" => 2017
    "edicao_pasta" => "anais/conedu/2017"
    "edicao_logo" => "5e4a048a72ec9_17022020001210.jpg"
    "edicao_capa" => "5f18486b9c352_22072020110843.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2017-12-19 23:00:00"
    "publicacao_id" => 19
    "publicacao_nome" => "Anais CONEDU"
    "publicacao_codigo" => "2358-8829"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 19 de dezembro de 2017

Resumo

A violência intrafamiliar é um tema que muito se discute, sendo um fator de muita preocupação, pois ocupam altos índices estatísticos. A partir dos levantamentos sobre as causas de violência, foi discutido a forma do atendimento das crianças vítimas de violência, tendo em vista a proposta de inclusão social com base na educação especial. O Abrigo Cordeirinho de Deus abriga doze crianças de 6 a 12 anos, todas vítimas de violências causadas no seio familiar e que por determinação do poder judiciário, fazem cumprir o direito da inviolabilidade. A educação especial atua no atendimento das pessoas marginalizadas desenvolvendo trabalhos educacionais para a inclusão social das pessoas de acordo com cada cultura vivida, respeitando suas características sociais e intermediando a busca do conhecimento para o desenvolvimento pessoal e profissional. O abrigo apresenta em sua estrutura física e em seu currículo pedagógico, as práxis educacionais, sem o aparato administrativo de uma escola e por isso é reconhecido como um ambiente de educação não formal. Para o embasamento deste trabalho foram feitos estudos bibliográficos com referenciais teóricos para o enriquecimento do debate neste estudo. No decorrer desta produção, foram exibidos de formas implícitas os objetivos sobre o atendimento das vítimas de violência intrafamiliar e a importância do resgate do papel social dos atores visando ressocializar essas pessoas dentro das práticas educativas e da educação especial no processo de inclusão. Percebe-se a importância de desenvolver a autonomia e a identidade para que haja valorização do ser humano, a fim de que ele exerça sua capacidade de promover um futuro mais humano e igualitário.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.