Artigo Anais V CIEH

ANAIS de Evento

ISSN: 2318-0854

ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM A UMA IDOSA EM CUIDADOS PALIATIVOS INTERNADA EM UTI GERAL: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA

Palavra-chaves: CUIDADOS PALIATIVOS, ENFERMAGEM GERIÁTRICA, UNIDADES DE TERAPIA INTENSIVA Pôster (PO) AT-04: Processo de Cuidar em Enfermagem e a Saúde da Pessoa Idosa
"2017-12-19 23:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1639
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 34139
    "edicao_id" => 76
    "trabalho_id" => 335
    "inscrito_id" => 1643
    "titulo" => "ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM A UMA IDOSA EM CUIDADOS PALIATIVOS INTERNADA EM UTI GERAL: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA"
    "resumo" => "INTRODUÇÃO: A ocorrência de uma importante mudança no perfil epidemiológico e demográfico no Brasil vem caracterizando um acentuado envelhecimento populacional. Essa transição altera o perfil de morbimortalidade, sendo anteriormente caracterizado por doenças infectocontagiosas, e agora tendo como mais prevalentes as doenças crônicas não transmissíveis (DCNT). Nesse contexto, a temática de Cuidados Paliativos (CP) ganha destaque, tendo em vista que a mudança no perfil de adoecimento está relacionada a um maior grau de comprometimento funcional e dependência. Compreende-se por CP a abordagem que promove qualidade de vida de pacientes e seus familiares, que enfrentam doenças que ameacem a continuidade da vida, através da prevenção e alívio do sofrimento, e requer a identificação precoce, avaliação e tratamento da dor e outros problemas de natureza física, psicossocial e espiritual. A abordagem desses cuidados devem se estender a todos os pacientes com doenças graves, progressivas e que ameacem a continuidade da vida. A assistência efetiva de enfermagem ao paciente em CP deve garantir cuidados integrais, centrados nas necessidades do paciente e que respeitem sua autonomia. Portanto, o presente trabalho objetiva descrever a experiência de uma enfermeira da UTI Geral do Hospital Escola Professor Alberto Antunes (HUPAA) na assistência a uma idosa em CP. METODOLOGIA: Trata-se de um estudo qualitativo, descritivo, do tipo relato de experiência a respeito da vivência de uma enfermeira assistente da UTI Geral do Hospital Escola Professor Alberto Antunes (HUPAA) na assistência de Enfermagem a uma idosa em cuidados paliativos durante seu internamento no setor, de junho a agosto de 2017. RESULTADOS E DISCUSSÃO: Durante o internamento da idosa na UTI Geral, que durou cerca de três meses, foi possível à enfermeira a aplicação dos princípios que permeiam o conceito de cuidados paliativos dentro da assistência em todo o tempo de permanência da idosa no setor, sendo possível vivenciar todo o processo, desde o início dos cuidados paliativos até o pós-morte, onde intensificou-se a atenção à família. Os cuidados prestados foram baseados nos princípios dos CP, como: melhorar a qualidade de vida e influenciar positivamente o curso da doença; promover o alívio da dor e outros sintomas desagradáveis; não acelerar nem adiar a morte; integrar os aspectos psicológicos e espirituais no cuidado ao paciente e oferecer um sistema de suporte que possibilite o paciente viver tão ativamente quanto possível, até o momento da sua morte CONCLUSÕES: Tendo em vista o exposto, foi possível perceber que a experiência possibilitou ver a enfermagem como profissão de visão e vivência integral à saúde. Profissão esta que inclui no processo diário de trabalho princípios éticos, bioéticos e de humanização, que envolve a empatia e o acolhimento, mas que também se depara com a frustração e fracasso. Mister se faz reforçar a compreensão do processo de trabalho diante do olhar ao paciente em processo de morte de modo a fornecer suporte e apoio aos familiares, bem como da necessidade de suporte emocional, espiritual e social dos profissionais envolvidos nesta modalidade de cuidado, a fim de enfrentar a impotência do cuidar para a cura."
    "modalidade" => "Pôster (PO)"
    "area_tematica" => "AT-04: Processo de Cuidar em Enfermagem e a Saúde da Pessoa Idosa"
    "palavra_chave" => "CUIDADOS PALIATIVOS, ENFERMAGEM GERIÁTRICA, UNIDADES DE TERAPIA INTENSIVA"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV075_MD4_SA4_ID1643_11092017191711.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:19"
    "updated_at" => "2020-06-09 18:49:33"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "LEINA RODRIGUES FERREIRA"
    "autor_nome_curto" => "LEINA RODRIGUES"
    "autor_email" => "leina_rodrigues@hotmail.c"
    "autor_ies" => "0000"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-v-cieh"
    "edicao_nome" => "Anais V CIEH"
    "edicao_evento" => "V Congresso Internacional de Envelhecimento Humano"
    "edicao_ano" => 2017
    "edicao_pasta" => "anais/cieh/2017"
    "edicao_logo" => "5e49e719ef6ea_16022020220633.jpg"
    "edicao_capa" => "5f182cfe0d414_22072020091142.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2017-12-19 23:00:00"
    "publicacao_id" => 10
    "publicacao_nome" => "Anais do Congresso Internacional de Envelhecimento Humano (CIEH)"
    "publicacao_codigo" => "2318-0854"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 34139
    "edicao_id" => 76
    "trabalho_id" => 335
    "inscrito_id" => 1643
    "titulo" => "ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM A UMA IDOSA EM CUIDADOS PALIATIVOS INTERNADA EM UTI GERAL: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA"
    "resumo" => "INTRODUÇÃO: A ocorrência de uma importante mudança no perfil epidemiológico e demográfico no Brasil vem caracterizando um acentuado envelhecimento populacional. Essa transição altera o perfil de morbimortalidade, sendo anteriormente caracterizado por doenças infectocontagiosas, e agora tendo como mais prevalentes as doenças crônicas não transmissíveis (DCNT). Nesse contexto, a temática de Cuidados Paliativos (CP) ganha destaque, tendo em vista que a mudança no perfil de adoecimento está relacionada a um maior grau de comprometimento funcional e dependência. Compreende-se por CP a abordagem que promove qualidade de vida de pacientes e seus familiares, que enfrentam doenças que ameacem a continuidade da vida, através da prevenção e alívio do sofrimento, e requer a identificação precoce, avaliação e tratamento da dor e outros problemas de natureza física, psicossocial e espiritual. A abordagem desses cuidados devem se estender a todos os pacientes com doenças graves, progressivas e que ameacem a continuidade da vida. A assistência efetiva de enfermagem ao paciente em CP deve garantir cuidados integrais, centrados nas necessidades do paciente e que respeitem sua autonomia. Portanto, o presente trabalho objetiva descrever a experiência de uma enfermeira da UTI Geral do Hospital Escola Professor Alberto Antunes (HUPAA) na assistência a uma idosa em CP. METODOLOGIA: Trata-se de um estudo qualitativo, descritivo, do tipo relato de experiência a respeito da vivência de uma enfermeira assistente da UTI Geral do Hospital Escola Professor Alberto Antunes (HUPAA) na assistência de Enfermagem a uma idosa em cuidados paliativos durante seu internamento no setor, de junho a agosto de 2017. RESULTADOS E DISCUSSÃO: Durante o internamento da idosa na UTI Geral, que durou cerca de três meses, foi possível à enfermeira a aplicação dos princípios que permeiam o conceito de cuidados paliativos dentro da assistência em todo o tempo de permanência da idosa no setor, sendo possível vivenciar todo o processo, desde o início dos cuidados paliativos até o pós-morte, onde intensificou-se a atenção à família. Os cuidados prestados foram baseados nos princípios dos CP, como: melhorar a qualidade de vida e influenciar positivamente o curso da doença; promover o alívio da dor e outros sintomas desagradáveis; não acelerar nem adiar a morte; integrar os aspectos psicológicos e espirituais no cuidado ao paciente e oferecer um sistema de suporte que possibilite o paciente viver tão ativamente quanto possível, até o momento da sua morte CONCLUSÕES: Tendo em vista o exposto, foi possível perceber que a experiência possibilitou ver a enfermagem como profissão de visão e vivência integral à saúde. Profissão esta que inclui no processo diário de trabalho princípios éticos, bioéticos e de humanização, que envolve a empatia e o acolhimento, mas que também se depara com a frustração e fracasso. Mister se faz reforçar a compreensão do processo de trabalho diante do olhar ao paciente em processo de morte de modo a fornecer suporte e apoio aos familiares, bem como da necessidade de suporte emocional, espiritual e social dos profissionais envolvidos nesta modalidade de cuidado, a fim de enfrentar a impotência do cuidar para a cura."
    "modalidade" => "Pôster (PO)"
    "area_tematica" => "AT-04: Processo de Cuidar em Enfermagem e a Saúde da Pessoa Idosa"
    "palavra_chave" => "CUIDADOS PALIATIVOS, ENFERMAGEM GERIÁTRICA, UNIDADES DE TERAPIA INTENSIVA"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV075_MD4_SA4_ID1643_11092017191711.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:19"
    "updated_at" => "2020-06-09 18:49:33"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "LEINA RODRIGUES FERREIRA"
    "autor_nome_curto" => "LEINA RODRIGUES"
    "autor_email" => "leina_rodrigues@hotmail.c"
    "autor_ies" => "0000"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-v-cieh"
    "edicao_nome" => "Anais V CIEH"
    "edicao_evento" => "V Congresso Internacional de Envelhecimento Humano"
    "edicao_ano" => 2017
    "edicao_pasta" => "anais/cieh/2017"
    "edicao_logo" => "5e49e719ef6ea_16022020220633.jpg"
    "edicao_capa" => "5f182cfe0d414_22072020091142.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2017-12-19 23:00:00"
    "publicacao_id" => 10
    "publicacao_nome" => "Anais do Congresso Internacional de Envelhecimento Humano (CIEH)"
    "publicacao_codigo" => "2318-0854"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 19 de dezembro de 2017

Resumo

INTRODUÇÃO: A ocorrência de uma importante mudança no perfil epidemiológico e demográfico no Brasil vem caracterizando um acentuado envelhecimento populacional. Essa transição altera o perfil de morbimortalidade, sendo anteriormente caracterizado por doenças infectocontagiosas, e agora tendo como mais prevalentes as doenças crônicas não transmissíveis (DCNT). Nesse contexto, a temática de Cuidados Paliativos (CP) ganha destaque, tendo em vista que a mudança no perfil de adoecimento está relacionada a um maior grau de comprometimento funcional e dependência. Compreende-se por CP a abordagem que promove qualidade de vida de pacientes e seus familiares, que enfrentam doenças que ameacem a continuidade da vida, através da prevenção e alívio do sofrimento, e requer a identificação precoce, avaliação e tratamento da dor e outros problemas de natureza física, psicossocial e espiritual. A abordagem desses cuidados devem se estender a todos os pacientes com doenças graves, progressivas e que ameacem a continuidade da vida. A assistência efetiva de enfermagem ao paciente em CP deve garantir cuidados integrais, centrados nas necessidades do paciente e que respeitem sua autonomia. Portanto, o presente trabalho objetiva descrever a experiência de uma enfermeira da UTI Geral do Hospital Escola Professor Alberto Antunes (HUPAA) na assistência a uma idosa em CP. METODOLOGIA: Trata-se de um estudo qualitativo, descritivo, do tipo relato de experiência a respeito da vivência de uma enfermeira assistente da UTI Geral do Hospital Escola Professor Alberto Antunes (HUPAA) na assistência de Enfermagem a uma idosa em cuidados paliativos durante seu internamento no setor, de junho a agosto de 2017. RESULTADOS E DISCUSSÃO: Durante o internamento da idosa na UTI Geral, que durou cerca de três meses, foi possível à enfermeira a aplicação dos princípios que permeiam o conceito de cuidados paliativos dentro da assistência em todo o tempo de permanência da idosa no setor, sendo possível vivenciar todo o processo, desde o início dos cuidados paliativos até o pós-morte, onde intensificou-se a atenção à família. Os cuidados prestados foram baseados nos princípios dos CP, como: melhorar a qualidade de vida e influenciar positivamente o curso da doença; promover o alívio da dor e outros sintomas desagradáveis; não acelerar nem adiar a morte; integrar os aspectos psicológicos e espirituais no cuidado ao paciente e oferecer um sistema de suporte que possibilite o paciente viver tão ativamente quanto possível, até o momento da sua morte CONCLUSÕES: Tendo em vista o exposto, foi possível perceber que a experiência possibilitou ver a enfermagem como profissão de visão e vivência integral à saúde. Profissão esta que inclui no processo diário de trabalho princípios éticos, bioéticos e de humanização, que envolve a empatia e o acolhimento, mas que também se depara com a frustração e fracasso. Mister se faz reforçar a compreensão do processo de trabalho diante do olhar ao paciente em processo de morte de modo a fornecer suporte e apoio aos familiares, bem como da necessidade de suporte emocional, espiritual e social dos profissionais envolvidos nesta modalidade de cuidado, a fim de enfrentar a impotência do cuidar para a cura.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.