Artigo Anais IV SINALGE

ANAIS de Evento

ISSN: 2527-0028

Visualizações: 260
PROPOSTA DE INTERVENÇÃO COM O GÊNERO MULTIMODAL “MEME”

Palavra-chaves: ENSINO, GÊNEROS MULTIMODAIS, MÍDIAS DIGITAIS Comunicação Oral (CO) GT10-HIPERTEXTO E MULTIMODALIDADE: NOVAS PRÁTICAS DE LEITURA E ESCRITA Publicado em 27 de abril de 2017

Resumo

Tem sido observado, nos últimos anos, um interesse particular pelas formas variadas de construir textos que se integram a mídias tecnológicas ou outros suportes que seriam meios de comunicação. Observamos então, a necessidade de valorizar a presença da dos gêneros multimodais no contexto pedagógico, alinhados as mídias como forma de adequação as propostas vinculadas aos Parâmetros Curriculares Nacionais (BRASIL, 1998), em que abre espaço a uma nova adaptação das competências linguísticas-discursivas a fim de promover um ensino inclusivo, atuante e protagonista. Foi com base nessa proposta que objetivamos discutir a relação que pode existir, nos dias de hoje, entre produção de textos com alunos do ensino fundamental II (9° ano) e a articulação com o conhecimento prévio de gênero já conhecidos e produtivos no cotidiano. Assim, desenvolvemos 04 Oficinas de Multiletramentos divididas em 06 aulas de 50min. em uma escola pública localizada na cidade de Missão Velha, região do Cariri, interior do estado do Ceará. Trazemos então as seguintes questões: o gênero “MEMES” poderia, portanto, ser usado como forma de motivar discursões linguísticas, discursivas e sociais sobre o mundo real? De que modo esse gênero poderia contribuir na construção de textos em sala de aula? Desse modo, objetivamos entender, a partir de questionários aplicados após a intervenção, como estudantes compreendem as múltiplas semioses presentes nos textos atuais e como as semioses podem atuar de forma positiva no desenvolvimento de sujeitos críticos. Para a análise dos dados, nos ancoramos em Kress e van Leeuwen (2006) e Vieira (2015), ainda, em posicionamentos de Lendl; Lima e Oliveira (2016) e Passos (2012).

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.