Artigo Anais IV SINALGE

ANAIS de Evento

ISSN: 2527-0028

INTERDISCIPLINARIDADE: UMA ABORDAGEM PARA O ENSINO DE LÍNGUAS.

Palavra-chaves: ENSINO, INTERDISCIPLINARIDADE, CONHECIMENTO Comunicação Oral (CO) GT01-FORMAÇÃO DOCENTE E CONTEMPORANEIDADE
"2017-04-27 00:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1639
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 27398
    "edicao_id" => 57
    "trabalho_id" => 605
    "inscrito_id" => 295
    "titulo" => "INTERDISCIPLINARIDADE: UMA ABORDAGEM PARA O ENSINO DE LÍNGUAS."
    "resumo" => "INTRODUÇÃO Seria a interdisciplinaridade um processo recente, uma necessidade característica dos nossos dias, uma conquista da ciência moderna? Na verdade, ela tem uma longa trajetória, com  manifestações variadas através dos tempos, desde os primeiros sistemas de pensamento organizado. OBJETIVOS Conhecer o conceito de Interdisciplinaridade; Analisar como o trabalho interdisciplinar pode ser desenvolvido no ensino de línguas. METODOLOGIA Para uma compreensão geral do conceito de Interdisciplinaridade recorremos a alguns autores e publicações que abordaram o tema, em livros e artigos acadêmicos. Com base em seus trabalhos buscamos uma definição e como essa abordagem pode auxiliar  no ensino de línguas. REFERENCIAL TEÓRICO Segundo os Parâmetros Curriculares Nacionais, o conhecimento é o resultado de um processo de modificação, construção e reorganização utilizado pelos alunos para assimilar e interpretar os conteúdos escolares. O que o aluno pode aprender em determinado momento da escolaridade depende das possibilidades delineadas pelas formas de pensamento em que dispõe naquela fase do desenvolvimento, dos conhecimentos que já construiu anteriormente e do ensino que recebe. No ensino, a interdisciplinaridade não pode ser uma “junção de conteúdos, nem uma junção de métodos, muito menos a junção de disciplinas” (FAZENDA, 1993, p. 64). Assim, os desenvolvimentos disciplinares das ciências trouxeram as vantagens da divisão do trabalho, mas também os inconvenientes da superespecialização, do confinamento e do despedaçamento do saber. Não só produziram o conhecimento e a elucidação, mas também a ignorância e a cegueira.( MORIN, 2008)  É importante enfatizar que a interdisciplinaridade supõe um eixo integrador, que pode ser o objeto de conhecimento, um projeto de investigação, um plano de intervenção. Nesse sentido ela deve partir da necessidade sentida pelas escolas, professores e alunos de explicar, compreender, intervir, mudar, prever, algo que desafia uma disciplina isolada e atrai a atenção de mais de um olhar, talvez vários. Explicação, compreensão, intervenção são processos que requerem um conhecimento que vai além da descrição da realidade mobiliza competências cognitivas para deduzir, tirar inferências ou fazer previsões a partir do fato observado. RESULTADOS A interdisciplinaridade não tem a pretensão de criar novas disciplinas ou saberes, mas de utilizar os conhecimentos de várias disciplinas para resolver um problema ou compreender um determinado fenômeno sob diferentes pontos de vista. “A interdisciplinaridade tem uma função instrumental. Trata-se de recorrer a um saber diretamente útil e utilizável para resolver às questões e aos problemas sociais contemporâneos. Para observância da interdisciplinaridade é preciso entender que as disciplinas escolares resultam de recortes e seleções arbitrários, historicamente constituídos, expressões de interesses e relações de poder que ressaltam, ocultam ou negam saberes. (BRASIL,1999, p. 89).  A interdisciplinaridade não dilui as disciplinas, ao contrário, mantém sua individualidade. Mas integra as disciplinas a partir da compreensão das múltiplas causas ou fatores que intervêm sobre a realidade e trabalha todas as linguagens necessárias para a constituição de conhecimentos, comunicação e negociação de significados e registro sistemático dos resultados.  Como fazer? Atitude pessoal de abertura do professor;  Capacidade de diálogo;  Integração entre as disciplinas;  Ação de trabalho pedagógico envolvendo o futuro docente."
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO)"
    "area_tematica" => "GT01-FORMAÇÃO DOCENTE E CONTEMPORANEIDADE"
    "palavra_chave" => "ENSINO, INTERDISCIPLINARIDADE, CONHECIMENTO"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV066_MD1_SA1_ID295_23032017204249.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:13"
    "updated_at" => "2020-06-10 12:56:12"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "HORTÊNCIA PESSOA RÊGO GOMES"
    "autor_nome_curto" => "HORTÊNCIAPESSOA"
    "autor_email" => "hortenciapessoa@bol.com.b"
    "autor_ies" => "UFERSA"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-iv-sinalge"
    "edicao_nome" => "Anais IV SINALGE"
    "edicao_evento" => "IV Simpósio Nacional de Linguagens e Gêneros Textuais"
    "edicao_ano" => 2017
    "edicao_pasta" => "anais/sinalge/2017"
    "edicao_logo" => "5e4d8586dda3e_19022020155918.png"
    "edicao_capa" => "5f1880a141ece_22072020150833.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2017-04-27 00:00:00"
    "publicacao_id" => 35
    "publicacao_nome" => "Anais SINALGE"
    "publicacao_codigo" => "2527-0028"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 27398
    "edicao_id" => 57
    "trabalho_id" => 605
    "inscrito_id" => 295
    "titulo" => "INTERDISCIPLINARIDADE: UMA ABORDAGEM PARA O ENSINO DE LÍNGUAS."
    "resumo" => "INTRODUÇÃO Seria a interdisciplinaridade um processo recente, uma necessidade característica dos nossos dias, uma conquista da ciência moderna? Na verdade, ela tem uma longa trajetória, com  manifestações variadas através dos tempos, desde os primeiros sistemas de pensamento organizado. OBJETIVOS Conhecer o conceito de Interdisciplinaridade; Analisar como o trabalho interdisciplinar pode ser desenvolvido no ensino de línguas. METODOLOGIA Para uma compreensão geral do conceito de Interdisciplinaridade recorremos a alguns autores e publicações que abordaram o tema, em livros e artigos acadêmicos. Com base em seus trabalhos buscamos uma definição e como essa abordagem pode auxiliar  no ensino de línguas. REFERENCIAL TEÓRICO Segundo os Parâmetros Curriculares Nacionais, o conhecimento é o resultado de um processo de modificação, construção e reorganização utilizado pelos alunos para assimilar e interpretar os conteúdos escolares. O que o aluno pode aprender em determinado momento da escolaridade depende das possibilidades delineadas pelas formas de pensamento em que dispõe naquela fase do desenvolvimento, dos conhecimentos que já construiu anteriormente e do ensino que recebe. No ensino, a interdisciplinaridade não pode ser uma “junção de conteúdos, nem uma junção de métodos, muito menos a junção de disciplinas” (FAZENDA, 1993, p. 64). Assim, os desenvolvimentos disciplinares das ciências trouxeram as vantagens da divisão do trabalho, mas também os inconvenientes da superespecialização, do confinamento e do despedaçamento do saber. Não só produziram o conhecimento e a elucidação, mas também a ignorância e a cegueira.( MORIN, 2008)  É importante enfatizar que a interdisciplinaridade supõe um eixo integrador, que pode ser o objeto de conhecimento, um projeto de investigação, um plano de intervenção. Nesse sentido ela deve partir da necessidade sentida pelas escolas, professores e alunos de explicar, compreender, intervir, mudar, prever, algo que desafia uma disciplina isolada e atrai a atenção de mais de um olhar, talvez vários. Explicação, compreensão, intervenção são processos que requerem um conhecimento que vai além da descrição da realidade mobiliza competências cognitivas para deduzir, tirar inferências ou fazer previsões a partir do fato observado. RESULTADOS A interdisciplinaridade não tem a pretensão de criar novas disciplinas ou saberes, mas de utilizar os conhecimentos de várias disciplinas para resolver um problema ou compreender um determinado fenômeno sob diferentes pontos de vista. “A interdisciplinaridade tem uma função instrumental. Trata-se de recorrer a um saber diretamente útil e utilizável para resolver às questões e aos problemas sociais contemporâneos. Para observância da interdisciplinaridade é preciso entender que as disciplinas escolares resultam de recortes e seleções arbitrários, historicamente constituídos, expressões de interesses e relações de poder que ressaltam, ocultam ou negam saberes. (BRASIL,1999, p. 89).  A interdisciplinaridade não dilui as disciplinas, ao contrário, mantém sua individualidade. Mas integra as disciplinas a partir da compreensão das múltiplas causas ou fatores que intervêm sobre a realidade e trabalha todas as linguagens necessárias para a constituição de conhecimentos, comunicação e negociação de significados e registro sistemático dos resultados.  Como fazer? Atitude pessoal de abertura do professor;  Capacidade de diálogo;  Integração entre as disciplinas;  Ação de trabalho pedagógico envolvendo o futuro docente."
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO)"
    "area_tematica" => "GT01-FORMAÇÃO DOCENTE E CONTEMPORANEIDADE"
    "palavra_chave" => "ENSINO, INTERDISCIPLINARIDADE, CONHECIMENTO"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV066_MD1_SA1_ID295_23032017204249.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:13"
    "updated_at" => "2020-06-10 12:56:12"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "HORTÊNCIA PESSOA RÊGO GOMES"
    "autor_nome_curto" => "HORTÊNCIAPESSOA"
    "autor_email" => "hortenciapessoa@bol.com.b"
    "autor_ies" => "UFERSA"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-iv-sinalge"
    "edicao_nome" => "Anais IV SINALGE"
    "edicao_evento" => "IV Simpósio Nacional de Linguagens e Gêneros Textuais"
    "edicao_ano" => 2017
    "edicao_pasta" => "anais/sinalge/2017"
    "edicao_logo" => "5e4d8586dda3e_19022020155918.png"
    "edicao_capa" => "5f1880a141ece_22072020150833.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2017-04-27 00:00:00"
    "publicacao_id" => 35
    "publicacao_nome" => "Anais SINALGE"
    "publicacao_codigo" => "2527-0028"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 27 de abril de 2017

Resumo

INTRODUÇÃO Seria a interdisciplinaridade um processo recente, uma necessidade característica dos nossos dias, uma conquista da ciência moderna? Na verdade, ela tem uma longa trajetória, com manifestações variadas através dos tempos, desde os primeiros sistemas de pensamento organizado. OBJETIVOS Conhecer o conceito de Interdisciplinaridade; Analisar como o trabalho interdisciplinar pode ser desenvolvido no ensino de línguas. METODOLOGIA Para uma compreensão geral do conceito de Interdisciplinaridade recorremos a alguns autores e publicações que abordaram o tema, em livros e artigos acadêmicos. Com base em seus trabalhos buscamos uma definição e como essa abordagem pode auxiliar no ensino de línguas. REFERENCIAL TEÓRICO Segundo os Parâmetros Curriculares Nacionais, o conhecimento é o resultado de um processo de modificação, construção e reorganização utilizado pelos alunos para assimilar e interpretar os conteúdos escolares. O que o aluno pode aprender em determinado momento da escolaridade depende das possibilidades delineadas pelas formas de pensamento em que dispõe naquela fase do desenvolvimento, dos conhecimentos que já construiu anteriormente e do ensino que recebe. No ensino, a interdisciplinaridade não pode ser uma “junção de conteúdos, nem uma junção de métodos, muito menos a junção de disciplinas” (FAZENDA, 1993, p. 64). Assim, os desenvolvimentos disciplinares das ciências trouxeram as vantagens da divisão do trabalho, mas também os inconvenientes da superespecialização, do confinamento e do despedaçamento do saber. Não só produziram o conhecimento e a elucidação, mas também a ignorância e a cegueira.( MORIN, 2008) É importante enfatizar que a interdisciplinaridade supõe um eixo integrador, que pode ser o objeto de conhecimento, um projeto de investigação, um plano de intervenção. Nesse sentido ela deve partir da necessidade sentida pelas escolas, professores e alunos de explicar, compreender, intervir, mudar, prever, algo que desafia uma disciplina isolada e atrai a atenção de mais de um olhar, talvez vários. Explicação, compreensão, intervenção são processos que requerem um conhecimento que vai além da descrição da realidade mobiliza competências cognitivas para deduzir, tirar inferências ou fazer previsões a partir do fato observado. RESULTADOS A interdisciplinaridade não tem a pretensão de criar novas disciplinas ou saberes, mas de utilizar os conhecimentos de várias disciplinas para resolver um problema ou compreender um determinado fenômeno sob diferentes pontos de vista. “A interdisciplinaridade tem uma função instrumental. Trata-se de recorrer a um saber diretamente útil e utilizável para resolver às questões e aos problemas sociais contemporâneos. Para observância da interdisciplinaridade é preciso entender que as disciplinas escolares resultam de recortes e seleções arbitrários, historicamente constituídos, expressões de interesses e relações de poder que ressaltam, ocultam ou negam saberes. (BRASIL,1999, p. 89). A interdisciplinaridade não dilui as disciplinas, ao contrário, mantém sua individualidade. Mas integra as disciplinas a partir da compreensão das múltiplas causas ou fatores que intervêm sobre a realidade e trabalha todas as linguagens necessárias para a constituição de conhecimentos, comunicação e negociação de significados e registro sistemático dos resultados. Como fazer? Atitude pessoal de abertura do professor; Capacidade de diálogo; Integração entre as disciplinas; Ação de trabalho pedagógico envolvendo o futuro docente.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.