Artigo Anais VIII FIPED

ANAIS de Evento

ISSN: 2316-1086

Visualizações: 220
EDUCAÇÃO E RELAÇÕES ÉTNICORRACIAIS EM UMA TURMA DO 5º ANO DE UMA ESCOLA MUNICIPAL DE ITAPETINGA-BA: O QUE NOS DIZEM AS CRIANÇAS?

Palavra-chaves: CRIANÇAS, EDUCAÇÃO, RELAÇÕES ÉTNICO-RACIAIS, SOCIOLOGIA DA INFÂNCIA Comunicação Oral (CO) GT 14 – EDUCAÇÃO E RELAÇÕES ÉTNICO-RACIAIS Publicado em 09 de novembro de 2016

Resumo

Nesta pesquisa, tivemos como objetivos analisar como as crianças agem, acionam e vivenciam as noções de racismo e discriminação racial em suas relações com outras crianças e adultos, além de identificar e analisar como se expressam o racismo e as práticas racistas no dia a dia das rotinas escolares, em uma turma do 5º ano de uma escola do município de Itapetinga-BA. Utilizamo-nos de autores que têm discutido essa temática, a exemplo de Cavalleiro (2001, 2014), Silva (2010, 2015), Passos (2012), Fazzi (2006), Bastos (2015) e outros. Através das intervenções pode-se perceber a negação dos traços negroides e o desejo pelos traços caucasoides, ou seja, o “privilégio simbólico da brancura” é reelaborado pelas crianças e estas, quase sempre, enxergam na branquitude o valor e a referência positiva.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.