Artigo Anais VIII FIPED

ANAIS de Evento

ISSN: 2316-1086

A EFETIVIDADE DAS POLÍTICAS PÚBLICAS PARA EDUCAÇÃO DE SURDOS NO ENSINO FUNDAMENTAL REGULAR

Palavra-chaves: SURDOS, INCLUSÃO, LEGISLAÇÃO Pôster (PO) GT6 – EDUCAÇÃO INCLUSIVA E EDUCAÇÃO PARA SURDOS Publicado em 09 de novembro de 2016

Resumo

O presente trabalho tem por objetivo apresentar o histórico de conquista e consolidação de direitos dos alunos surdos no âmbito educacional. Assim, discorreu-se sobre a dinâmica de inserção do aluno surdo pautada na legislação, e como aplicabilidade da mesma está acontecendo em sala de aula do ensino regular. Visualiza-se, portanto, que para a promoção da inclusão de surdos no ensino regular faz-se urgente a capacitação de professores, este precisa ter conhecimento dos conteúdos específicos e, na mesma proporção, de práticas pedagógicas disponíveis que facilitem a aprendizagem desses alunos. Todavia, apesar dos esforços de aperfeiçoar as práticas docentes e conquistas legislativas na última década, é primordial uma modificação nos parâmetros curriculares de formação de professores para que sejam oferecidas disciplinas que atendam a essas necessidades dos professores.Tal investigação parte do pressuposto de que o avanço em termos legislativo é considerável, para um espaço de aceitação. A surdez constitui-se como parte integrante dessa diversidade, portanto, interessa à educação conhecer os limites e possibilidades do aluno surdo, de modo a oferecer-lhe os aparatos necessários para aquisição de conhecimentos. Para o pleno vigor da inclusão de surdos é preciso uma capacitação de educadores. O professor deve ser capacitado para o exercício de sua função, que é de promover o desenvolvimento de seus alunos, para isso, precisa ter conhecimento dos conteúdos específicos e, na mesma proporção, das práticas pedagógicas disponíveis. Apesar dos esforços de aperfeiçoar as práticas docentes e conquistas legislativas na última década , é primordial uma modificação nos parâmetro curriculares de formação de professores; ou seja, que disciplinas voltadas para a área de atendimento à educação especial, sejam ofertadas a partir dos períodos iniciais nos cursos de formação docente.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.