Artigo Anais I CNEH

ANAIS de Evento

ISSN: 2526-1908

Visualizações: 285
RISCO DE QUEDAS EM IDOSOS INSTITUCIONALIZADOS: AVALIAÇÃO PELA ESCALA DE BERG

Palavra-chaves: IDOSOS, ACIDENTES POR QUEDA, INSTITUIÇÃO DE LONGA PERMANÊNCIA PARA IDOSOS Tema Livre (TL) / Oral Papers Submission AT-3: ENFERMAGEM E A SAÚDE DA PESSOA IDOSA Publicado em 23 de novembro de 2016

Resumo

Objetivo: Identificar os fatores de risco e aspectos para quedas em idosos institucionalizados através da Escala de Berg. Método: Estudo quantitativo, transversal, realizado em duas Instituições de Longa Permanência do município de João Pessoa/PB, Brasil, no período de junho a agosto de 2016. Fizeram parte desta pesquisa 45 idosos institucionalizados com idade igual ou superior a 60 anos, capacidade cognitiva preservada, sendo este critério informado pela equipe de saúde do local de coleta de dados. Os dados foram processados no programa SPSS versão 19.0 para Windows através da estatística descritiva com média e desvio padrão da média, frequência absoluta e relativa. A pesquisa recebeu aprovação do Comitê de Ética em Pesquisa do Centro Universitário de João Pessoa, CAAE 54701816.4.0000.5176. Resultado: 62,2%(28) eram mulheres, quanto a idade 20 %(9) entre 60 e 70 anos; 33,3%(15) 71 e 80 e 46,7%(21) mais de 80. Segundo o resultado das variáveis: 51,1%(23) Consegue levantar-se sem usar as mãos e manter-se estável de forma autónoma; 11,1%(5) Necessita de ajuda moderada ou de muita ajuda para se levantar; 13,3% não consegue manter-se em pé durante 30 segundos, sem ajuda; 13,3% necessitam de ajuda para sentar. Conclusões: Destaca-se a necessidade de medidas de intervenção por parte dos profissionais e que serão implementadas no segundo momento desta pesquisa, uma vez que foi necessário conhecer a realidade da população para elaborar estratégias de prevenção de quedas e reabilitação. Cuidados com a saúde dos idosos tornam-se indispensáveis com a finalidade de melhorar a qualidade de vida e reduzir o risco de quedas.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.