Artigo Anais I CNEH

ANAIS de Evento

ISSN: 2526-1908

REPRESENTAÇÕES SOCIAIS DA APOSENTADORIA E VELHICE

Palavra-chaves: VELHICE, APOSENTADORIA, QUALIDADE DE VIDA, REPRESENTAÇÕES SOCIAIS Pôster (PO) / Poster Submission AT 7: ENVELHECIMENTO ATIVO E QUALIDADE DE VIDA
"2016-11-23 00:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1639
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 24689
    "edicao_id" => 51
    "trabalho_id" => 457
    "inscrito_id" => 1594
    "titulo" => "REPRESENTAÇÕES SOCIAIS DA APOSENTADORIA E VELHICE"
    "resumo" => "Trata-se de uma pesquisa descritiva que objetivou saber como a pessoa idosa, apta ou próxima da aposentadoria, percebe a velhice, como representa esta fase de transição e quais seus planos. Adotou-se como fundamento a perspectiva do desenvolvimento ao longo da vida (life span) e a Teoria das Representações Sociais para análise dos sujeitos ao instrumento. Para coleta dos dados utilizou-se um formulário dividido em três partes, questionário sociodemográfico, Escala de percepção da velhice e questões abertas sobre aposentadoria. Participaram da pesquisa 35 servidores de duas instituições públicas da capital paraibana, um centro de atendimento integral à saúde e um órgão do Tribunal de Justiça. Os dados mostraram que as mulheres constituíram a maioria da amostra, com média de idade de 57 anos, e nível de escolaridade superior e médio. O escore médio obtido na escala indicou uma tendência moderada à percepção estereotipada da velhice. Sobre a aposentadoria, predominaram as representações sociais positivas (aposentadoria como ganho) em contraste com as representações negativas (como perda). Quanto às ações para uma aposentadoria bem-sucedida, surgiram três grandes categorias: Bem-estar do corpo, da mente, do espírito, do eu hedonista e livre; Bem-estar do outro; Planejamento financeiro e foco na produtividade. Sendo a primeira categoria predominante. Considera-se que estes achados possam contribuir para ampliar e aprofundar o conhecimento sobre o tema, bem como o aperfeiçoamento de programas de preparação para aposentadoria que levem os trabalhadores a vivenciar este período de transição de forma mais satisfatória."
    "modalidade" => "Pôster (PO) / Poster Submission"
    "area_tematica" => "AT 7: ENVELHECIMENTO ATIVO E QUALIDADE DE VIDA"
    "palavra_chave" => "VELHICE, APOSENTADORIA, QUALIDADE DE VIDA, REPRESENTAÇÕES SOCIAIS"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV054_MD4_SA8_ID1594_10102016193631.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:10"
    "updated_at" => "2020-06-09 19:04:56"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "VERÔNICA LUCIA DO REGO LUNA"
    "autor_nome_curto" => "VERÔNICA LUNA"
    "autor_email" => "luna.veronica@gmail.com"
    "autor_ies" => "UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA/UFPB"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-i-cneh"
    "edicao_nome" => "Anais I CNEH"
    "edicao_evento" => "Congresso Nacional de Envelhecimento Humano"
    "edicao_ano" => 2016
    "edicao_pasta" => "anais/cneh/2016"
    "edicao_logo" => "5e49f6afa2a77_16022020231303.png"
    "edicao_capa" => "5f183e7033782_22072020102608.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2016-11-23 00:00:00"
    "publicacao_id" => 34
    "publicacao_nome" => "Anais CNEH"
    "publicacao_codigo" => "2526-1908"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 24689
    "edicao_id" => 51
    "trabalho_id" => 457
    "inscrito_id" => 1594
    "titulo" => "REPRESENTAÇÕES SOCIAIS DA APOSENTADORIA E VELHICE"
    "resumo" => "Trata-se de uma pesquisa descritiva que objetivou saber como a pessoa idosa, apta ou próxima da aposentadoria, percebe a velhice, como representa esta fase de transição e quais seus planos. Adotou-se como fundamento a perspectiva do desenvolvimento ao longo da vida (life span) e a Teoria das Representações Sociais para análise dos sujeitos ao instrumento. Para coleta dos dados utilizou-se um formulário dividido em três partes, questionário sociodemográfico, Escala de percepção da velhice e questões abertas sobre aposentadoria. Participaram da pesquisa 35 servidores de duas instituições públicas da capital paraibana, um centro de atendimento integral à saúde e um órgão do Tribunal de Justiça. Os dados mostraram que as mulheres constituíram a maioria da amostra, com média de idade de 57 anos, e nível de escolaridade superior e médio. O escore médio obtido na escala indicou uma tendência moderada à percepção estereotipada da velhice. Sobre a aposentadoria, predominaram as representações sociais positivas (aposentadoria como ganho) em contraste com as representações negativas (como perda). Quanto às ações para uma aposentadoria bem-sucedida, surgiram três grandes categorias: Bem-estar do corpo, da mente, do espírito, do eu hedonista e livre; Bem-estar do outro; Planejamento financeiro e foco na produtividade. Sendo a primeira categoria predominante. Considera-se que estes achados possam contribuir para ampliar e aprofundar o conhecimento sobre o tema, bem como o aperfeiçoamento de programas de preparação para aposentadoria que levem os trabalhadores a vivenciar este período de transição de forma mais satisfatória."
    "modalidade" => "Pôster (PO) / Poster Submission"
    "area_tematica" => "AT 7: ENVELHECIMENTO ATIVO E QUALIDADE DE VIDA"
    "palavra_chave" => "VELHICE, APOSENTADORIA, QUALIDADE DE VIDA, REPRESENTAÇÕES SOCIAIS"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV054_MD4_SA8_ID1594_10102016193631.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:10"
    "updated_at" => "2020-06-09 19:04:56"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "VERÔNICA LUCIA DO REGO LUNA"
    "autor_nome_curto" => "VERÔNICA LUNA"
    "autor_email" => "luna.veronica@gmail.com"
    "autor_ies" => "UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA/UFPB"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-i-cneh"
    "edicao_nome" => "Anais I CNEH"
    "edicao_evento" => "Congresso Nacional de Envelhecimento Humano"
    "edicao_ano" => 2016
    "edicao_pasta" => "anais/cneh/2016"
    "edicao_logo" => "5e49f6afa2a77_16022020231303.png"
    "edicao_capa" => "5f183e7033782_22072020102608.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2016-11-23 00:00:00"
    "publicacao_id" => 34
    "publicacao_nome" => "Anais CNEH"
    "publicacao_codigo" => "2526-1908"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 23 de novembro de 2016

Resumo

Trata-se de uma pesquisa descritiva que objetivou saber como a pessoa idosa, apta ou próxima da aposentadoria, percebe a velhice, como representa esta fase de transição e quais seus planos. Adotou-se como fundamento a perspectiva do desenvolvimento ao longo da vida (life span) e a Teoria das Representações Sociais para análise dos sujeitos ao instrumento. Para coleta dos dados utilizou-se um formulário dividido em três partes, questionário sociodemográfico, Escala de percepção da velhice e questões abertas sobre aposentadoria. Participaram da pesquisa 35 servidores de duas instituições públicas da capital paraibana, um centro de atendimento integral à saúde e um órgão do Tribunal de Justiça. Os dados mostraram que as mulheres constituíram a maioria da amostra, com média de idade de 57 anos, e nível de escolaridade superior e médio. O escore médio obtido na escala indicou uma tendência moderada à percepção estereotipada da velhice. Sobre a aposentadoria, predominaram as representações sociais positivas (aposentadoria como ganho) em contraste com as representações negativas (como perda). Quanto às ações para uma aposentadoria bem-sucedida, surgiram três grandes categorias: Bem-estar do corpo, da mente, do espírito, do eu hedonista e livre; Bem-estar do outro; Planejamento financeiro e foco na produtividade. Sendo a primeira categoria predominante. Considera-se que estes achados possam contribuir para ampliar e aprofundar o conhecimento sobre o tema, bem como o aperfeiçoamento de programas de preparação para aposentadoria que levem os trabalhadores a vivenciar este período de transição de forma mais satisfatória.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.