Artigo Anais I CNEH

ANAIS de Evento

ISSN: 2526-1908

CONSULTA DE ENFERMAGEM EM ATENÇÃO PRIMÁRIA ENQUANTO ESTRATÉGIA DE CUIDADO AO IDOSO PORTADOR DE HANSENÍASE

Palavra-chaves: IDOSO, HANSENÍASE, ENFERMAGEM Pôster (PO) / Poster Submission AT-3: ENFERMAGEM E A SAÚDE DA PESSOA IDOSA Publicado em 23 de novembro de 2016

Resumo

Introdução: A hanseníase é uma doença infectocontagiosa que representa um importante problema de saúde pública, não somente pelo grande número de pessoas que acomete, mas também pelas incapacidades advindas da doença. Manifesta-se por lesões cutâneas e comprometimento dos nervos superficiais, causando dores ou espessamento dos nervos periféricos, diminuição ou perda de sensibilidade e/ou da força motora nas áreas com a inervação afetada (DUARTE, 2009).).. Atualmente, as pessoas acometidas pela hanseníase são tratadas em casa, acompanhadas pelos profissionais da equipe multiprofissional da Unidade de Saúde de Família (USF). Devendo o enfermeiro, executar de forma sistemática em todos os doentes e comunicantes a consulta de enfermagem.Metodologia:Trata-se de um estudo descritivo que relata a experiência vivenciada pelo enfermeiro, sistematizado a partir do atendimento de enfermagem a um idoso acometido pela Hanseníase em uma Unidade de Saúde da Família no município de Alagoa Grande-PB.Resultados e Discussão:A consulta de enfermagem é um momento de encontro e comunicação entre o usuário e o profissional da saúde, tendo como foco a comunicação terapêutica e a educação em saúde. A primeira consulta ao cliente portador de hanseníase com o enfermeiro, deve ser iniciada pela anamnese do cliente, onde são recolhidas informações pessoais, realizadas indagações a respeito do tempo em que surgiram os primeiros sintomas da doença, bem como qual a atitude tomada pelo cliente ao descobrir que esta infectado pela enfermidade. O idoso portador de hanseníase recebeu o diagnostico aos 72 anos de idade, após procurar a policlínica do hospital local onde foi atendido pelo dermatologista, sua queixa era lesões com perda de sensibilidade em região de face e pescoço que não melhorava com uso de algumas pomadas que havia feito ao longo de muitos anos, não sabia precisar quantos. Após avaliação foi orientado a procurar unidade de saúde mais próxima para iniciar o tratamento. Através da consulta de enfermagem, do diálogo e da escuta qualificada foi possível compreender os seus comportamentos, sendo viável intervir para modificá-los, conhecimentos e hábitos equivocados dos mesmos, como também fornecer apoio psicológico. E quando se trata da consulta com portadores de hanseníase, esta escuta e posteriormente intervenção é bastante importante para a adesão ao tratamento da doença. . O enfermeiro é o mediador da realização da educação em saúde.Conclusão:Neste estudo, buscou-se relatar a experiência e desafio do enfermeiro ao acompanhar um idoso portador de hanseníase através da consulta de enfermagem . Em 2025 o Brasil será o sexto país em expressiva quantidade de idosos e que é o único país da América Latina onde a Hanseníase ainda não foi extinta, é preciso estar atento as peculiaridades das doenças crônicas e transmissíveis, associadas ao processo de envelhecimento da sociedade.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.