Artigo Anais I CNEH

ANAIS de Evento

ISSN: 2526-1908

RELATO DE EXPERIÊNCIA DO EVENTO CIENTÍFICO I FÓRUM MULTIPROFISSIONAL SOBRE A PESSOA IDOSA E I FÓRUM DE ENFERMAGEM GERONTOLÓGICA DE ALAGOAS

Palavra-chaves: IDOSO, GERONTOLOGIA, ENFERMAGEM Pôster (PO) / Poster Submission AT-10: EDUCAÇÃO E ENVELHECIMENTO Publicado em 23 de novembro de 2016

Resumo

Introdução: No estado de Alagoas, o perfil populacional segue a tendência mundial, com a desaceleração da taxa de crescimento e evolução da pirâmide etária nas faixas de maior idade. Segundo a projeção para 2015 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a população total de Alagoas em 2015 era de 3.344.743 pessoas, destes 9,1% idosos, com um índice de envelhecimento de 21,72% (IBGE, 2015). Embora estudos, desde a década de 80, tenham se preocupado em discutir o envelhecimento populacional e a transição epidemiológica no Brasil (KALACHE, 1987), nota-se um descuidado em relação às necessidades que acompanham esse processo, em especial no cenário da saúde, onde as repercussões têm sido ainda mais gritantes. Nesse contexto, a Política Nacional de Atenção à Saúde da Pessoa Idosa (BRASIL, 2006) aponta como um dos desafios, a escassez de equipes multiprofissionais com conhecimento em envelhecimento e saúde da pessoa idosa. No que se refere à enfermagem, esta tem buscando compreender a integração existente entre as diferentes dimensões que perpassam a vida da pessoa idosa, como forma de promover uma vida saudável e a valorização da mesma no processo de envelhecer (GONÇALVES; ALVAREZ; SANTOS, 2013). Deste modo, suas lutas também têm sido através da natureza associativa, que busca unificar as forças em torno de um mesmo objetivo, no caso deste relato, com a criação e consolidação do Departamento Científico de Enfermagem Gerontológica, da Associação Brasileira de Enfermagem, seção Alagoas (DEGER/ ABEn-AL). Objetivo: Relatar a experiência da realização do 1º Fórum Multiprofissional Sobre a Pessoa Idosa e o 1º Fórum de Enfermagem Gerontológica de Alagoas. Método: Os Fóruns aconteceram de forma simultânea e foram organizados pelo Grupo de Pesquisa Multiprofissional sobre Idosos – GPMI. Ocorreram nos dias 29 e 30/07/2016 na Universidade Federal de Alagoas – UFAL. Houve palestra e mesas redondas com profissionais da área e instituições representativas dos idosos no Estado de AL. Houve ainda uma oficina da zumba. A condição para a inscrever-se era doar fraldas geriátricas ou suplementos proteicos para uma instituição de longa permanência em Maceió. Resultados: Os ventos objetivaram divulgar o GPMI (CNPQ-UFAL) e apresentar o DEGER. Ao todo participaram 120 pessoas, entre pesquisadores, profissionais e estudantes que tem afinidade com o envelhecimento. Dentre eles: educadores físicos, assistentes sociais, nutricionistas, enfermeiros dentre outros. Nos eventos ocorreram ainda o lançamento do DEGER seção Alagoas. O departamento veio para agregar e fomentar os estudos na área do envelhecimento. Na ocasião os membros deste (enfermeiros especialistas, estudante do GPMI e técnico de enfermagem que atua com idosos) foram empossados pela presidente da ABEN Nacional Prof. Drª Ângela Alvarez. A atuação multiprofissional na promoção da saúde da pessoa idosa, a importância da autonomia para o idoso, o uso da educação em saúde, dentre outras temáticas foram discutidas durante o evento. A troca de experiências entre profissionais e estudantes deram ao evento uma visibilidade importante à atenção integral ao idoso. Conclusão: percebeu-se a necessidade do público em discutir questões que envolvem o idoso em todos os âmbitos, em especial no da saúde.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.