Artigo Anais I CNEH

ANAIS de Evento

ISSN: 2526-1908

Visualizações: 168
PERFIL SOCIODEMOGRÁFICO DOS IDOSOS ATENDIDOS NA ÁREA DE APARELHO LOCOMOTOR DA CLÍNICA ESCOLA DE FISIOTERAPIA DA FACISA/UFRN

Palavra-chaves: FISIOTERAPIA, GERIATRIA, PERFIL DE SAÚDE, IDOSO Pôster (PO) / Poster Submission AT-4: FISIOTERAPIA GERONTOLÓGICA

Resumo

INTRODUÇÃO: A região do Trairi potiguar possui o município de Santa Cruz/RN como referência na utilização dos serviços de Saúde. A Clínica Escola promove a melhoria de saúde da população da região do Trairi mediante o desenvolvimento de ações e de investigação clínica e fortalecimento do elo de ligação ensino-serviço-comunidade. A importância de conhecer o perfil de idosos atendidos na clínica escola de fisioterapia está em conhecer o usuário do serviço, tanto em seu aspecto social e regional quanto ao seu acometimento para, através desse conhecimento, saber de que a população carece, promovendo um melhor atendimento e estimulando ações de promoção de saúde. O objetivo do estudo foi verificar o perfil clínico e sociodemográfico dos idosos atendidos na Clínica Escola de Fisioterapia da Faculdade de Ciências da Saúde do Trairi (FACISA). METODOLOGIA: Trata-se de um estudo observacional do tipo descritivo com corte transversal que caracteriza os pacientes acima de 60 anos atendidos no setor de Aparelho Locomotor (Neurologia, Ortopedia, Reumatologia e Traumatologia) da Clínica escola de Fisioterapia da Faculdade de Ciências da Saúde do Trairi da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, no período de agosto de 2012 a junho de 2015. A coleta de dados foi realizada pelos prontuários, a análise dos dados foi realizada de forma descritiva, e estes foram relacionados entre si através do programa SPSS 20.0. RESULTADOS: Foram encontrados 386 prontuários cadastrados no setor de aparelho locomotor na Clínica Escola de Fisioterapia no período de agosto de 2012 a junho de 2015. 133 prontuários eram de pessoas acima de 60 anos e 61 deles continuavam em atendimento. Com a análise de dados pode-se observar que na busca de atendimentos houve maior predomínio de pacientes do gênero feminino (85), equivalente a 63,9% dos casos, enquanto os pacientes do sexo masculino (48) representaram 36,1%. Desses idosos a maioria era de aposentados (49,6%), agricultores(14,3%) e domésticas (14,3%). A maior parte tinha renda familiar de até dois salários mínimos (54,9%) e de 2 a 4 salários (36,8%). Quanto ao diagnóstico clínico 31(23,3%) tinham sequelas de Acidente Vascular Cerebral, 20(15%) gonartrose, 17(12,8%) tinham acometimentos na coluna (Hérnia de disco, espondiloartrose, lombalgia) e 68 (48,9%) de outros acometimentos (neurológicos, traumato-ortopédicos ou reumatológicos) – sendo do total 40% de acometimentos neurológicos e 60% de acometimentos musculoesqueléticos e reumáticos. A maior parte da amostra reside em Santa Cruz (91%). DISCUSSÃO: Estudos apontam que a área mais procurada no serviço de fisioterapia é a de trauma-ortopédica, seguida da área neurofuncional. Os dados encontrados nesse estudo se assemelham, pois geraram a conclusão de que a maioria dos pacientes da Clínica Escola da FACISA procuram atendimento na área de trauma-ortopédica.CONCLUSÃO: Com esse perfil obtém-se a informação que a Clínica Escola de Fisioterapia na FACISA atende maior número idosas mulheres, residentes de Santa Cruz , com baixa renda. Além disso, pode-se perceber que apesar das desordens musculoesqueléticas/reumatológicas terem maior predomínio no atendimento, a maior procura de atendimento por idosos é solicitada por indivíduos com sequelas de AVC.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.