Artigo Anais I CNEH

ANAIS de Evento

ISSN: 2526-1908

Visualizações: 186
O ENVELHECIMENTO E A DEPRESSÃO

Palavra-chaves: ENVELHECIMENTO, DEPRESSÃO, IDOSO Pôster (PO) / Poster Submission AT 7: ENVELHECIMENTO ATIVO E QUALIDADE DE VIDA

Resumo

O envelhecimento faz parte do processo natural, é dinâmico, progressivo, desliza pelos aspectos físicos, psíquicos e motores provocando mudanças e conseqüentes perdas. Maior vulnerabilidade diante dos acontecimentos do dia-a-dia, sejam estes de afetos ou das atividades da rotina. As doenças surgem ou intensificam-se, as aprendizagens ocorrem de maneira mais lentas, as capacidades cognitivas diminuem aos poucos e a estrutura física fica mais frágil. A presente pesquisa poderá servir de subsídio para outras pesquisas, haja vista a atualidade da temática. Poderá vir a nortear práticas de profissionais da área da saúde que lidam com idosos. Espera-se que este estudo possa trazer alguma contribuição a toda sociedade diante do desejo de envelhecimento saudável físico e mental. Nas pesquisas realizadas observou-se a falta de artigos recentes e uma predominância do período de 2006 a 2008. A pesquisa objetiva identificar nas bases dados o conhecimento produzido sobre a relação do envelhecimento e depressão e analisar os fatores encontrados como causa desta. Teve como questão norteadores “o que constitui-se como relação entre envelhecimento e depressão?”. Trata-se de uma revisão de literatura integrativa que é um método de pesquisa em que as conclusões de estudos anteriormente conduzidos são sumarizados para se formular inferências sobre um tópico específico. Após leitura exaustiva dos cinco artigos foi definida a seguinte categoria: Envelhecimento e depressão: uma possibilidade real. Os autores dos artigos relatam que o envelhecimento por trazer alterações biopsicossociais, compreendidas a partir das mudanças fisiológicas, metabólicas, endócrinas, psíquicas, sociais e de autoconceito podem culminar com isolamentos social que levaria ao transtorno de depressão maior. Foram encontrados diversos pontos na relação do envelhecimento e a depressão, e todos parecem culminar a partir da falta de cuidado, saúde mental e apoio social. Envelhecer e deixar de ser a voz da casa, o principal provedor, a figura principal. Envelhecer e ver o corpo ruir sem cuidados ou adoecido, estar sujeito ao crônico, à ansiedade, à voz nunca escutada. Envelhecer e deixar de ser dono de si, responsável e sujeito ativo em suas escolhas. O empoderamento do idoso e a qualidade de vida proporcionada por este está no oposto do que a depressão provoca na fase idosa.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.