Artigo Anais I CNEH

ANAIS de Evento

ISSN: 2526-1908

Visualizações: 254
LITÍASE BILIAR NA TERCEIRA IDADE E A ASSISTÊNCIA DO CUIDADO DE ENFERMAGEM

Palavra-chaves: LITÍASE BILIAR, COLECISTECTOMIA, TERCEIRA IDADE Tema Livre (TL) / Oral Papers Submission AT-3: ENFERMAGEM E A SAÚDE DA PESSOA IDOSA Publicado em 23 de novembro de 2016

Resumo

Introdução: O envelhecimento populacional é um fenômeno que tem se acentuado nos últimos anos. Até 2050 estima-se que 2 bilhões da população mundial será idosa. A litíase biliar é a doença de tratamento cirúrgico-abdominal mais comum no paciente idoso e a remoção da vesícula biliar através de uma cirurgia eletiva ou de urgência é denominada colecistectomia. Objetivos: O trabalho tem por objetivo compartilhar as percepções obtidas acerca da assistência de enfermagem prestada ao paciente idoso submetido à colecistectomia em um hospital privado de Natal, Rio Grande do Norte. Metodologia: É um relato de experiência sobre o período de estágio em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI), e a observação ao plano de cuidados prestados a pacientes vítimas de litíase biliar. Resultados: Em observação aos planos de cuidado para cada cliente, é possível detectar à deficiência na assistência de enfermagem voltadas ao quadro clínico presente nos indivíduos da terceira idade. Dos 5 casos clínicos assistidos, nenhum apresentou um plano assistencial individualizado centrado em suas particularidades clínicas. Através destes aspectos, foi elaborado pelos autores um plano de assistência de enfermagem relacionado às alterações fisiopatológicas, para posteriormente, ser apresentado para a equipe multidisciplinar sugestivamente. Conclusão: O enfermeiro é o profissional responsável por efetivar intervenções assistenciais, administrativas e de ensino frente à sua equipe, pacientes e família, garantindo total desenvolvimento prático e adequado de suas ações. A implementação da sistematização da enfermagem, bem como o conhecimento técnico-científico da equipe de enfermagem, proporciona uma assistência apropriada e qualifica o cuidado a pacientes submetidos à cirurgia de colecistectomia.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.