Artigo Anais I CNEH

ANAIS de Evento

ISSN: 2526-1908

Visualizações: 283
EDUCAÇÃO EM SAÚDE NA PREVENÇÃO DE QUEDAS EM IDOSOS: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA

Palavra-chaves: ACIDENTES POR QUEDAS, ENVELHECIMENTO, PREVENÇÃO PRIMÁRIA Pôster (PO) / Poster Submission AT-4: FISIOTERAPIA GERONTOLÓGICA Publicado em 23 de novembro de 2016

Resumo

O envelhecimento populacional compreende um fato mundial, já direcionado para países em desenvolvimento como o Brasil.Compreendendo que este aumento no número de idosos está relacionado com a maior incidência de disfunções relacionadas ao envelhecimento, é fundamental o direcionamento da atenção para pesquisas e para o cuidado, com propostas que visem a qualidade de vida dessa população, não somente de forma reabilitativa, mas buscando sensibilizar o indivíduo sobre a importância de buscar no andamento da enfermidade as maneiras de se obter o controle e a manutenção da funcionalidade. O objetivo geral desse trabalho foi relatar a experiência de uma equipe de residentes multiprofissionais de Atenção Básica e Saúde da Família e Comunidade em uma intervenção de prevenção de acidentes por quedas em um grupo de idosos da cidade de Mossoró/RN. O estudo em questão é do tipo relato de experiência, desenvolvido a partir de uma intervenção entre a Unidade Básica de Saúde (UBS) Dr. Antônio Soares Júnior e o Centro de Referência à Assistência Social (CRAS), ambas localizadas no bairro Bom Jesus na cidade de Mossoró-RN. Em um primeiro momento foi utilizado um jogo de perguntas, chamado QUIZ interativo responderia a questionamentos claros que seguiam um roteiro de oferta conceitual que perpassa pelo processo fisiológico de envelhecimento, impacto e causas de quedas em idosos, adaptações ergonômicas domiciliares para prevenir quedas, hábitos de vida saudáveis, importância de buscar os serviços de saúde regularmente e responsabilização pelo auto-cuidado. Em um segundo momento foi realizada a aferição de Pressão Arterial, e em seguida uma sequência de exercícios conduzidos pela Fisioterapeuta Residente em Atenção Básica e Saúde da Família e Comunidade, que incluiam alongamentos musculares, aquecimento, fortalecimento muscular, equilíbrio, coordenação motora e socialização em grupo, utilizando como recursos apenas 18 bastões (cabos de vassoura). A intervenção em educação em saúde se mostrou exitosa e de boa aceitabilidade. Houve, para tanto o fortalecimento da articulação entre a saúde e a assistência social, de forma integral, no âmbito da promoção e prevenção da saúde. Foi possível perceber também a motivação do público para realização de um exercício físico como um hábito, assim como o comprometimento pessoal com as demais orientações para a melhoria da qualidade de vida. Ações educativas direcionadas à prevenção e promoção de saúde em pessoas idosas são de grande importância para a sociedade. Sendo, para tanto, experiências como estas fundamentais para estruturação do cuidado e atenção integral da saúde, e para o fortalecimento da responsabilização deste cuidado pelo indivíduo, família, Estado e Sociedade, além da formação do vínculo entre profissional-residente e comunidade/território em que atua.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.